DASH #16: Day of the Tentacle

2012-04-02T11:27:40+00:00 2 de abril de 2012|DASH|76 Comentários

Depois de uma semana viajando pelo tempo, os dashers André Campos e Ricardo Dias descem de seus Chron-O-Johns para discutir um dos mais importantes e incríveis adventures de toda a história: Day of the Tentacle!

Pra falar da sequência do game que basicamente inventou os Adventures Gráficos, colocamos o milionário Tim Schafer mais uma vez em foco e discutimos seu primeiro grande projeto na LucasArts: uma aventura sobre dentaduras, um hamster, figuras históricas, cientistas malucos e, por que não, um pouco de viagem no tempo nas horas vagas.

Relembre conosco os mais marcantes puzzles dessa obra prima. Que bem me fará trocar a dentadura de George Washington? Como eu envio um animal vivo para o futuro? Qual a consequência logica de se lavar um carro? Alguma sugestão para a Constituição Americana? Como não gastar 20% do seu tempo de jogo trocando itens entre os personagens?

Fique atento também à leitura de e-mails e descubra o que é e como participar do Jogabilidestiny!

Tá No seu Turno!

Nossa discussão continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes! Os melhores, mais relevantes e/ou mais aleatórios e-mails serão lidos na próxima edição do DASH.

Links

  • baixando logo mais comento =)

  • Leo Leão

    Day of the tentacle!!! esse é claaaaaaasico
    e finalmente mais um dash!

  • Tiojp

    Chegar em casa e baixar pra ouvir!! Bons tempos de point and click :')

  • Rafael

    Cada semana um tema melhor, os rapazes estão on fire.

    Dash alegrando as fatídicas segundas-feiras.

  • Dekamaster

    AE SIM!!!!!

  • AE , uma semana sem Jogabilidade, e hoje sou agraciado com um cast sobre Day of the Tentacle !

  • Mais um jogo que irei jogar antes de ouvir, já foi assim com ghost trick. Isso é bom que dá pra descobrir "novos" jogos.

  • Aloysio

    Ouvindo, depois comento!

    • Ronil

      O mais engrae7ado foi que o pessoal ctonemou pouco no seu blog sobre o destino, mas na hora de falar le1 no encontro foi uma agitae7e3o sf3! Ontem gostei de tudo. Agradou-me muito a discusse3o sobre o lado bom e o lado ruim das coisas tecnolf3gicas, como o aplicativo foursquare para iPhone. Big Brother e, ao mesmo tempo, um servie7o positivo e fatil, de localizae7e3o etc. Dois lados (no mednimo) como tudo na vida, na verdade.Em meu je1 bem recheado caderninho, anotei as frases: o modelo ne3o pode ser armadura ; para inovar, e9 preciso trabalhar nas lateancias , e a do Fabio, junto ao debate sobre os coletivos inteligentes: Internet ne3o e9 meddia de massa .Quanto e0 primeira frase, falamos do cuidado que devemos ter: enxergamos o modelo em exemplos pre1ticos por vedcio do olhar (esta expresse3o eu tf4 usando agora mas acho que serve) ou os exemplos batem mesmo com o modelo? Ne3o podemos criar outra caixa para entrarmos, ne3o e9 a ideia. Mais uma frase sua, Nepf4: o modelo e9 uma diree7e3o; mais uma diree7e3o que um caminho .A discusse3o sobre a meddia tambe9m valeu e este1 valendo. Mensurae7e3o de acessos versus qualidade do contefado. O que o povo quer ver e o que o povo precisa saber, o papel da meddia, o novo papel da meddia, a educae7e3o, a nova educae7e3o um mix de coisas que precisam, na minha opinie3o, ser pensadas e transformadas juntas. Foi muito legal a sua colocae7e3o sobre, se o povo demonstrar interesse num caso, o jornal ter o papel de abordar isso de uma forma interessante e inteligente, levando em conta o que o pfablico deseja mas sf3 isso, acrescentando tambe9m.Queria ainda trabalhar mais a meddia e o nosso modelo.Se lembrar de mais coisas, coloco aqui!Bjs

  • Leo

    Comecei nos adventures com o Manniac Mansion, puxa que jogo diferente. É bem dificil chamar atenção de alguém jogando videogame, e com esse jogo, até minha família curtiu. Ouvirei e se gostar vou atrás do Day of the Tentacle.

