was successfully added to your cart.

Você que procura a iluminação ante as diversas mazelas da existência, que anseia por trilhar caminhos menos tortuosos em busca de uma presença confortável neste plano astral, que suplica por uma migalha de sabedoria no átimo mais importante de uma rotina desregrada… Você veio ao lugar certo.

No Linha Quente, este nosso novo canal de sapiência e muita streetwise (todos tiramos vinte no dado e somos os Lordes das Ruas), responderemos todas as suas questões sobre qualquer assunto.

É sério. Qualquer um.

Neste décimo episódio, oferecemos um pouco de nossa extrema erudição sobre assuntos que passam pelo perigo de um buraco na parede, o pavor do envelhecimento, nosso husbando em Resident Evil, rejeições e muito mais.

Abunde-se em um lugar confortável e esteja preparado(a) para expandir os horizontes de sua mente!

Tem alguma dúvida insaciável?

Basta clicar aqui e enviar sua pergunta.

Links:

Trilha do Podcast

  • “Tiger Balm” por Bob Bradley/Noel Dennis
  • “Early Summer” por Miami Nights 1984
  • “Last Embrace” por Makeup and Vanity Set
  • “Dust” por M.O.O.N.
  • “Elevator of Love” por Miami Nights 1984
  • “Turing Sequence” por Makeup and Vanity Set
  • “Plus Four” por M.O.O.N.
  • “On the Run” por Miami Nights 1984
  • “Memory Cycle” por Makeup and Vanity Set
  • “Delay” por M.O.O.N.
  • “Sunset Cruise” por Miami Nights 1984
  • “Senses Dynamics” por Makeup and Vanity Set

Blocos do Podcast

  • Primeira Pergunta: 2:23
  • Segunda Pergunta: 4:20
  • Terceira Pergunta: 28:20
  • Quarta Pergunta: 34:04
  • Quinta Pergunta: 45:02
  • Sexta Pergunta: 52:35
  • Henrique Tavares

    Husbando em Resident Evil? Ao ler isso tive aquela esperança de ouvir a Pam no Linha Quente.

    • Guilherme Barros

      Eu tbm kkkkk

  • Arthur Ruiz

    Cara, o Rick é um sábio.

  • Thiago Nunes

    Não é muito refinado, mas pensei na seguinte resposta para o insulto das meninas:

    No meio DO SEU CU, QUE TAL?

    Sim, eu sei, precisa de desenvolvimento ainda.

    • CD falsificado de Playstation

      Como o André diria, “uma misoginia casual”.
      C A S U A L
      A
      S
      U
      A
      L

      • Guilherme Sena C C

        Não seria misoginia porque não é nenhum atentado específico contra o gênero feminino.

      • Thiago Nunes

        Foi o melhor que consegui com o material “Eu ia no do meio”, mas aceito sugestões da comunidade!

  • PILOT

    O André gosta tanto de Yu Yu Hakusho que ele tem o mesmo pensamento do Toguro sobre o envelhecimento humano.

  • Guilherme Barros

    Muito bom o cast, senhores, com sempre =)

  • Pingback: Linha Quente #10: Eu Ia No do Meio | Podflix()

  • Com relação a discussão das carreiras e do futuro… Pensa no caso do Jovem Nerd. Eles eram um blog de posts, e não tinham podcasts. Do nada esse virou o carro-chefe deles. Daí eles criaram uma loja pra vender fanservice. Depois resolveram fazer vídeos (o que quase rouba a importância do NC hoje em dia, acredito). Fizeram até rede social lol. Agora tão na parada de fazer uma loja ala Geek da Cultura. Eles foram se adaptando e criando coisas do nada, então acho que é assim q tem q ser. Se preocupar menos e ir indo e se adaptando, sendo resiliente. Só não pode desistir só porque as coisas andam ruins, não perder o foco… Eles mesmos já acabaram e voltaram várias vezes. Se vocês tem convicção que o que vocês estão fazendo tem futuro e tem potencial, tem que seguir sem medo dos momentos ruins.

    • CD falsificado de Playstation

      Isso me lembra uma palestra da Paymony (grande Marcus Pança, deve estar escondido dos devedores em Manaus, terra dos cornos).

      Mas é bem por aí mesmo. Lembro que a Skynerd foi meio que um tiro no escuro, pois eles não tinham uma equipe séria para realizar a manutenção da rede, e acabou que a rede foi esvaziando, esvaziando… até acabar. No final nem eles mesmos postavam lá. Veja também que eles souberam aproveitar bem o nicho deles, coisa que ninguém tinha feito até então. Eles colocaram o pé na porta desde 2006~2007, e assim que o JN saiu do emprego, a coisa foi deslanchando, coincidentemente com o tal do “Nerd Power” (internacionalmente, digo). Como você deve saber, eles tiveram alguns outros percalços no caminho, como os famigerados bottons (eles disseram no podcast que ninguém comprou aquilo), que foi uma das primeiras coisas que eles tentaram vender, e problemas com distribuição, mas mesmo assim não desistiram, pois aquilo ali tinha potencial. Eu ainda acho que a Nerdstore é o que eles têm de menor, e eles ganham mais mesmo são com os vídeos e merchans nos podcasts, mas está lá. Um marco, por assim dizer.

