was successfully added to your cart.

DASH #19: Cave Story

Os dashers frentistas robóticos André Campos e Ricardo Dias preparam suas cápsulas de vida, negociam suas armas e coletam todos os pedaços de triforce que puderem encontrar enquanto se preparam para mais uma aventura, dessa vez ao lado de Juunin do blog Violão de 8 Bits!

Juntos eles vão relembrar, discutir, analisar e curtir as músicas de um dos precursores do revival da pixel art e dos jogos indies como um todo: Cave Story!

Imaginado, criado, programado e composto ao longo de cinco anos pelo exército de um homem só Daisuke Amaya, o Pixel, o que levou esse joguinho gratuito a ainda ser relevante quase dez anos após seu lançamento?

É um metroidvania? De onde tira suas influências? Como funciona o processo criativo de seu autor? Porque a trilha é tão marcante? De onde surgiu a idéia para o Balrog? Ele impressiona além do fato de ter sido feito por uma pessoa só? E afinal, o que leva um ser humano a criar algo como a derradeira fase do jogo?

Atenção: Spoilers de Cave Story!

Tá No seu Turno!

Nossa discussão continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes! Os melhores, mais relevantes e/ou mais aleatórios e-mails serão lidos na próxima edição do DASH.

Principais Jogos Comentados

  • Cave Story (2004, Studio Pixel) – PC
  • Cave Story (2010, Nicalis) – WiiWare
  • Cave Story+ (2011, Nicalis) – PC
  • Cave Story 3D (2011, Nippon Ichi Software) – 3DS

Links

  • SABIA!
    O LiveStream não foi à toa, tinha que ter necessidade pra rejogar.
    Ainda bem que dessa vez teve a tentativa de True Ending, ficaria de fora se eu não avisasse, ou talvez não…

    • Poisony

      Livestream sempre predizendo o tema dos DASHs, hahaha.

      Baixando!

      • Pyron

        Verdade, Livestream realmente são spoilers do Dash, bom que dá um gostinho do que está por vir, mesmo assim os cast acabam sempre surpreendendo.

        • igorritter

          FUDEU então! Vi outro dia la na livestream do Jogabilidade um stream de alguns segundos de… Half-Life

          • Pyron

            Viu.. a teoria se tornou realidade mais uma vez rsrsrs

    • Eu vi o André comprando o jogo no Steam e já sabia.

  • ALisson001_

    Baixando!

  • Haruki

    podcast sobre o melhor jogo indie de todos os tempos… promissor.

  • Só gente qualificada

  • O André tá dando mto mole com estes livestreams pré-casts. =D

  • eu vou tentar arrumar uns 100 pontos de Q.I. a mais e volto a tentar escutar, eu sei que sou chato, mas os "temas propostos" pra mim são bem desinteresantes, não acho o jogabilidade, mas ñ me agradou no fim das contas, eu queria algo mais nowloading e há bons podcasts do genero q falam de uma forma como o nowloading, mais gente, papo informativo, conversa formal, boa sorte ao jogabilidade e os ouvintes que ficam.

    • dariek

      A cara,mesmo que o tema nao me cause interesse,como o do podcast passado,eu baixo e escuto porque,depois de escutar mais de 100 casts com o andre e um pouco menos que isso com o rick,eu sei que o podcast sera bom.

    • Cara, tem vários outros podcasts falando de temas normais, com abordagens mais simples e por isso que eu gosto do DASH, pois ele é diferente dos outros. Entendo o seu lado de querer ver podcasts mais simples, falando daqueles assuntos que todo mundo quer ouvir, porém digo que você está ouvindo o podcast errado, até por que o que você quer tantos outros já oferecem, então não entendo porque você quer que o Dash mude como se não tivesse outras escolhas. Não que o Dash seja superior aos outros, mas o fato dele ser diferente deixa ele único.
      Vou indicar outros excelentes podcasts que provavelmente vão te agradar:
      – Café com games
      – Cidade Gamer
      – Matando Robôs Gigantes Games
      – Supercontrole

  • Zakeu

    Droga! Fiquei dando F5 para ser o primeiro, mas num momento de distração, perdi o trofeu…teria um valor sentimental, pelo menos.