  • Kadu Araujo

    Day of fucking tentacle!!! Acho que só um cast sobre Half Life p/ superar isso aqui. XDDD

    • Jonatas Pereira

      Estou esperando um cast de Half-Life desde o cast da Valve no NowLoading. Quantos anos já se passaram hein? 😀
      Será que vai sair quando o HL3 ou o Black mesa Souce sair?

      • Cara HL3 vai demorar, eles estão mexendo com a nova engine agora. Eu diria que se for sair um HL3 seria pra no minimo final de 2013

  • Memnock

    Esse demorou pra sair…baixando agora, comento depois.

  • DOT!!!!!! O melhor Adventure já feito na história da HUMANIDADE!!!!!

  • inominavel

    Baixando para conferir……

  • vitzera

    HA! Acertei o tema.

    Baixando pra ouvir.

  • André Imbuzeiro

    Eu joguei Maniac Mansion no Apple IIe, isso lá no final da década de 80 ou início da de 90. Sou apaixonado por esse jogo. Existe na internet para download gratuito a versão Maniac Mansion Deluxe, que teve o gráfico melhorado por fãs do jogo.

  • RISE FROM YOUR GRAVE! Gostei dessa ressurreição na forma do Jogabilidestiny 😀

  • Outro que nunca consegui terminar. Quando eu era mais novo não tinha muita paciência (competência) para jogar adventures.

  • A primeira vez que vi DOTT foi em uma revista, que trazia um passo-a-passo do jogo. Gostei tanto daqueles gráficos e da história de viagem no tempo que cheguei a decorar algumas soluções dos puzzles de tanto ler. Quando consegui o jogo, muitos anos depois, não tinha mais a revista, mas ainda tinha algumas "dicas" na memória.

    O jogo realmente tem alguns puzzles difíceis, mas todos tem uma lógica incrível (dentro do "universo" do jogo), então quando você resolve fica com aquele pensamento de "como não pensei nisso antes? Era tão óbvio!".

    Faltou falar no cast que dá para jogar Maniac Mansion dentro de DOTT, num computador antigo na sala onde você pega o hamster. Acho que o problema de Maniac Mansion não são os multiplos personagens, e as várias formas de terminar (isso não é bom?), mas sim a possibilidade de morrer. Toda vez que tentei jogar eu sempre acabava com meus 3 personagens na prisão.

    Detalhe que no final do jogo, tudo volta ao normal, e o game termina com a bandeira dos Estados Unidos sendo hasteada, só que ela tem o formato de um tentáculo! (Não que isso fosse mudar o mundo, André, afinal é só um simbolo, mas prova que jogos com viagem no tempo são excelentes!)

    Só corrigindo 2 erros:
    – você não entrega um machado pro George Washington cortar a árvore, (nem tem esse item), você pinta as frutas da árvore de vermelho.
    – o vinho vira vinagre no futuro, não no presente.

    • Fala rapaz!

      Eu lembro do André ter comentando sobre dar para jogar Maniac Mansion no DooT. Não ouvi a versão final do cast, mas ele deve ter cortado.

      Lembro dele também ter comentado o lance da bandeira americana em formato de Tentátculo! ahiuahaiuhaihaiha

      A parada do Machado realmente, viajamos! WTF?

    • Ah, certeza que a bandeira mudaria MUITA coisa. Dificil calcular o quê, mas com todo o papo de efeito borboleta e teoria do caos, eu garanto que seriam mudanças grandes.

      Tenho quase certeza que falmos do vinho virando vinagre no futuro e do MM dentro do computador do Weird Ed!

      • Sim, vc's falaram. Indubitavelmente.

        • É, ouvi de novo e a parte do vinagre vocês falaram certo mesmo, então dessa vez passa kkk. Mas de novo não vi falarem de MM dentro de DOTT, pensei até que ia ser uma grande revelação de minha parte!

  • Eu, como um completo Noob em adventures, já estou ansioso para saber desse jogo que só conheço de nome

  • jogo video game desde 1991, nunca tinha ouvido falar desse jogo, tinha visto a imagem, mas ñ imaginei q era um jogo e ainda mais se era bom

  • Poisony

    O André com a cabeça sendo explodida em pleno cast foi ótemo, hahaha.