      Sinceramente, eu acho que ainda tem algo bom a ser feito com games neste país, mas não dá para ficar no “vender camisas e canecas”, tem que ser algo mais abrangente. Creio também que a época perfeita para isso seria em 2010, quando o NowLoading ainda estava na ativa, e o foco ainda não era em Youtube. Por isso, acho que infelizmente, não tem mais como ter um projeto grande desses sem alguém com dinheiro por trás (e que saiba gerir isso). Qualquer coisa hoje que sai sobre games tem foco em Youtube, é só ver que em todo evento aqui no BR tem cabine para youtubers. Não é querendo soar tristonho, mas a mídia podcast em si não deslanchou, então um projeto, para crescer, não deveria ter foco só nisso. Quem não lembra quando a MTV resolveu tentar dar uma alavancada nos podcasts, lá pra 2009~2010 (acho que o NL também participou na época?), mas viram que os podcasts que eles escolheram não davam tanta audiência assim, e ficavam lá só alguns meses (Papo de Gordo e MRG…)? Acho que é bem por aí, a discussão que você levantou é muito pertinente.

      Num grupo onde participo, alguns podcasters já tiveram essa idéia de trazer alguém grande para cá e fazer um projeto desses, mas morreu porque todo mundo ali tinha emprego, e não ia sair para algo duvidoso. Até fizemos uma piada sobre o Jovem Nerd ter feito exatamente isso (saído do emprego para investir no site), e hoje está aí, completamente consolidado. Abraços.

    • Atos Ferreira Machado

      Concordo. Acho que para o jogabilidade crescer de verdade, eles precisam popularizar o conteúdo deles e depois procurarem um modelo de negócios mais sustentável do que por doações.

  • caiquelouvison

    Eu imagino o André de boinha sentado no chão e apoiado na parede do glory hole curtindo sua coxinha hahaha

  • Sacanagem não disponibilizarem a história final,fiquei mó curioso hahah

  • Chico

    O André é gay ? Como assim •_•

    • Crow

      Não lol

      • Chico

        Huehuehuehueehue

  • Sobre essa parada de se comparar com os outros pela idade: https://www.nexojornal.com.br/interativo/2016/01/06/O-que-personalidades-estavam-fazendo-na-sua-idade

    Podem chorar em posição fetal. Tô me segurando pra não desabar aqui.

    • Véi…

    • SmokeE3 .

      kkk, ninguém fez nada de mais na minha idade… Só o Dom Pedro que declarou a independência do Brasil, mas aí fica a dúvida: Erro ou Acerto?

  • Crow

    Só digo que o Silvio Santos começou a carreira dele com 32 anos e hoje tem a fortuna estimada em bilhões.

  • Lesma Psicodelica

    Sempre que falam de gloryhole eu lembro dessa linda imagem.

  • Andrey Santiago

    Acho que virou o meu Linha Quente favorito, principalmente com a discussão do futuro, excelente podcast como sempre!

  • Anderson Paranhos

    Pessoal eu também estou me sentindo um merda ultimamente, estou com 35 anos, casado sem filhos, meu problema é que estou desempregado há 1 ano. Sou projetista Hidráulico e no último ano o mercado de trabalho na área da construção civil está muito ruim com a crise e não vejo melhora tão cedo. É muito difícil ver ver as pessoas prosperando a sua volte e você estar passando dificuldade, não por inveja, é que não consigo aceitar o porque do “escolhido” para tal situação sou eu.

    • Anderson

      ficar desempregado é uma merda mesmo, cara. É difícil mas o melhor é não pensar dessa forma e só focar em sair dessa situação.

  • Julio Cesar

    Estou aqui só esperando alguém dizer a resposta perfeita para aquele insulto.

  • Diogo TDE

    otimo programa … acabei de passar dos numeros fechado fiz 31 agora dia 1º e estou muito contente

  • SmokeE3 .

    Vejam se a analogia é boa: A vida roda como o baú da felicidade.
    Quando o baú é rodado ele está tão rápido que vc não espera nada em específico dele (até 20 anos), então ele começa a desacelerar, e vc começa a ver os números e desejando ser o sortudo e ter o melhor resultado (até 30 anos), então ele chega á um ponto que está praticamente parando, e vc acredita que já sabe qual será o resultado (acima dos 30), até no último segundo, ele pula uma última casa, mudando o resultado esperado (pra melhor ou pior, isso mostra que nada na vida é definido).

  • Gabriel Guimarães

    Cara o Corraine foi um trolador nesse Linha Quente, sacanagem kkkk

  • Michel Melo de Souza

    Que coisa, não?

  • Erro na gravação… sei… 😀

  • Carolina Gonçalves

    E essa história final do Corraini, hein? Nunca imaginei que ouviria esse tipo de conteúdo em um podcast do Jogabilidade, tô passada.

    • E não ouviu 😀

      • WandersonSantana

        Isso me deixou meio puto mas né, vida que segue haeuaehuaehu

  • Cara, eu to MUITO feliz por não ter sido eu quem recebeu o insulto do André/Fred.
    Fiquei retardado aqui pensando em uma resposta tmb hahaha

  • SmokeE3 .

    André, a melhor resposta que vc poderia dizer:
    Ela: eu pegava o do meio
    Ele/vc: …o do meio das minhas pernas, vc quis dizer.

  • Henrique Tavares

    Ao somar a opinião do André sobre envelhecer + o pokémon dele preferido ser o Bulbasauro e o que ele acha das evoluções, acho que poderiamos lançar um linha de Me Digas Seu Pokémon Favorito e Direi Quem És.

  • Vitor Calfa

    Cliffhanger dos infernos esse Corraini. Sacanagem.

  • Felipe de Albuquerque

    “Vem cá cara, me dá essa piroca”
    Corraini, Caio

  • Minha esposa sugeriu como resposta as meninas sem coração dizer: “UFA, NOS SAFAMOS!” e dar um hi-five.

  • Juquinha

    Esse final foi um absurdo! Uma falta de respeito total com os ouvintes!! COMO ASSIM NÃO CONTARAM A HISTÓRIA DO GANG-BANG?!

  • “Eu ia no do meio” hahaha