    Enfim, excelente jogo, cheguei no final várias vezes, mas nunca cheguei necessariamente a terminar. Convenhamos que é um jogo que você TEM que olhar num FAQ ou em qualquer coisa deste gênero, como você vai advinha que se você não pegar o jetpack vai ter um final ou item melhor mais adiante?

    É a mesma coisa do Dark Souls/Demon Souls: ou você joga trocentas vezes, ou você vê num faq, é impossível deduzir certas coisas… acho isso meio chato em alguns jogos japoneses…

    Enfim, parabéns pelo tema. Aguardo ansiosamente o cast do Mass Effect 3 (qual estou jogando, e se o final for ruim, eu farei o meu próprio, como fiz com o Skyrim).

    Mas se não rolar logo um de Mass Effect 3, me satisfaço por enquanto com um sobre Minecraft!

  • JOGABILIDASH!

  • Um episódio sobre Cave Story…OBRIGADO!

    Bem que imaginei quando vi o André jogando CS+ feito um louco no Steam durante o FDS.^^

  • Leo

    Nunca ouvi falar de Cave's Story.

    • Zakeu

      Baixa, é de gratís…

    • Poisony

      Tá perdendo um jogaço. Baixa que não vai te arrepender.

    • Agora ouviu. Experimente que é muito bom, principalmente se gostar de desafios.

      Um, bom lugar pra baixar a versão já traduzida para o inglês éesse fan-site que tem absotutamente tudo sobre o game: http://www.cavestory.org/downloads_game.php

  • Espero, do fundo do meu coração, que uma das duas pessoas que não atenderam o telefone no Jogabilidestiny não tenha sido eu (estou sem telefone celular no momento)

  • Cave Story foi um jogo que eu comecei a jogar com 0 expectativa durante uma época de vacas magras. Ele é incrívelmente viciante e a exploração é ótima.

    Minha música favorite (e a única desse jogo que não sai da minha cabeça nunca) é a da primeira Boss Battle http://www.youtube.com/watch?v=TEvawddq6Y8.

    Anyway, baixando…

  • Ricardo Lopes

    Já ouvi falar desse game mas nunca joguei. Vamos ver se me interesso.

  • Aí, segundo a wikipédia o Dreamcast foi lançado em 27 de novembro de 1998. http://en.wikipedia.org/wiki/Dreamcast

    Mas ja que você falou que foi 99 com mais convicção que eu, fica 99 mesmo.

    (um fone melhor tornaria a minha voz menos bizarra?)

    • Opa, mas foi por isso que perguntamos em que ano ele lançou no ocidente! =D

      • (pode crer)
        acho que você editou… Se eu falasse 99 você editaria para oriente… brinks

        • Aí eu teria que mudar o ano de lançamento do Matrix também, muita mão de obra. xD

  • Kevin

    Muito bom, adoro cave Story. Foi um dos jogos indies que mais me surpreendeu. Não lembro ao certo como conheci o jogo, mas logo de cara já me apaixonei. Gosto muito de jogos que focam a exploração do mapa, e Cave story faz isso muito bem. Ainda não escutei o cast, mas espero que vocês não falem só das musicas do jogo e tratem da historia com a mesma profundidade presente nos outros casts.

  • Ricardo Vassili

    Sem querer ser o senhor verdade, mas o próprio majin disse no primeiro episodio, o jogabilidade não é o nowloading.

    Como disse o Gabriel do bitinik no blog dele:
    "O formato do Dash é um pouco menos polido que o do NL: há menos edição e é mais curto. Com apenas dois integrantes, o controle no tópico discutido no Podcast é bem maior, sendo as opiniões de cada um bem mais trabalhadas no tempo proposto (bem diferente do que se fosse com muitos participantes, como era no antigo site). Seguindo as características de ambos, os assuntos tratados são bem escolhidos, mais maturados, aprofundando-se mais sobre o que se é discutido. As piadinhas do antigo site praticamente desaparecem, dando lugar ao delicioso, puro e simples debate. Ao terminar de ouvir um Dash, não há dúvida de que você irá sair com mais conhecimento sobre o assunto do que antes. Aprende-se muito mais do que antes."

    link: http://bitinik.com/post/21450933566/favoritefrida

    Mas no fim das contas opinião é opinião. Se o formato do dash não agrada, existem hoje vários podcast com formato semelhante ao do NL.