    Não joguei DOTT ainda, shame on me. E ainda por cima errei o chute, achei que depois de falar sobre LucasArts e Tim Schafer no Nowloading haveria um espacinho pra eterna segundona (mas pioneira) da era de ouro dos adventures, a Sierra.

  • Bruno

    Day of the Tentacle vai permanecer por uma semana como mehor Adventure da história para o André, logo após ele jogar outro adventure e fazer um podcast sobre ele. XD

  • Phill

    Pow… é serio que eu tomei spoiler do Journey inteiro na leitura de e-mails?!?!

    • Ops

    • A gente avisou quando iam começar os e-mails relativos ao conteúdo do podcast sobre Journey, não?

      • Phill

        Avisaram só que começava a leitura de e-mails sobre o cast. Não tem aviso algum que teria spoiler do jogo. Achava que voces iam fazer uma leitura spoilers-free… inocência minha.

      • Hyein

        Limiting screen time does sond like a good way to go, Mindy. It’s iosethmng we’ve always done, though it was never a deliberate strategy, just iosethmng we did right from the start. But I think it might be because I am a bit noise-sensitive: I don’t manage well when there is too much background noise, so the TV tends to stay off unless there is iosethmng we specifically choose to watch. Also, it got easier when e children got older and much more able to engage in other activities by themselves, instead of me supervising them or having to do it with them. There’s a real age and stage dimension to this.Ditto with family dinners it’s agreat way to go. It has been a ritual in our house since the children were big enough to sit in highchairs. A messy ritual early on, but a good one.Regarding teachers and managing classroom behaviour, it hasn’t been an issue for us, but we have had to make a big effort with some teachers to get them to work with the particular ways our daughters were doing things, rather than expecting them to be like the other kids. This happened with my younger daughters and their reading, where they were struggling to learn to read, and the mistakes they were making weren’t standard mistakes, so the standard solutions didn’t apply. The usual story, I suppose, common to every profession: some excellent teachers, some perfectly good, and others there just to do enough to collect their pay.Best wishes for keeping up with the changes. I guess that it may take some time toned in, like maybe the rest of the term. A word of advice, if I may I guess that school holidays may be a time to slacken off and relax a little, which is a jolly good thing, but it may be worth returning to school routines a few days before they are due to go back, if possible.

    • natchy

      Eu pulo email de podcast que passou e eu n ouvi por nao querer tomar spoiler…

  • josibas

    Valeu a pena esperar.

  • Obrigado por todos alertas de spoiler no começo do cast de Journey… assim pude tomar todos eles na leitura de emails deste cast :-\

    Enfiom, DotT! Baixei ele e a DOSBOX semana retrasada! Coincidência monstro!

    Abraços pessoal!

    • Desculpa todo mundo que levou spoiler nos emails, mas acreditem, falamos em termos vagos de montanhas e super saiyajin, são coisas que nem de longe vão atrapalhar a experiência.

      Por outro lado, se é um jogo que queriam tanto evitar informações a ponto de não ouvir o podcast, não compreendo como acharam que era uma boa idéia continuar a ouvir um bloco em que discutíamos o conteúdo do podcast em questão! o_o

      • Então, não nego que foi um pouco de vacilo meu…

        É que acho que esse game é um que eu queria ter experienciado completamente cru… o lance todo da experiência Multiplayer dele teria sido um baita choque pra mim.

        Costumo ouvir podcasts pela manhã enquanto preparo meu café e normalmente estou meio sonolento – não que isso realmente te importe – quando me toquei já tinha ouvido o primeiro comentário inteiro. Consegui tirar o fone a tempo de não pegar spoilers do segundo feedback.

        De qualquer forma, pelo tanto que as pessoas tem comentado sobre esse game por aí, era questão de tempo para eu tomar um spoilers. Independente de qualquer coisa, no hard feelings.

        Abraços!

    • TheMax

      Eu fui mais rápido e apertei o mute antes de começarem a ler os emails!

