Sejam bem-vindos à mais uma temporada do Jogabilidade Anime Club Knights, caros membros remotos!

Nessa que começa, além dos excelentíssimos Superintendente Rick, Barão Sushi e Califa Corraini, recebemos também o soberbo Daimyo Fernando Mucioli como convidado, que já estreia indicando o clássico Mobile Suit Gundam e nos dá uma breve aula sobre uma das séries mais importantes da animação japonesa, a origem do Real Robot, os traumas da guerra e crianças soldado.

Como sempre, é recomendado o consumo prévio da obra, pois todos os seus detalhes e minúcias serão expostos em completude.

Ao final do debate, um dos outros membros será sorteado e escolherá o tema da próxima reunião. Mas caso já queira saber de antemão, clique aqui.

O que achaste?

A sessão do clube continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes!

Links:

Blocos do Podcast

  • Gundam, Gundam e mais Gundam
  • Alex Amaro

    Fiquei com muita vontade de assistir o anime, mas só o pouco que Mucioli falou do Gundam dando uma voadora no prédio eu fiquei com mais vontade ainda de assistir este outro XD

  • Caceta, como é bom ver um dos meus animes favoritos sendo recomendado aqui. Agradecendo ao Tengu por ter trago Gundam pra galera, porque é algo que realmente mais gente devia dar uma conferida. Gundam é algo que eu fui ter contato de começar a assistir mesmo e tal há só um pouco mais de 1 ano, mas já é uma franquia e desde então….. acabei assistindo tudo que saiu de Gundam até hoje (o plano inicial era só ver os do Universal Century, mas acabei vendo tudo). Tem alguns que eu gosto, outros que não gosto tanto, uns que eu odeio (Gundam Wing mesmo que citaram de passagem eu não consegui gostar de jeito nenhum, e G Gundam é uma das coisas mais hot-blooded que já assisti na vida e é realmente MUITO divertido)

    [num breve comentário: eita nóis esse spoiler do final de Ideon no comecinho. Ainda bem que eu já tinha assistido antes. E a propósito, é outra parada que eu recomendo bastante e possivelmente renderia uma discussão maneira aqui no JACK, especialmente o filme de conclusão dele que é bem à lá End of Evangelion, enquanto a série é meio que um proto-Evangelion do início dos anos 80]

    O podcast foi ótimo e vocês tocaram em pontos bem importantes da história e fizeram uma discussão bem legal e breve. Boa parte de alguns momentos que vocês citaram da história eu gosto muito, especialmente no 3º filme. E mano do céu, eu acho a cena da morte da Lalah um bagulho bad vibe pra caralho, mas é talvez uma das minhas cenas favoritas e vira e mexe eu reassisto ela só pela viagem maluca visual e pela música daquele momento.

    E bom, se tiverem interessados e pra galera que for ouvir e comentar aqui o podcast, eu fiz um guia organizando todas as séries de Gundam lançadas até hoje, explicando como tudo funciona, como recomendo assistir e um pouco da minha opinião sobre cada uma (apesar de eu ter umas opiniões meio impopulares, tipo gostar de ZZ Gundam e Gundam AGE, por exemplo), espero que seja útil pra alguém: https://missionfiction.wordpress.com/2015/06/12/gundam-guia-completo-para-iniciantes/

    Parabéns pelo ótimo cast e continuem o ótimo trabalho no Jogabilidade!

  • Jacarepaguá – A zona Negativa

    To ficando sufocado… tem Jack… com menos de 6 meses… constantemente… Overdose!! oO

    • Jacarepaguá – A zona Negativa

      Brinks, continua fazendo assim q ta bom. o/

  • Anderson

    muito bom esse podcast, mas já sobre o próximo deixo aqui o comentário: estilo sobre substancia.
    Queria assistir aos filmes de Gundam mas não acho em lugar nenhum. Eu vi a serie em mangá a um bom tempo.

