was successfully added to your cart.

Round #81: Kingdom Hearts

“Agora eu sei que não preciso da Keyblade. Tenho uma arma melhor. Meu coração.”

Reunindo o poder da amizade e a força de milhares de corações, é chegada a hora de encarar a escuridão mergulhando de cabeça no universo em que Final Fantasy e clássicos da Disney vivem lado a lado, o mundo da improvavelmente amada e venerada franquia Kingdom Hearts!

Dessa vez os NowLoaders dividem-se em dois times. De um lado Fernando ‘X’ e Yuri Ferreira, fãs incondicionais das aventuras de Sora e seus amigos. Do outro, André ‘Majin’ e Fred ‘Yugo’ que simplesmente não conseguem compreender que sentido faz uma Keyblade ou o por quê de tanto sucesso. Juntos, eles desbravarão os títulos anteriores num ritual de preparação para receber o recém-lançado Kingdom Hearts: Birth By Sleep, para PSP.

Descubra tudo sobre as origens de uma união tão improvável, sobre o conceito (ou ausência de) do design, sobre nosso amor por Tetsuya Nomura, sobre artes marciais felinas, e especialmente sobre a extremamente complexa história que cerca a série.

O que é um Heartless? E um Nobody? E um Everybody? Como chegar em Kingdom Hearts? Quem é o Sephiroth Bronzeado? Qual é a dos títulos mirabolantes desses jogos? Essas e muitas outras perguntas serão respondidas caso deseje embarcar em nossa Gummi Ship com destino ao octogésimo primeiro Round do Podcast NowLoading!

Atenção: Esse podcast contém Spoilers para os games Kingdom Hearts, Kingdom Hearts II, Kingdom Hearts: Chain of Memories e Kingdom Hearts 358/2 Days. Não há spoilers de KH: Birth by Sleep.

Links:

  • Pingback: Scrapeboard()

  • Antonio

    Qual a música da abertura do cast ?

  • Gabriel

    esse foi o meu primeiro cast de vcs e sou muito fan do kingdom hearts tipo so comprei um ps3 pq o KH 3 e saga FF na epoca seria so nele eu gostei e vou continuar a ouvir

  • KrazyFox

    "sempre tem uma coisa por trás… maior" ~Fernando X
    HASUHASUASHUSAHHUSA!

    Saudades do Nowloading.

  • Denis

    Nunca parei pra comentar um podcast, mas o André conseguiu minha atenção nesse podcast. Ficar mais de uma hora reclamando da história e realismo de um jogo da DISNEY com FF é impressionante. É semelhante a passar algum tempo questionar a motivação dos blocos de Tetris em fazer uma linha e sumir.
    No mais, parabéns pelo ótimo trabalho nos "novos" podcasts Dash e Vértice, que conheci há bem pouco tempo. Discussões sobre o trabalho de desenvolvimento, da história dentro e fora dos jogos e dos conceitos trabalhados em games é muito superior a qualquer podcast que já ouvi sobre este tema.
    Abs

  • Igor

    As idas e vindas de onibus sempre eram divertidas ouvindo um Nowloading!

  • Acho engraçado que esse nowloading é um dos meus preferidos, da minha série favorita e eu sempre tive vontade de comentar-lo na época mais nunca… escrevi, pois bem, eu acho legal o andré apresentar tantos erros no jogo e tals, mas tem coisas que são altamente questionável a começar pela keyblade, bem vocês falaram que ela não é funcional, de ser uma chave mas não abre como uma chave, então eu penso assim, se um poeta usa a metáfora que uma pessoa é uma flor, a pessoa não tem petalas, não tem polém, mas ele ainda assim diz que é uma flor, vocês aceitam isso, mas ela não tem um formato mecanico de uma flor, é uma metáfora, tudo bem, é a opinião de vocês e eu não vejo problema, mas usar isso como um argumento do jogo ser ruim eu acho inválido. Bem, outro argumento que foi bem forte no cast foi o André ter dito que o Kingdom Hearts ele se sustenta apenas pela nostalgia disney, então por que vocês falaram que a parte mais legal é a parte final que não tem nada haver com o mundo Disney? Na realidade os mundos Disney eu acho bem um background para a historia de Kingdom Hearts que, na minha opinião é o forte de Kingdom Hearts, apesar de ela ser confusa e muito falha por criar diversos conceitos, por ele ter muitos conceitos e ser confuso, pra mim significa que eles dão muita atenção a história do jogo, Kingdom Hearts pra mim se sustenta pela história, quem nunca jogou Kingdom Hearts e ouviu esse cast tenho quase certeza que não se motivou a pegar o próprio para jogar, o que é muito triste.
    Bem Kingdom Hearts não é um jogo perfeito, eu de fato respeito bastante a opinião do André e do Fred, mas dessa vez eu vejo muitos argumentos não válidos para falar, o jogo tem mais coisas ruins do que boas

  • Pingback: see this()

  • Pingback: locksmiths finder()

  • Gabriel Azmodam

    Ouvir isso em 2017 é um estudo antropológico magnifico.

  • Jad3rson

    Audio offline