  • pedro nogueira

    André, que tal chamar alguns ex-membros do Now Loading para gravar algum podcast no estilo Reunion ? Não sei bem o que rolou internamente para que ocorresse o fim do NL mas se isso pudesse ocorrer seria Chênial! (e eu acho que todos aqui concordam comico).

  • Cara, não acredito que vocês fizeram um cast sobre o MELHOR jogo de Adventure de todos os tempos (na minha humilde opinião).

    Escutarei, mandarei e-mail e comentárei.

    Abraços!

  • ManiacMansion foi meu 1o adventure, eu nem sabia q era um gênero na vdd. Aluguei a versão de NES por causa da capa e sem saber do q se tratava, qd vi estava diante de um jogo completamente diferente de tudo q já tinha jogado e paguei algumas diárias de multa quebrando a cabeça com ele e num jogo de tentativa e erro infinito… mas nunca terminei.

    Acho que foi o único adventure nos consoles e poucos anos depois estava comprando um PC praticamente pra poder aproveitar aquele gênero, havia comprado os disquetes de Indiana Jones and the Last Crusade antes mesmo de ter um computador.

    Não havia revista, não havia internet e cada encalhada de mais de 1h provocava uma hotline entre amigos, sempre havia aquele que tinha encalhado na parte que vc passou de primeira, e passado de primeiro na parte q vc ficou encalhado, as dicas por sua vez tinhas todo um código de ética e eram dadas aos pontos, atiçando e orientando o raciocínio do amigo na direção correta.

    Acho muito maneiro acompanhar a paixão com que vcs falam dos jogos dessa época tanto aqui quanto no NowLoading mesmo tendo sido apresentados ao gênero no fim de sua era de ouro.

    • Purushottam

      Ale9m disso, e9 importante rmopover a passagem do perfil atual de que “eu detenho (e muitas vezes escondo) o conhecimento para ser reconhecido” para ”eu compartilho cada vez mais o conhecimento para ser reconhecido”. Isso, que vocea cita, e9 pedra de toque para o trabalho colaborativo nas organizae7f5es. As pessoas, de modo geral, morrem de medo de ter seu conhecimento roubado quando compartilhado. E guardam e as chances de evolue7e3o sozinho e tambe9m em equipe, caem drasticamente. d3timo texto.Je1 o inedcio do texto, sobre Revolue7f5es Cognitivas aumentam minha expectativa de seguir essa linha numa tese. Bjs!

  • pedro nogueira

    Vale dizer algo aqui, não apenas sobre o Day of the Tentacle mas sobre todos os Adventures da Lucas Arts : Eles me ensinaram inglês com mais eficiencia que qualquer professor.

    • Isso é verdade, tudo que eu (não) sei ler de inglês aprendi com adventures/rpgs no PC. Mas isso depende mais do interesse do aluno do que do professor (o jogo era divertido mas a aula de ingles no colegio era um saco).

  • pedro nogueira

    Uma coisa legal que eu gostaria de ver em algum proximo cast são os jogos pra Plataforma iOS. Eu tenho um iPhone e um iPod touch e eles se tornaram as plataformas de jogos que eu mais uso. Eu vendi o meu DS por quê depois que eu comprei o iPod, e posteriormente o iPhone, a única tarefa dele foi ficar empoeirando na gaveta. Pelo tamanho do número de usuarios, acho relevante comentar os jogos de iOS.

    Galera que comenta : quantos de vocês tem algum dispositivo com iOS ? (iPhone, iPod, iPad)

  • TheMax

    Ow my gosh! DÁ PARA TRANSFERIR OS ITENS APENAS ARRASTANDO PARA O PERSONAGEN??????????? André… tamu junto mano…

    • Nina

      Somebody essentially asssit to make significantly posts I would state. That is the very first time I frequented your website page and to this point? I amazed with the analysis you made to make this actual submit incredible. Fantastic activity!

  • Quem tiver afim de jogar esse clássico, basta baixar em: http://www.gameswin.biz/

    Ótimo podcast, aguardo mais sobre os antigos jogos do gênero.

  • Ok, eu também sempre levava os itens "all the way" até a máquina do tempo. Admito! Tô contigo, André. É nóis.

    • Zerando DotT no Veterano. Tamo junto.

  • Ogro Himself

    Tive a sorte de jogar primeiro Day of the Tentacle muitos anos atrás, e ele é o meu favorito dentre todos eles.