  • Ouvindo ainda, mas eu vou com o Junnin, o game tem bastante bactracking, principalmente se o jogador quiser fazer o "good ending".
    Para conseguir a arma mais forte, a Spur é preciso dar uma volta terrivel pro primeiro cenário do game numa área que normalmente você nem percebe que existia.

    Na questão do level das armas, tem uma secreta chamada "memesis" que é uma pegadinha do Daisuke-san. O tiro level 1 dela causa um dano insano enquanto no level 3 ela dispara patos que causam 1 de dano. Neste caso, tem que ficar se esquivando dos triforces de XP o tempo inteiro.^^

    • A gente falou disso tudo! =P

      • Ah, blz. Foi a empolgação.^^ (ouvindo ainda)

  • Os livestreams estão denunciando os casts, tinha quase certeza que seria algo relacionado com o Cave Story, sobre ele joguei a um bom tempo atrás, excelente jogo, muito viciante, ainda tenho que jogar a versão plus, pelo menos comprada já esta.

  • happyjoin

    Eu sabia,as 10 horas desse jogo na steam de cada um denunciou. :/

  • O Sanctuary realmente é extremamente frustrante, levei uns 3 dias tentando, mas Ballos não é tão difícil. Decorando o padrão de movimentos da 1ª forma e não morrendo na aparição da segunda, dá pra vencer se tiver calma, pois muio XP e HP dropam quando se atira nele, dai é só se esquivar e ir recuperando HP.Com persistência dá pra passar.

    AGORA frustrante mesmo são as fases extras, principalmente a Nemesis Challenge que pensava ser impossível até ver um cara conseguir passar no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=EQx4jNk2m_k

    Na versão Plus tem a Wind Fortress que quase me deixou louco, mas tem uma das melhores músicas do game.Comparado e essas, o sanctuary (normal) é fichinha^^

  • Finalmente acabei de ouvir, mas discordo quando vocês disseram que o enredo seria a parte "mais fraca" do jogo. Como assim?Tá certo que não é nenhuma obra de arte em questão de roteiro, mas temos que convir que é extremamente bem elaborado para um jogo indie feito por um cara só. Faltaram algunsSPOILERS importantes sobre a trama que reforçam meu ponto de vista: falaram que Ballos é o chefe verdadeiro, mas não se explicou qual é a dele. No final do jogo Quote fica sabendo que a coroa evil que transforma os doutores em monstros incontroláveis XD na verdade representa apenas uma parte do poder de Ballos, um poderoso feiticeiro que habitava no lugar séculos antes, ao entrar no sanctuary vai aparecendo uma narração que conta a história dele, dizendo que era o irmão overpower porém bondoso de Jenka que foi traido pelo rei local que ficou com inveja dos seus poderes, selando-o nas cavernas depois de tortura-lo o que acabou aumentando ainda mais os poderes latentes dele o enlouquecendo no processo. A coroa servia para que o usuário pudesse liberta-lo. A Curly provavelmente sabia disso e tentou enfrenta-lo, obviamente fracassando na entrada do sanctuary.

    André, a versão do Steam tem achievement pro final good sim, o que acontece é que ele é um dos que estão bugados e raramente desbloqueiam. Acontece principalmente com o de matar Ballos (good ending) e com o de fazer rank S na Wind Fortress, verdadeiras troladas em forma de achievements. O suporte da Nicalis ficou de consertar mas até hoje nada. Quem sabe já não tenham consertado quando vc conseguir terminar?

