DASH

DASH #63: The Witness

Um círculo, uma linha e uma ponta redonda.

Uma forma que nunca mais abandonará as mentes de André Campos e Eduardo Sushi que, para resolver este enigmático podcast recebem as indispensáveis ajudas de Ivan Mizanzuk (Anticast & Projeto Humanos) e Heitor de Paola (Overloadr) e juntos embarcam numa discussão sobre The Witness!

Partindo de uma discussão sobre seu inseparável criador Jonathan Blow, sua carreira e importância para a cena dos jogos independentes, passando pela concepção de um dos mais ambiciosos jogos de puzzles e chegando enfim numa discussão sobre as mecânicas e diferentes tipos de desafios, dos mais aos menos óbvios.

Como um conceito tão simples é tão versátil e rende tanto? O que The Witness não queria que você soubesse antes de jogar? O mundo tão minunciosamente criado tem propósito?

E claro, não podíamos deixar de tratar dos temas filosóficos que o jogo expõe ao longo da jornada. Qual o objetivo da presença deles? É uma discussão rasa? Ele tem alguma mensagem afinal?

Aviso: A discussão tem spoilers de The Witness do começo ao fim!

Tá No Seu Turno!

Nossa discussão continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes! Os melhores, mais relevantes e/ou mais aleatórios e-mails serão lidos na próxima edição do DASH.

 

Podcasts Relacionados:

Escute também!

Close
X