    Um amigo do colégio tinha uma caixa cheia de jogos da Lucas Arts, num unico box ele tinha Rogue Squadron, Indiana Jones, Day of the Tentacle, Sam and Max e Full Throtle. Acho que esse devia ter sido o melhor presente que um moleque podia ter ganho NA VIDA.

    Tipo, a PRIMEIRA coisa que eu tentei quando descobri que dava pra mandar itens entre as eras foi arrastar um item pro icone do personagem … Realmente deve ser uma outra experiencia jogar DotT indo ao banheiro toda hora.

    É um jogo excepcional mas tu realmente aproveita ele muito melhor se tu tens uma carga de cultura americana (especialmente história). Não só a história de chover toda hora que se lava o carro, mas também reconhecer os personagens históricos que estão no hotel no passado

    Por ex, a história do George Washington e a cerejeira (tem na wikipedia) que não é famosa nos USA mas desconhecida por nós. Eu tranquei por muito tempo no jogo por não saber como descer a Laverne da árvore. Só usando exaustivamente todos os itens em todos elementos do cenário que acabei pintando os frutinhos da árvore de vermelho para convencer o George a corta-la.

    Back to the Future tem UM unico puzzle que voce resolve de maneira similar a do vinho, para envelhecer um produto de limpeza. Isso é uma pena porque realmente o plot PRINCIPAL da historia é viagem no tempo, podia ter sido melhor aproveitado …

    • Ogro Himself

      Corrigindo: qdo disse "jogar primeiro DottT", quis dizer que ele foi meu primeiro adventure da Lucas Arts, e nao que eu joguei o primeiro DoTT.

  • CARA, eu comprei essa caixa com os jogos q vc falou. Eu deveria ter uns 12 anos e já era absurdamente fã da Lucas arts por conta do DoT e do Full Throttle. Vi essa caixa em uma loja e chorei p meu pai comprar. Foi ai q conheci os outros jogos como Indiana Jones e Sam&Max. O Rogue Squadron era demo.. mas tb era o q eu menos curtia.. n era adventure e nunca fui muito fã d star wars.

  • jorgequerubim

    Ei pessoal do DASH, por qual user poderia contribuir com jogos steam para serem prêmios no jogabilidestiny?

  • blackemotive

    Caraca!! Bela idéia do Jogabilidestiny!! Bem legal pelos Prêmios, mas mais legal ainda pelo fato de que quem for jogar TÊM que saber e, ou pesquisar!! muito legal. Parabéns!!

  • megusta

    Esse game veio com um kit multimídia da Creative sound blaster 16 sei lá o que,que meu pai comprou no milênio passado e eu só fui conseguir fechar ele em 2003 +ou-

  • Cara, que vontade que eu tenho de um dia gostar de jogar Adventures!
    Eu sempre acho foda quando os outros falam ou jogam eles, mas não tenho o talento/paciência pra clicar TODAS as coisas na tela e tal. Its a shame, eu sei 🙁

    Mas muito legal o cast, dashers! Deu pra ter uma visão geral ótima do jogo, pq né, vocês sempre conseguem fazer isso haha
    Abss

  • Pyron

    Putz é impressionante, apesar de vocês sempre abordarem com aquele ar de que "não era tão bom assim", toda vez que eu ouço um cast de vocês sobre títulos clássicos me dá um puta vontade de revisita-los, lá vou eu colocar DotT no meu PSP.

    Cada vez mais me falta tempo…. fuuuu

  • Israel

    Fala Dashers!! Mt bom o cast, apesar de nunca ter jogado DotT, fiquei com a impressão de que passei a infância jogando ^^ Parabéns pelo ótimo trabalho, conheci vocês há pouco tempo e já ouvi todos os Dashs,e to ouvindo os Rounds do NowLoading =D
    Abraços!
    PS: Qual a música que toca antes dos comentários?? PRECISO DESSA MÚSICA!!! =D

  • Grandmaster Meio

    Gostei do episódio. Sobre a nova atração, troquem a música de fundo se possível.

  • Eu conheço muito pouco do tema! Mas gostei muito mesmo de ouví-los comentando sobre. Obrigado!