    No mais, excelente Dash, como sempre. A presença do Junnin deu um brilho especial, além de ser muito justa, já que vira e mexe ele menciona(va) no desaparecido Bit studio.
    Falando em BitStudio, deixo um link que creio ter visto pela primeira vez por lá, de um "disco" com rearanjos das melhores faixas do game feitas por um fã, no geral muito boas: http://foxdragonstudios.com/Cave_Story.html

    • Foi o que falamos da história. O restante do jogo (jobagilidade, arte, música) rivaliza com jogos comerciais. Se levarmos em conta que é um jogo Indie a história ganha muito crédito, mas comparado com o restante do jogo, ainda acho ela a parte mais fraca. E obrigado! Amanhã tem Bit Studio!

  • jorgequerubim

    Muito bom o Dash! estou curioso para jogar esse jogo! para saber o assunto do próximo dash é só acompanhar as atividades do majin no raptr, hehehe.

  • Só eu estou com problemas no iTunes do Dash ? http://cl.ly/0x2F2Z0t3o2F322b272u

    • Patrick batista

      tbm aki

    • De fato com problema! Tentando resolver!

    • Phill

      o mesmo aqui

  • Cast demais galera ja baixei o jogo vou joga lo pra ver como é .

  • Rodrigo_T

    ok… vo mudar minhas expectativas sobre o Dash. N espero mais tittulos como witcher, asura's… etc. Meu problema com o cast era pensar nele como um Nowloading amadurecido. Mas o dash eh bem diferente. Um diferente bom, alguns dos jogos reviews feitos aki deixam todos os NLs anteriories no chao.
    Mas depois da pesquisa que eles fizeram no twitter e o publico clamou por papos filosoficos e games velhos ou indies… eu vi q n sou o publico alvo e tenho q mudar minhas expectativas.

    • Pois é, bem no começo também tinha expectativas de algo parecido com o NowLoading, mas mais crú falando em edição, porem logo depois percebi que ele é algo bem mais autoral/pessoal, não que isso seja ruim bem pelo contrario, acaba se diferenciando do que tem por ai… os cast que mais esperava eram sobre Fallouts, Witchers, RPGs ocidentais oldschools, mas a julgar pelo gosto do Andre e Rick dificilmente sairá alguns desses… mas no fim esta bom do jeito que esta, eu estou curtindo muito..

    • Não pense que estamos limitando nossos temas a jogos indies ou discussões mais vagas. Só estamos escolhendo falar do que temos o que falar.

      Poderiamos ter feito um podcast sobre Asura's Wrath ou Arkham City? Provavelmente. Mas não teríamos nada de especial para dizer sobre esses jogos além do que já foi dito dezenas de vezes por aí.

      Quando a gente escolhe um tema, a principal consideração tem sido: a) você tem alguma opinião forte sobre esse assunto? e b) você tem vontade ou acha importante discutir sobre ele?

      Existem claro várias limitações sobre os jogos que podemos jogar e o tempo que podemos nos dedicar a eles. E é bom lembrar também que estamos numa época de poucos lançamentos, estamos no aguardo de muitas coisas que tem potencial para virar podcast.

      • josibas

        Isso majim me surprienda ainda mais……

      • NãoÉANathy

        SUIKODEN É LEGAL HEIN! FAZ DE SUIKODEN

        • Puxa, se não fosse seu nick, juraria que era a Nathy.

          • NãoÉANathy

            Ainda bem que você sabe que não é a Nathy!

        • É verdade, Suikoden é legal mesmo!

          • já que estamos na parte de sugestões,por favor,pelo menos joguem Cold winter.Eu sei que talvez não lá grande coisa,mas acho que merecia pelo menos mais pessoas soubessem desse jogo.

      • Concordo mas o mesmo tempo digamos tenho uma visão diferente da própria apresentada pela André.

