was successfully added to your cart.

Com o fim do ano vem o verão e, com ele, muito calor no coração e, como não poderia deixar de ser, uma pitadinha de guerra e truco.

Na última reunião de seu predileto grupo da mais alta estirpe neste ano de 2015, retornam Superintendente Rick, Barão Sushi, Califa Corraini e o Daimyo Fernando Mucioli para debater o colorido, quente e aconchegante Summer Wars, uma história sobre como Kenji Koiso, numa viagem ao interior, descobre sobre valores familiares, coelhos e asuras num mundo virtual.

Como sempre, é recomendado o consumo prévio da obra, pois todos os seus detalhes e minúcias serão expostos em completude.

Ao final do debate, um dos outros membros será sorteado e escolherá o tema da próxima reunião. Mas caso já queira saber de antemão, clique aqui.

O que achaste?

A sessão do clube continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes!

Links:

Trilha do Podcast

  • “Moonlight Blues”, por Bruce Maginnis
  • “Summer Wars”, de Summer Wars

Blocos do Podcast

  • Summer Wars: 0:00:00
  • Nilson Diniz Vieira

    A animação de 1991 Omohide poro poro (Only Yesterday) do Studio Ghibli vai estrear, em inglês, amanhã nos cinemas estados unidenses da América que fica mais para o norte.

  • Shirokasi

    Valeu Sushi por ter recomendando Stand Alone Complex, ele tá no meu backlog faz anos, agora tenho uma motivação pra assistir.

    Só tinha assistido o primeiro filme (que eu gosto muito).

  • Hugo Salgueiro

    Um dos momentos que eu mais gostei, e achei estranho o Rick não ter comentado, foi o do Tiozão do Pavê, logo no início, no primeiro jantar em família. Ele vira pro Kenji todo tipo “Se você é o namorado da Natsuki então você já fizeram né? Fala pra galera.”, assegurando seu posto de Tiozão do Pavê.

  • IcaroBrendel

    Uma coisa que vocês não falaram é que a família não curte muito o Wabisuke porque ele é filho da amante. A própria Sakae explica isso, quando ela conta que o marido chegou com uma criança apos uma viajem, e mesmo sabendo que ele era fruto de traição ela sempre criou ele como um dos filhos dela.

  • Pedro Santos

    Olá a todos os participantes do JACK!

    Primeira vez comentando por aqui, mas já os acompanho há um tempinho (desde o cast de Cowboy Bebop, acredito eu). Antes de tudo, devo dizer que curti bastante o programa! Fico feliz que uma obra de um dos meu diretores favoritos (mesmo eu achando Summer Wars a mais fraquinha de suas produções originais) tenha recebido um podcast tão bacana.

    Uma cena que eu gostaria de ressaltar por todo o peso que possui e pela qualidade da direção do Mamoru Hosoda é esta (ela está cortada, mas é o que tem pra hoje): https://www.youtube.com/watch?v=b_TIahFGVT8

    Acredito que ela seja importantíssima não só para ressaltar como a Natsuki e o Kenji se aproximam cada vez mais (tendo assim um romance desenvolvido de forma bem gradual), como também demonstra o turning point para o personagem do Kenji, em que a partir dali ele se mostra alguém bem mais ativo e participativo. E tudo isso nos é contado pela ótima cinematografia da cena, sem a necessidade de recorrer à diversos diálogos sobre isso. Enfim, o Hosoda é um diretor que sabe muito bem quando e como utilizar a animação para contar a história que quer. Não é a toa que, atualmente, ele é considerado por muitos o principal representante da animação japonesa no cenário internacional.

    Bom, como eu já comentei com o Corraini pelo twitter, vou deixar a recomendação dos outros filmes originais do diretor: The Girl Who Leapt Through Time (o meu favorito) e Wolf Children (ao meu ver, a melhor produção do Hosoda até agora). Também tem o recente The Boy and The Beast, que estreou no verão japonês de 2015, mas que não pude assistir pois ainda não foi legendado por algum fansub (é preciso esperar sair o Blu Ray, acredito eu).

    No mais, continuem com o bom trabalho! (y)

    PS: Também agradeço ao Sushi por indicar o GitS Stand Alone Complex para o próximo JACK. Estava na minha plan to watch há um bom tempo, heheh.

    • Pedro Santos

      Cacete, a thumbnail do vídeo saiu gigantesca o.0

      Tem como diminuir isso?

  • Lucas Cavalcante

    Só queria comentar uma coisa que vocês perderam, e acho que dá um peso a mais pro filme: Wabsuki não é neto da Sakae, ele é filho ilegítimo do marido dela. Eles falam isso em algum momento durante a chegada do Wabsuki. É um negócio bem simples, mas acho que muda bastante a percepção da relação entre os dois e do papel do Wabsuki no filme

    • Marco Willen

      Sim, ele é filho do Avó, com uma amante, o que faz ele ser hostilizado e querer fazer tudo para ‘Provar o seu valor’. E isso faz a história parecer diferente do ponto de vista dele.