  • Não joguei DotT. Foi um dos 2 adventures da LucasArts que não experimentei, mas como já manjava a história, ouvi o cast.

    Acho que a chegada dos aparelhos touch ajudou a dar uma revivida no gênero. Lógico que a história recente do sucesso do Tim e, agora, a da Jane Jensen no Kickstarter vai inflamar e gerar muita coisa boa, mas os smartphones tiveram uma importância, pelo menos tirando o gênero do baú.

    Queria saber se a Telltales tem os direitos sobre outros títulos além de Monkey Island, que ficou muito bem feito pra iPhone. Tipo, será que eu posso sonhar com um DotT pro meu smart?

  • Poisony

    Tim Schafer aparentemente levantou a bola pra outros dois veteranos do adventure se jogarem na mania do Kickstart. No caso, a Jane Jensen (Gabriel Knight) e o Al Lowe (Leisure Suit Larry).

    Pessoalmente, achei a ideia da Jane Jensen bem mais interessante.

    Seguem os links:
    http://www.kickstarter.com/projects/1451923705/mahttp://www.kickstarter.com/projects/1005365109/ja

  • Clei

    Vocês bem que podiam por as atualizações de quando lançar o cast na página do Facebook tbm, ou pelo menos ligar o Twitter ao Facebook.
    Vlw!

    • Ta meio parado por lá! Mas vou voltar a atualizar a página com os casts =)

  • Leo

    Esperando pelo cast de amanhã do Suda 51

  • B0NATTI

    Clássico foda!

  • Chi

    Rick, tem tanto zumbi, mas taaaanto zumbi nesse mundo, que eu fiquei tãaaaaao saturado, que fiquei saturado em estar saturado. Então pode colocar qualquer outro clichê a vontade (principalmente viajem no tempo) que eu não vou achar saturado.

    De qualquer forma, no meu caso, Day of the tentacle fez parte da minha infância, mas como não sabia absolutamente nada de inglês, nunca terminei esse jogo.

    E eu também boto mais fé nos documentários, tanto é que eu paguei lá no kickstarter só por isso (apesar de ainda não ter visto nada útil lá).

  • Eugênio Paccelli

    Porra, muito foda o cast. Se não fosse o nível de dificuldade alto, eu iria querer jogar! Gosto de adventures nos consoles – como os da telltales pro ps3 – porque trabalho o dia todo com mouse e teclado, dae, ao fim do dia ainda ir jogar com eles parece até que estou trabalhando.

  • Pingback: my review here()

  • MrGameplay3

    Fantástico cast galera! Estou aqui deixando meu PRIMEIRISSÍMO comentário então seus maledentos, sitem meu nome no próximo para que a honra de suas familías seja mantidas – brincadeira, mas tá valendo kkk
    Cheguei a jogar Day quando por cagada fui á uma banca de jornal no dia em que ganhei meu PS2 para em vão ver se comprava jogos pra ele lá – tipo nada a ver mas beleza -, sem sabe dos paranauês, eis que o jornaleiro me oferece uma revista CD-ROM dizendo que o tal jogo contido na mesma deveria rodar normalmente no meu recém chegado console. ÓBVIO que não rodou e como eu não queria ir trocar simplesmente arquivei o CD-ROM que veio – li a revista umas mil vezes. No dia seguinte depois de ler toda a maldita revista e descobrir do que se tratava o CD decido botá-lo no PC – porra eu tinha uns 8 anos na época valeu ?! – e pra minha surpresa rodou – meu PC era tão lixoso que algo rodar nele era um milagre biblíco! – no CD haviam DEMOS de jogos como Monkey Island 3 e Sam and Max 3 S1 mas não só isso : de lambuja ganhei a versão completa do primeiro Monkey Island e junto com ele Day of Tentacle! Achei fantástico ambos os jogos pois tinham uma narrativa que eu nunca havia visto antes, e apesar de difíceis, não desistia, mesmo não tendo o inglês que tenho hoje. No final terminei as 2 DEMOS e o primeiro MK mas nunca finalizei o bemdito Day of Tentacle…quem sabe não o pego pra finalizar nessas férias ?! Bem desejo sucesso á todos e continuem com os ótimos podcasts, no mais nada mais (AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH!);

X