        Quero deixar bem claro que não se trata de uma critica, mas sim a visão de alguém que acompanha o trabalho de vcs desde o finado NL, mas pelo fato de alguma pessoas estarem relativamente “desgostosas”, talvez seja assim como eu, a espera e expectativa de ouvir a opinião de vcs sobre jogos mais hard´s ou em evidencia como ex. os Cast sobre Portal 2 e Dead Space 2…que foram sensacionais…e graças ao que todos vivemos através do NL confesso que acompanho o Dash pelo fato de me identificar com a opinião de vcs, mas se não soubessem da existência de vcs e me apresentarem o podcast que abordou no seu tempo de vida mais jogos Indy´s, talves não teria o hype de toda segunda de manha no trabalho dar F5 na pagina do Jogabilidade.

        Concorda quando diz que não tem relevância falar sobre o um game que tem sido abordado em outros Podcast , mas confesso que mesmo assim ( falando sobre ME3 ) gostaria de ouvir a opinião tanto a sua André quanto a do Ricardo.

        Continuo admirando o Podcast de vcs e não deixaria de ouvir por não se tratar de um tema que inicialmente não me agrade.

        No mais nada mais…

      • Poisony

        Quanto a limitação jogos jogados/tempo, acharia legal se houvesse vez ou outra um cast "indicação de jogos obscuros", saca? Seria um ótimo tapa-buraco pra essa limitação e seria uma ótima forma de não deixar certos títulos que não preencheriam um cast inteiro de fora.

    • Cara,eu eu fiquei animadão com o Dash justamente por ser algo complemente diferente do NL.Eu gostei muito do NL,mas com a mudança da configuração da equipe o Dash não poderia ser apenas uma versão modificada do NL,tinha que ser algo completamente novo.Tanto que hoje eu até prefiro o Dash ao NL.

  • Jonga

    Muito bom o jogo,muito viciante e traz uma nostalgiaa tão boa :3
    otimo cast!

  • josibas

    o meu medo é que as grandes empresas comecem a investir em pequenos jogos por causa do sucesso dos jogos indies , aí bye bye jogos hardcores ..

    • Cave Story é um jogo bem hardcore. Acho que ai você tem que ver o seu conceito de HardCore. O que significa isso para vc?

      • Azul_turquesa

        Primeiramente, jogos "blockbuster" SEMPRE vão existir, porque eles têm um vasto púlbico.
        E depois, quem foi que disse que jogos indies são todos casuais?

        Jogos hardcore não são feitos só de aparências…

    • Eu acho,embora eu possa estar errado,que houve um erro de interpretação do comentário do Josibas.
      O que ele quis dizer é que,exemplificando com Cave Story,um jogo(nunca uso o termo hardcore não importa a ocasião) que tem ousadia tanto para ser diferente e desafiador é comprado pela capcom,que faz o
      Super cave story especial collection Alpha version
      um jogo sem desafio,ousadia feito apenas para arrecadar dinheiro enquanto outros designers indies resolver vender seus jogos,fazendo assim com que pessoas se assustem com a competitividade do mercado indie,desistindo dele.
      Procede,Josibas?

      • josibas

        joguei cave story, ele é sensacional, divertido e desafiante e me da um gosto gostoso dos velhos tempos sabem, tipo aquele cheiro do meu velho mega drive e dos tempos que eu atravessava a madrugada jogando, realmente os jogos indies esta trazendo algo que os blockbuster ñ traz, mas eu tenho uma esplicação perfeita para isso, os game blockbuster tem a tecnologia e os seus 1.080p para se apoiarem no que se diz ultimamente como jogo incrivel, no caso de jogos como cave story ou o cara tem creatividade ou esqueça esse game……..

      • josibas

        É os games das grandes empresas estão interessadas em ganhar dinheiro, que é absolutamente nomal, mas estes games indies principalmente Cave Story é feito com carinho por alguem que gosta de game se ve isso no resultado pois é um jogo ótimo sem fins lucrativos….

    • Marcelo Neves

      Quer algo mais hardcore do que aquele, Meat Boy… rsrs…

    • Se começar a vir um monte de jogos pequenos e bem feitos como esse, eu nem vou sentir falta de Call of Duty.

  • Guilherme V.

    Só eu que estou com problema no Feed do iTunes?

  • O Feed do iTunes não está funcionando direito, estou tentando baixar e sempre trava.

