Fora da Caixa #13: Doces, Oscar, Podcasts, O Ato de Matar

2016-03-05T07:07:20+00:00 4 de março de 2016|Fora da Caixa|39 Comentários

[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”3/4″][vc_column_text]Após Rick passar anos preso ao vício de Candy Crush, AndréSushi e Corraini se reúnem para fazer uma intervenção e mostrar para ele que existe muito mais coisas fora daquela caixa de doces e pedidos inconvenientes no Facebook.

E para dar exemplos eles discutem o que rolou no Oscar 2016, indicam os podcasts que tem ouvido, a ida do Sushi ao bairro da Liberdade e os documentários The Act of Killing (O Ato de Matar) e The Look of Silence (O Peso do Silêncio).

Tem algum feedback, sugestões de filmes, músicas, séries, apresentações de balé ou qualquer outra coisa? Deixe-a nos comentários abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de.

boteco-banner

Links:

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/4″][vc_column_text][fap_track url=”http://audio.jogabilida.de/foradacaixa/Fora_da_Caixa_ep13.mp3″ title=”Fora da Caixa #13:” share_link=”http://jogabilida.de/2016/03/fora-da-caixa-13/” cover=”http://jogabilida.de/wp-content/uploads/2016/02/fdc-capita.png” meta=”Oscar, Podcasts, O Ato de Matar” layout=”grid” enqueue=”yes” auto_enqueue=”yes”][/vc_column_text][vc_raw_html css=”.vc_custom_1449180476769{margin-top: 30px !important;}”]JTNDZGl2JTIwaWQlM0QlMjJmZWVkLWJ1dCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIydGV4dC1hbGlnbiUzQSUyMGNlbnRlciUzQiUyMiUzRSUzQ2ElMjBzdHlsZSUzRCUyMmRpc3BsYXklM0ElMjBibG9jayUzQiUyMGNvbG9yJTNBJTIwJTIzZmZmJTNCJTIyJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZuYW9nYW1lcy5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1yc3MlMjBmYS0zeCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIyZGlzcGxheSUzQSUyMGlubGluZS1ibG9jayUzQiUyMG1hcmdpbiUzQSUyMDAlMjAxMHB4JTNCJTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUyMCUzQ3AlM0VGZWVkJTIwUlNTJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0UlMEElM0NkaXYlMjBpZCUzRCUyMml0dW5lcy1idXQlMjIlMjBzdHlsZSUzRCUyMnRleHQtYWxpZ24lM0ElMjBjZW50ZXIlM0IlMjIlM0UlM0NhJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwYmxvY2slM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGaXR1bmVzMi5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1tdXNpYyUyMGZhLTN4JTIyJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwaW5saW5lLWJsb2NrJTNCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwMCUyMDEwcHglM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUzRSUzQyUyRmklM0UlMjAlM0NwJTNFSXR1bmVzJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0U=[/vc_raw_html][vc_raw_html css=”.vc_custom_1448870206131{margin-top: -25px !important;}”]JTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGeW91dHViZS5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJ5b3V0dWJlLWJ1dCUyMGZhLXlvdXR1YmUtcGxheSUyMGZhLTJ4JTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUzQyUyRmElM0UlM0NhJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZmYWNlYm9vay5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJmYWNlLWJ1dCUyMGZhLWZhY2Vib29rJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRSUzQ2ElMjBocmVmJTNEJTIyaHR0cCUzQSUyRiUyRnR3aXR0ZXIuY29tJTJGam9nYWJpbGlkYWRlJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIydHdpdC1idXQlMjBmYS10d2l0dGVyJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRQ==[/vc_raw_html][divider line_type=”Full Width Line” custom_height=”20″][toggles][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Trilha do Podcast”][vc_column_text]

  • “First Crush”, por Saberpulse
  • “Wanderer on the Offensive”, por B33J, Cerrax, Sixto Sounds e yodaisbetter
  • “Keep It Comin Love”, por KC and the Sunshine Band
  • “Enjoy the Silence”, por Depeche Mode
  • “For Whom The Bell Tolls”, por Metallica

[/vc_column_text][/toggle][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Blocos do Podcast”][vc_column_text]

  • Em busca da Liberdade: 00:10:15
  • Indicação de Podcasts: 00:29:50
  • Oscar: 00:50:22
  • The Act of Killing: 01:15:50

[/vc_column_text][/toggle][/toggles][/vc_column][/vc_row]

  • LW

    Mas que coisa a festa é logo no dia do show do iron maiden kkk

  • Artur Oliveira

    Fiquei com muita vontade de assistir o The Act of Killing. A mais ou menos duas semanas eu vi o The Jinx ( que ouvi falar aqui no jogabilidade) e achei muito foda, especialmente o final.