  • Pingback: JACK #11: Mobile Suit Gundam | Podflix()

  • IcaroBrendel

    Corra não indicou putaria? Devolvam o verdadeiro Corra.

    • Quase me bateram no Oretama, tô de boinha agora.

    • (Linkle)yuzurity

      devolvam o verdadeiro!!

  • Assisti esses filmes de Gundam tem muito tempo e o JACK não só me deu vontade de rever, mas como tentar me aprofundar no UC de Gundam, principalmente para poder assistir Gundam Unicorn, que é um dos animes mais bem animados que eu já vi.

    Mas eu estou aqui para fazer uma sugestão. O diretor do filme Summer Wars, Mamoru Hosoda, também dirigiu um filme de Digimon chamado Digimon Adventure: Bokura no War Game e esses dois filmes são controversos por serem um tanto quanto… similares. Se vossas excelências tiverem tempo e paciência para procurar e assistir também o filme de Digimon para poderem traçar os paralelos entre as obras, acho que enriqueceria a discussão

  • kiich

    Eu não quero ser o cara chato, mas é complicado comparar a movimentação dos EVAs com Gundam, porquê ao contrário do que foi dito no cast EVAs não são robôs, são seres vivos.

    • Sushi0

      Shhhhhhh spoiler! Eu falei, mas cortei pra não ter spoiler de um anime que não esperavam.

      • kiich

        M-mas no primeiro episódio o EVA01 sangra e grita ;______;

        • Sushi0

          O que parece estranho, mas no outro episódio ele já está com outro braço e normal. Você só sabe mesmo que ele é um ser vivo debaixo de uma armadura bem mais pro final.

  • Marcos Silva
  • Gabriel Bittencourt

    Gente, alguém tem um link para download? Só achei os torrent fuleragem.

  • VictorHK1

    Também não consegui achar para assistir o Gundam, mas vou ouvir mesmo assim, quero tentar entender o amor do pessoal por esse anime. Sempre tive aquela sensação de que Gundam é o Star Trek japonês: dizem que é bom, só que não é tão bom assim e exageram por ter sido uma das primeiras a introduzir aqueles conceitos (mas é só mais ou menos mesmo). Espero estar errado sobre isso. E já deixo meu S2 de antemão pra quem fez essa indicação do próximo episódio aí.

  • (Linkle)yuzurity

    Jack sensacional, realmente quando se tem um daimaou a qualidade só aumenta. Muito de Gundan que eu conheço foi for conta do Gundam Wing( me julguem). Mas foi legal ver as opiniões de todos e descobrir que tem um Gundam com o nome do “Rick” , e principalmente o final que foi uma grande discussão entre dolinho e Montain Drew! continuem assim e mal espero pelo próximo Jack!!

  • Shirokasi

    Ótimo JACK, Gundam é uma série que sempre tive interesse, mas tinha preguiça de começar pela quantidade absurda de séries, graças a vocês finalmente deixei a preguiça de lado e vi a trilogia de filmes.

    Gostei muito, pela forma que ele aborda guerra com tanta seriedade numa época onde anime de robô gigante tinha que vender brinquedo.

    Porém, minha maior critica é que não senti que estava assistindo um filme, mas sim um compiladão de episódios, as vezes ficava um pouco cansativo por ser uma série antiga com um ritmo mais lento.

    Mas os filmes me incentivaram a continuar com a série, tanto que já estou assistindo Zeta Gundam.

  • Igor Deschamps

    BIG ZAM

    • slashrick

      BIG ZAM

  • Armoderic

    Eu gostei muito dos filmes, tipo já havia assistido outros Gundams, como o Wing, Seed e o 00, mas até então nenhum dos originais e após ver os filmes penso em ver o Zeta.