    • Resolvido! Tenta cancelar a assinatura e assinar de novo o podcast, aí deve começar a baixar. Qualquer problema, grita aí!

    • Falando nisso porque a logo do Dash no feed é roxa e preta se aqui ela é amarela e preta?

  • josibas

    è pela recomendação de vcs baixei o jogo e joguei um pouquinho, a principio ele parecer ser mais um joguinho qualquer mas eu vou me aprofundar melhor nele para ver se ele me cativa como cativou todos, se as grandes industrias usassem mais a criatividade do que a tecnologia nós seriamos mais felizes…

  • Pyron

    Malditos Dashers Lá vou eu gastar + 10 doláres no Steam, pior que sempre vi esse jogo e as pessoas comentarem dele e eu sempre fiquei com o pé atrás. Agora vamos lá !!

    Sobre se ele poderia ter saído para os 16 bits eu acho que talvez um port para o Snes seria um pouco prejudicado pelo processamento do console não permitir tantos coisas simultaneas na tela, já para o Megadrive sairia facilmente, e a paleta de cores não exige tanto que o Mega não suporte, e sobre o processamento / quantidade de sprites a Treasure e a Konami já provaram que o console é capaz.

  • Você não estaria confundindo com Terraria?

  • projectcast

    Me culpava por ter parado de jogar cave story,agora eu volto certeza,vlw dash

  • Luciano Renifrow

    Vendo vocês jogando ele durante o fim de semana eu já imaginava que viria um cast por ae mas nao achei que fosse ser tão cedo.
    Agora vou ter que deixar de enrolar e finalmente zerar o Cave Story pra poder ouvir o podcast :S.

  • Poisony

    Você quis dizer: Terraria.

  • natchy

    Não vou pegar nada pra zerar se eu não terminar Persona 3 FES antes. (FES, significando que eu tenho que fechar o The Answer também)

    • Puxa, vai demorar então, dependendo de onde estiver no jogo. Levei 88h pra terminar só a parte normal de P3…

      • Fagudes

        Estou agarrado no ultimo boss por causa a Aigis.

  • Hi-Bard 009

    Adorei o Dash!
    Cave Story é um dos meus jogos favoritos de PC.
    Foi bom que descobri como se salva a Curly, porque eu nao conseguia de jeito nenhum e fiquei muito bolado por ela ter morrido e mais ainda por saber que da pra salva-la.
    Quando esteva no final do jogo eu comecei a explorar novamente os cenarios para ver se achava algo que tinha deixado pra trás. Ai eu vi que o velho da polar gun falava que tinham roubado a arma dele. Entao joguei denovo pra tentar salvar a Curly e ver se eu ganhava algo devolvendo a polar gun. Fiquei feliz por ter descoberto minha arma favorita hehe.
    Cheguei a trocar tambem as duas armas com a baratas la mas nao gostei.
    As unicas coisas que nao descobri eram: como salvar a Curly, onde estava o Tiny man e pra que diabos serve a sala do relógio, que eu pensei que voces fossem comentar sobra mas nao chegaram nem a mencionar.

    • Dinopron

      Eu gostaria muito de ser como você, resistir à tentação de acessar o gamefaqs, e descobrir tudo na raça. Infelizmente eu não sou um "bad enough dude".

    • que sala do relogio?

  • Show de bola, só agora consegui terminar de ouvir, como sempre não conheço o jogo mas gosto de ouvir vocês !!! abraços !!

  • Dinopron

    Cave FUCKING Story!!!! >:O

  • MEU DEUS!o jogabilidestiny de sega!Eu ter ganhado nas duas primeiras perguntas!