  • Andrey Santiago

    Esses “pós-creditos” de voces estao muito fodas hahaha!
    Queria ter uma opinião mais concreta e interessante do podcast, mas não sou capaz de opinar.

  • Pingback: Fora da Caixa #13: Doces, Oscar, Podcasts, O Ato de Matar | Podflix()

  • Arthur Ruiz

    Tem uns bolinhos de feijão doce que são top tier, o nome disso aí é azuki; por não sei quanto tempo eu achava que era chocolate na verdade auhauhauha

  • William M. Veloso

    Como sempre um ótimo fora da caixa e seja que foi que editou, colocar Till it happens to you na parte do oscar foi genial, adoro essa música. Mudando de assunto tb estou na vibe de assistir documentários, e comecei esse habito depois de vários fora da caixa sendo falado que tem documentários ótimos no Netflix, e comecei a assistir essa semana. Meu inicio foi mais ou menos no estilo do Sushi, 2 documentários com temáticas parecidas, porem com abordagens diferentes, nesse caso não seria o genocídio, e sim duas diferentes formas de abuso. Um deles é o The Hunting Ground aonde a temática é o abuso de alunos/as de campus na universidades americanas, e o outro é o Amy que é o documentário sobre a vida da Amy Winehouse, que mostra que o que aconteceu com ela foi outro tipo de abuso, de familiares se aproveitando da fama e decadência dela em beneficio próprio. Recomendo não só ao Sushi, mas a todos da casa que gostam de documentários (menos o Corra, já que ele gosta de documentários mais ”leves”).

    • Quero documentário pra sorrir e ter amor no coração. Quero chorar não

      • William M. Veloso

        Corra, tb gosto de documentarios mais leves, mas tem horas em que é bom ver um desses, principalmente o da Amy, em que a parte mostrada na televisão foi só as loucuras e maluquices dela, no documentário dá para entender os motivos, depois que assisti, comecei a escutar as musicas dela de uma outra forma agora. Vale a pena dar uma chance 😉

  • CODA Ayax.

    Doce de feijao e bom pra caralho

  • Bruce Rodrigues

    Jogabilideiros, pra quem ainda não viu recomendo fortemente o filme Whats Eating Gilbert Grape (tem no netflix), nele vocês podem ver que o Leonardo Di Caprio era um ator foda desde criança.

    Ótimo fora da caixa. Continuem com o bom trabalho 🙂

  • Roger Waters

    Podcasts brasileiros que escuto e recomento:

    – Escriba Café: https://escribacafe.com/tagged/podcast

  • Roger Waters

    Podcasts brasileiros que escuto e recomendo fortemente:

    – Escriba Café: https://escribacafe.com/tagged
    – Ghost Writer: http://programagw.podomatic.com/
    – Tosco Chanchada: http://toscochanchada.com.br/podcast/
    – Sexta, Meia-noite: http://www.sextameianoite.com/
    – Café Brasil: http://www.portalcafebrasil.com.br/todos/podcasts/
    – Na Porteira: http://naporteiracast.com.br/

  • Caio

    Corraino, você podia recomendar os mangás que lê no Fora da Caixa pô, já que no JACK acho que isso nunca vai acontecer com mangás. haha

    • Sushi0

      vlw hahaha
      Não tá na lista porque eu só listo as músicas que entre os blocos mesmo.

    • Me proibiram de falar de mangá no Fora da Caixa ):

      • Caio

        Poxa, o pessoal não curte mesmo um mangázinho. Não sabem o que estão perdendo.

  • FoodPoisoning

    Eu devia ter pulado essa conversa sobre o documentário do Sushi, que forma horrível de terminar(não que vocês tenham obrigação de fazer algo para ser divertido e engraçado) o podcast. Só me deixou para baixo. 🙁

  • Johnny Lapís

    O oscar é uma premiação politica com Lobby absurdo, é uma premiação de sindicato, eu costumo prestar atenção no Sundance, no Bafta, onde eles realmente consideram quem é engajado com a arte e não com o Lobby.