  • Pessoal do Jogabilidade,deem uma estimativa de quantos anos até termos um JACK de Yu Yu Hakusho??

    • Sushi0

      Pravelmente não teremos

  • Marco Willen

    Chorando só de ler o tema.
    Um Jack sobre um dos meus filmes favoritos. Eu amo vocês. Terei que virar Patrão agora.

  • Bom cast, gostei. Ao contrário do que foi dito no início do programa, Summer Wars é sim também um mangá. E foi através do mangá que fiquei conhecendo a história, ainda não vi o filme. Mas pela descrição, parece que o mangá é bem fiel ao filme, pois lembro de tudo que foi mencionado.

    Agora, sobre uma coisa que o Sushi disse no final: “a gente tem que chegar na tecnologia de ter gif ao invés de quadro”. Tipo, um porta-retratos digital? http://search.pontofrio.com.br/search?w=porta%20retrato%20digital (e para fazer um “quadro” é só pegar uma TV bem fina e deixar reproduzindo o mesmo GIF/Vídeo em loop :D)

  • Ghost In The Shell: Stand Alone Complex!!! Agora eu assisto isso até o fim. Parei lá no episódio 6. Uma coisa que gosto muito que não tem a ver com a história é a música de abertura. Gosto do fato dela ser cantada em RUSSO (além de inglês e Latim)!! 😀

    • Sushi0

      A abertura é muito foda. Yoko Kano é amor <3

  • Jacarepaguá – FÊNIX Reptiliana

    One Punch Man vai ser o pick do Riki?? Vai ter Jack de One Punch?(ok, sei que é recente, mas avassalou a internet, depois da série animada)

    • Sushi0

      Não será o próximo, mas eventualmente terá sim

  • Atos Ferreira Machado

    Achei estranho não citarem que o Summer Wars possui exatamente o mesmo plot do filme “Digimon Adventure: Bokura no War Game!” também dirigido pelo Mamoru Hosoda. A estrutura é tão idêntica que até me lembrou de um certo filme que vi recentemente no cinema que se passa num galáxia muito distante. Apesar dessa repetição, os personagens do Summer Wars são muito mais carismáticos e melhor desenvolvidos, o que torna a experiência bem mais agradável do que no filme do Digimon. Só acho que não gosto muito da participação da Natsuki, por achar ela mais um plot device que uma personagem mesmo. Inclusive é até esquisito que ela apareça na frente de cartazes promocionais se ela nem é a mais importante na história. No mais muito bom Jack. Eu pulei alguns por não ter assistido as obras comentadas, mas nesse caso como já conhecia a obra e lembrava muito bem da mesma, não podia deixar de trazer minha colocações sobre o programa. Abraços.

    • Não comentei do filme do Digimon porque vou confessar que nunca fui muito fã (era bem novo na época e fui um dos babacas que “escolheu um lado”, daí lambia o saco de Pokémon e não assistia o outro anime de birra).

      Mas é boa a animação?

      • Atos Ferreira Machado

        Sim, é bem bacana. Dá até para notar algumas características das produções do Hosoda como o contorno alaranjado dos personagens. Só que como comentei, ele tem exatamente o mesmo plot do Summer Wars. Se você ler a sinopse do filme você vai entender. O chato é que por se tratar de um filme de 40 min, não dá para desenvolver muito os personagens, no máximo um conflito do protagonista Tai. E não sei se você sabe, mas o “Digimon: O filme” lançado no ocidente é um recorte de três animações separadas, sendo uma delas o “Digimon Adventure: Bokura no War Game!”.

        • Pedro Floriano

          Eu tinha vindo pra comentar exatamente isso!
          A união da família é o Ominimon.
          E o pessoal dando seus avatares pra garota é o Ominimon recebendo os e-mails!
          Vale destacar que o visual da internet é igual ao de Oz.

  • Vini

    Primeiramente ótimo cast. Quando assisti pela primeira vez o filme, não compreendia muito a história e eu era bem novo, assisti de novo e praticamente conheci outro filme, claro que durante esse tempo passei por várias experiências e amadureci também. Com certeza Summer Wars é uma obra que eu tenho muito carinho e sempre é bom escutar opiniões de outras pessoas sobre o filme, principalmente quando são vocês. Se aceitarem sugestões de obras, deem uma chance para Katanagatari que é meu Top 1 de animação. Abraços.

  • Pedro Floriano

    Eu li o mangá do Gits, é a mesma coisa que o Stand Alone?

  • Artur Oliveira

    Ótimo podcast.
    Não sei se vocês estão abertos a sugestões de mangás para falar sobre no Jack, mas mesmo assim irei sugerir o meu mangá favorito que se chama Onani Master Kurosawa. É um mangá bem curto de 30 capítulos mas que me impactou muito e apesar do que o título sugere ( A tradução seria literalmente ” Mestre da masturbação Kurosawa” é o mangá mais profundo e intenso emocionalmente que eu já li.