    Se não se importam,eu vou me retirar para bater minha cabeça repetidas vezes no muro de chapisco da minha casa

  • Para vocês que não falam inglês,no fan-site(cave story não tem site oficial)tem o jogo traduzido em português de portugal(queria ter trazido pro português brasileiro,mas não tive tempo ainda).Link abaixo: http://www.cavestory.org/downloads_game.php

  • pedro nogueira

    Como sempre, eu vou escutar até a parte em que não tem Spoilers, baixar o jogo, jogar e depois voltar a escutar o cast. Mas enquanto isso, eu deixo uma sugestão :

    André e Rick, por quê vocês não fazem um episodio falando dos jogos para a Plataforma iOS ? Tá certo que não é tão popular entre o publico hardcore teoricamente sendo o público alvo do Jogabilidade, mas seria perfeito ouvir ao menos sobre alguns jogos legais da platagorma que eu talvez não tenha jogado. Ghost Trick foi o caso, e eu quero mais. 🙂

    Continuem o ótimo trabalho.

  • Acho Cave Story e Metroid muito parecidos: demora para aprender como jogar, a dificuldade é alta e tem horas que você fica perdido, sem saber para onde ir.

    Aproveitando, quero recomendar Lone Survivor, enquanto ta com 20% de desconto, joguem para fazer um cast sobre ele =P

  • fou_lu

    Caramba o Jogabilida.de é praticamente um "Indiecast", em 19 programas acho que mais de 5 foram de jogos indies. Infelizmente acho que esse vou passar, já que nunca joguei esse tal de Cave Story e nem sei se vou jogar já que não curto muito esses jogos em Pixel art.
    O motivo disso eu creio que seja por que eu tenho um certo "trauma" da geração 8 bits, por tê-la vivido depois da 16 graças a merda daquela imitação barata de playstation, o polystation(não minha mãe não comprou um pensando que era um playstation, acabei tendo um simplesmente por falta de recursos).

    • Poisony

      Torço pra que você vença esse trauma do Polystation. Liberte-seeeee!

  • Sensacional…mas o que me cativou ainda mais foi o fato de estar em japonês, ( explica uma coisa dessa…rs) Me recordei do tempo que joguei Vagrant Story em japonês e foi phoda assim mesmo.

    • Poisony

      Quando joguei o Cave Story em japonês me lembrei também dessa época que a gente pegava RPG pra jogar sem entender nada do que tava escrito e ia na cara e na coragem, chutando todas as opções possíveis, hahaha.

    • josibas

      eu achei uma versão portugues portugal …

  • pedro nogueira

    Estou jogando o Cave Story e posso confirmar tudo o que foi dito no cast (não consegui ficar sem ouvir até o final), dificil mas viciante. JOGUEM!

  • harryalerta

    Ola Dashers, Sou o Gustavo, 18 anos, estudante de matemática, Brasília.
    Eu conheci o jogo pelo dash, mas não ouvi a parte que comentava a história antes de jogá-la, consegui terminá-lo em dois dias e discordo com vocês na questão do enredo ser fraco.
    Eu achei ele bom, por possuir seus mistérios, suas reviravoltas e principalmente pelo sentimento que tive ao ver cada um dos personagens que eu me importei morrendo, muitas vezes pela minha mão. Diria até que a mecânica e a jogabilida.de não me cativaram tanto, o que eu realmente queria era ajudar aquelas pequenas criaturas inocentes (apesar do que o google image nos mostra).
    Quando eu terminei o jogo pelo final comum e vi que a ilha havia caído e que, por consequência, todos os mimigas haviam morrido, eu voltei correndo para terminar de ouvir o cast na esperança de conhecer um final mais feliz, mas não foi o caso, fazer o quê? né?
    P.S.: acho que vocês poderiam ter deixado claro no final da leitura de emails que haveria uma parte do cast segura de spoilers para que aqueles que, assim como eu, não gostam de spoilers, saibam que podem ouvir parte do cast sem medo de ter a experiência comprometida.
    P.S.: Sempre Alerta, Rick.

  • re-encontro vcs com site novo e falando de CaveStory… muito bom!! 😀

  • Fagudes

    Mimiga é uma palavra muito maneira.

  • Vocês falaram sobre o teste do tempo e um pouco de nostalgia. A galera do Supercontrole também entrou na roda. Então: acho que Cave Story invoca uma boa nostalgia por ser um jogo novo (não tô falando de ter sido lançado recentemente, mas dentro dessa nova safra de games), que implementa e melhora velhas mecânicas.