  • Márvio

    O Corraini pergunta como uma pessoa decide assistir algo triste que a deixará para baixo. Acho que a pergunta foi respondida logo depois quando o Sushi e outros membros da mesa falam que não conheciam nada da história da Indonésia, que era apenas mais um país dentre tantos outros.

    Documentários como The Act of Killing fazem total diferença, somente por existirem.

  • Armoderic

    Eu já curtia muito outras coisas que os McElroy produziam, como o Monster Factory e o Saw Bones, mas certamente quando der vou dar uma olhada nas outras.

    Três podcasts que eu recomendo muito são:

    We Hate Movies (http://www.whmpodcast.com), que são três caras falando sobre filmes ruins, recomendo os episódios – Blame it on Rio (147), The Conqueror (36), Abraxas: Guardian of the Universe (157) e o Tuff Truff (97).

    Romance of the Three Kingdoms (http://www.3kingdomspodcast.com/) que é um podcast feito por um chinês que se dedica a explicar e narrar de forma acessível o Romance of Three Kingdoms, os episódios estão tanto no site quanto em uma playlist no youtube (https://youtu.be/lXT67XDPreE?list=PLyCSiQ2bdudslTQsgVgYyPV40ejr5tNmk), além de material extra no site, tipo mapas, listas e outras explicações adicionais.

    School of Movies (http://schoolofmovies.podbean.com/) que é um podcast excelente para quem gosta de análises profundas de filmes e outras obras, ás vezes eles fazem o “Reviews Against the Humanity” que são bem divertido, com eles lendo reviews absurdos de diferentes fontes.

    Se o meu ouvido não me engana o Rick estava jogando Love Live no final…pelo menos as especializações que ele mencionou não batem com as de Idolmaster XD (uma amiga minha é muito fã de idolmaster e me recomendou ver e eu gostei muito, o anime é bem divertido, o que me lembra de tentar ver o Love Life).

    • Anderson

      Valeu pela dica do podcast do Romance dos três reinos. Eu sempre vi referencias dessa obra em filmes e desenhos, mas nunca vi nada da obra em si.

  • Só pra esclarecer duas “verdades” elaboradas no cast:

    Inarritu aplaudiu Jenny Beavan (gif e depoimento no link)
    http://www.theguardian.com/film/2016/mar/03/alejandro-gonzalez-inarritu-i-did-applaud-jenny-beavan-at-the-oscars

    no final do texto a propria Jenny Beavan diz tb q foi tão elogiada e o publico gostou tanto da sua roupa que vai passar a fazer sempre isso (se caracterizar como o filme que ela está representando).

  • Natan

    Caio vi o Bigger Stronger Faster que vc recomendou, é realmente um ótimo documentário. O diretor Chris Bell tem outros 2 documentários interessantes Trophy Kids e Prescription Thugs tb muito bons, e que de certa forma falam sobre a mesma coisa.

  • Pedro Guilherme

    Amigos, falando brevemente sobre o comentado sobre o Leonardo Di Caprio e o Johnny Depp e a respectiva imagem que acabou se criando de cada um com o passar do tempo, existe um filme de 1993 com os dois que mostra duas coisas. A primeira é que o Di Caprio sempre foi um bom ator, ele só realmente precisava de filmes com papéis que desafiassem ele, arrisco dizer que a atuação dele nesse filme é a melhor da carreira dele. A segunda é que o Johnny Depp pode ser alguma coisa além de um estereótipo de esquisito estilo Jack Sparrow, inclusive, um personagem humano, por assim dizer. O filme em questão é “What is eating Gilbert Grape” e vale a pena ser assistido.

  • Darth Zveiter

    pq 90% dos podcasts br são esquerdistas ?? no podcast de hoje descobrimos que comunistas eram fazendeiros bonzinhos que nunca fizeram mal pra ninguem

    • Thiago Nunes

      Espera, espera, você está na caixa de discussão errada! Deixa eu achar a certa aqui:
      http://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2016/02/integrantes-do-mst-protestam-e-se-reunem-com-representantes-do-incra.html

      Deve ser alguma dessas do G1, posso estar enganado.

      • Darth Zveiter

        se incomodou-se deve ter votado na dilma, ñ me engana

        • Thiago Nunes

          Acredito que os seus próximos argumentos sejam que eu fui pago com pão e mortadela pelo sindicato e que na verdade a minha conta no Disqus é mais um fake da Dilma Bolada.

          Estereótipo por estereótipo, ainda acho que você errou de aba e seu lugar é como comentarista do G1!