    Uma coisa curiosa de observar é que existe uma certa sensação de desgaste das forças militares envolvidas – seja em um momento quando as forças da federação estão com a moral tão baixa que o Amuro precisa mentir que o plano vai dar certo para eles não desertarem ou quando próximo do fim, um dos comandantes de Zion explica que a mal performance das forças de Zion na batalha final deve ao fato que eles estão usando recrutas que é quando você se dá conta, que Zion tirando o Char não tem quase mais nenhum grande piloto ou soldado, pois todos eles (sendo alguns personagem marcantes como Ramba) morreram. Inclusive, como você apontaram, o Char tem que ir em um mecha que nem está pronto direito. Alias, outro curioso pararelo – Zion no fim dos filmes tem uma semelhança forte com a Alemanha no fim de guerra (talvez mais da primeira do que dá segunda, uma vez que Zion tem a queda de um governo aristocrático).

    Uma coisa que me deixou confuso, mas depois percebi que era para ser uma ironia, é o fato que o Gihren Zabi apesar do discurso dele, totalmente ignorava o neotypes… (no começo achei que ele se referia a eles) o que em certo modo acelerou a ruina de Zion…

  • frases_Mr.Satan

    Parabéns pela iniciativa de falar do tema, apesar do cast fraco!

    • Sushi0

      Não lembrava dessa frase do Mr Satan.

      • frases_Mr.Satan

        vou mandar uma clássica então:
        Não podemos fazer nada para impedir; só de ver a posição de luta dele fica claro que o jovem é um principiante(Amuro no caso).
        Não podemos fazer nada para impedir; só de ver ouvir o cast fica claro que os jovens são uns principiantes. (adaptado para vocês.)

        • Sushi0

          Agora sim! (y)

  • Grillo

    O programa tá TÃO FODA que eu parei de ouvir porque decidi assistir os filmes. Parabéns galera 🙂

  • João Cláudio Fidelis

    Olá nobres de grande garbo e elegância que nos brindam com as tão bem colocadas impressões sobre a nobre arte das animações nipônicas! Já ouço o programa faz um tempo, mas com Gundam que me motivou a mandar esse meu humilde comentário. Por acaso estava eu já assistindo o Mobile Suit Gundam (a série de TV de 44 episódios) e até parei de ouvir para terminar a série e voltar aqui. Já tinha assistido outros Gundam, como o 0083, o Formula F-91, MS 8th Platoon Gundam, e o controverso Gundam Wing, mas nunca o original. Como cresci assistindo animes na extinta e saudosa Rede Manchete, me adaptei muito bem ao traço e animação setentista e mergulhei na história. Realmente o Tomino (o chato do criador do Gundam, que assisti uma palestra quando ele veio ao Brasil alguns anos atrás, que ele falou 90% de literatura japonesa e 10% dos trabalhos dele) tem um viés bem pessimista, ainda que ele coloca um quê de esperança. Sobre os New Types, eu acredito que seja algo que não estava planejado na história original, mas foi algo que surgiu em pleno desenvolvimento da série.

    Pra terminar, sugiro uma série que influenciou muito o Gundam, e por acaso é outra lenda no Japão: Space Battleship Yamato (que passou no Brasil com o nome de Patrulha Estelar). Recomendo assistir a série de 1974 e o excelente remake Space Battleship Yamato 2199 de 2013, pois ele também aborda muito esse lance de guerra, pessoas e também metáforas BEM mais evidentes da Segunda Guerra Mundial. Excelente programa!

    OBS: Caio Corraíne tamos juntos, também gostei de Kill la Kill! 🙂

  • João Cláudio Fidelis

    OBS2: Na série o pai do Amuro não morre. E ele também encontra a mãe.

  • D Motta

    É eu achando q Gundam era q nem Kamen rider

  • Ghostfighter

    Os NewTypes são tipo uns Jedis ou x-men,a ficha deles é muito roubada….
    Mas quêm saiu na frente foi Zeon,os Zaku eram melhores no começo e Gundam mudou tudo.
    E se vcs são manjadores de rola de Gundam vc vão pirar no Gundam Unicorn.