    Talvez esse tenha sido o segredo do sucesso dele. CS não tem nada de novo e inovador. É um bom jogo que explora muito bem o que já foi feito e coloca uma pitada de história, que como vocês falaram, é fraquinha mas tem lá o seu charme.

    Só não acho ele melhor por causa da dificuldade. Ele começa fácil e só no final fica dificil (bem dificil). Queria que ele liberasse o inferno na Terra logo no início. Aí sim o sentimento de nostalgia estaria completo, como todas aquelas filhas da putagem de games antigos.

    Não sou nenhum adorador cegueta de jogos velhos, mas foi muito bom ver Cave Story pegar esse sentimento e a jogabilidade e mostrar como o tempo pode melhorar muito essas coisas.

  • josibas

    joguei cave story, ele é sensacional, divertido e desafiante e me da um gosto gostoso dos velhos tempos sabem, tipo aquele cheiro do meu velho mega drive e dos tempos que eu atravessava a madrugada jogando, realmente os jogos indies esta trazendo algo que os blockbuster ñ traz, mas eu tenho uma esplicação perfeita para isso, os game blockbuster tem a tecnologia e os seus 1.080p para se apoiarem no que se diz ultimamente como jogo incrivel, no caso de jogos como cave story ou o cara tem creatividade ou esqueça esse game……..

  • Joguei esse jogo na versão original, e pelo menos motivo do Juunin, comprei no Steam quando saiu o Cave Story+. É realmente incrível como o Pixel conseguiu fazer essa porra desse jogo AHAHA
    Já tive uma adolescência triste por nunca conseguir terminar um jogo NO RPG MAKER! Imagina… 🙁

    Ótimo cast esse 😀

  • josibas

    Vcs esqueceram de dizer que tem uma versão em portugues portugal que é ótimo pra quem é noob em ingles……

  • Fagudes

    [Spoiler?]

    Eis que eu acho um cachorro e penso: Vou fazer uma boa ação. Vou dar ele para aquela velha que eu vi lá atraz.

    Chegando lá a velha agradece e me pede mais quatro? QUATRO? O que esta mulher de idade avançada quer com tantos cachorros? Por qual motivo ela deixou eles fugirem meys. Ela não viu que tem caveirinhas acopladas em papagaios que podem ser perigosos? Essa velha é foda.

    • josibas

      bom pra quem mora num lugar como aquele só com tanto cachorro para proteger o barraco kkkkk

  • Heitor Polidoro

    Você citaram que tem várias referências no jogo, mas esqueceram de uma: Buraco no chão que leva pro inferno com nome de Sanctuary, é Diablo!!

    Pra quem não sabe, Sanctuary é o nome do mundo do Diablo e no primeiro você ia descendo até o inferno e tinham atalhos a cada (mais ou menos) 4 níveis, e o atalho pro inferno era um buraco no chão em Tristam =D

    Excelente cast!

  • Fillipe

    Continuo jogando desde o lancamento do cast! A last cave é um lugar desgraçado.

  • Dica: Cave Store por 2.49 (R$ 5,06) no Steam, expira em 4 horas!
    http://store.steampowered.com/app/200900/

  • Raphael Santana

    Tenho 31 anos e jogo desde o Odyssey (meu 1º videogame) e já joguei muita coisa na minha vida.
    Porém, por alguns caminhos que escolhemos, fiquei um bom tempo sem jogar videogame (de 1999 a 2008) e perdi quase tudo dessa época.
    Escutei o cast e decidi testar o jogo por recomendação de vocês (já tinha seguido a sugestão do To The Moon e não me arrependi).
    Novamente me surpreendi e me diverti muito com o jogo. Nesse momento que escrevo estou tentando passar daquele núcleo logo após derrotar o Dr!!
    Saibam que vocês fazem um grande trabalho ao nos trazer a luz jogos que muitos ainda não conhecem (por incrivel que pareça)!!

  • Pingback: asphalt mixing plant nikko 1000()

  • Pingback: DASH #74: A Cena Indie Japonesa | Jogabilidade!()