          (Aliás, justifiquei meu voto na última eleição, não estou no meu estado.)

          • Darth Zveiter

            já mandar postar no g1 é um argumento muito profundo. muito coerente, parabens

          • Thiago Nunes

            Obrigado, obrigado. Tentei nesse meu argumento muito profundo e coerente (e ouso dizer, O MELHOR ARGUMENTO DO MUNDO TM) denotar que você mostra-se na Internet uma caricatura tão rasteira e ridícula quanto aos (igualmente rasteiros e ridículos) esquerdistas que você se opõe. Fico feliz de você ter notado as nuances, o subtexto e a crocância!

    • André Campos

      Diz tanto, mas tanto sobre você que a gente fala de um documentário sobre genocídio e o que você tira dele é que estávamos defendendo comunistas. Boa sorte na vida! <3

  • Outrem

    Falando em documentários já viram Sicko SOS Saúde?

  • passando pra deixar meus 10 centavos sobre a Liberdade:

    1) rua dos Aflitos (sim), descendo a rua dos estudantes saindo do metrô, é a primeira a direita (um beco), ali tem um restaurante taiwanes que você vai comer os melhores giozas da Liberdade e o melhor yakissoba karê! antigamente era um restaurante de ‘comunidade’, os funcionarios nao falavam portugues e eles nem cartao aceitavam mas agora ja tem garçons brasileiros e sistema de cartao 😀

    2) o rick ja falou mas falo de novo: o Pq Sim tem o karaoke mais legal, inclusive com catálogo de musicas de anime e vc ainda pode pedir a comida na sala! eu sempre peço karê lá mas o lamen tb é muito bom. porem cuidado: ele NÃO abre as quartas-feira e nem no primeiro domingo do mês, além disso, final de semana esta sempre cheio, tem q chegar cedo senao vc simplesmente nem na fila entra pq a partir das 15h se nao me engano eles nao poe mais gente na espera. e o karaoke tem q reservar a sala com um mês de antecedencia senao vc nao acha vaga no dia/horario que quer.
    3) TAKOYAKI! vulgo bolinho de polvo (mas tem outros sabores). domingo na feira OU em dias normais na rua galvao bueno em frente ao hospital (esquina thomás gonzaga com galvao bueno), ali tem um mercadinho com as tias na porta fazendo takoyaki, é mto gostoso! e na feira de domingo tem giozas maravilhosos tb!

    4) por fim, na rua thomás gonzaga, de frente ao Pq Sim (ou seja, do outro lado da rua), tem alguns restaurantes tradicionais (Yamaga, Hinode). eu nao lembro exatamente QUAL dos dois (sao vizinhos praticamente) mas um deles tem uma experiencia japonesa bem legal. por 12 reais a mais (até 4 pessoas, 5 apertado) o grupo pode ficar numa salinha com porta de correr (tipo kenshin hauhaua) e mesinha pra ficar ajoelhado, bem tradicional mesmo. recomendo pedir o SUKIYAKI, porção de gohan, porção de gioza e missoshiro e peçam para a garçonete preparar a comida na sua mesa. ela traz a panela e faz o sukiyaki na hora! e pra quem nao consegue ficar ajoelhado que nem japonês a mesa tem um buraco em baixo para colocar as pernas rs. é muito muito muito gostoso mesmo, tanto a experiência em si quanto a comida. uma refeição japonesa completa!

    eita, meu post ficou gigante! espero que aproveite bem a liberdade, sushi! have fun =)

    obs: quando for comprar doces, experimente as uvas, a bala de limão (que tem um pop art na embalagem) e o biscoitinho do koala 😀

  • Itshu

    Qual é o jogo que o Rick estava jogando, os das Idols com 1% de pureza e 99% de safadeza? (desculpa por eu ser assim.)

    • slashrick

      LoveLive

  • pedraum_quejero

    O formato do Comedy Bang Bang é mais ele levar alguém que ta promovendo algo (geralmente comediante) e a partir do segundo bloco ele interagir com outros comediantes fazendo personagens em improv.

  • El Luchador

    O Leonardo DiCaprio está agradecendo até hoje o Scorsese por ensiná-lo a atuar de verdade.

  • Bruno Araujo

    Mundo Freak no Jogabilidade, que lindeza <3

  • Fabiano Novaes Ferreira

    André, o Spotlight é sim um dos melhores filmes do ano.

    E alguém não sabe o que é Ponte para Espiões, um filme de Steven Spielberg com Tom Hanks?

X