was successfully added to your cart.

Sejam bem vindos à mais um Vértice e dessa vez um cheio de swing!

Nesse programa: André dança um Quantum Break enquanto acompanha o ritmo de A Lenda do Herói, Sushi bota a alma pra fora com Dark Souls 3 e enquanto isso o Caio Corraini cai no Hitman de festa.

Mas nem só de música vive o ser humano e por isso nós também trouxemos notícias para a festa! Comentamos sobre os rumores de um God of War nórdico, sobre as imagens falsas dos supostos controles do NX, a Nintendo e as tretas com Alison Rapp, o evento sobre Final Fantasy XV e mais umas coisinhas aqui e ali.

Envie Sua Pergunta!

Tem alguma dúvida, questionamento ou tópico de discussão sobre games, a vida, o universo e métodos de ganhar dinheiro? Deixe-a nos comentários abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Você pode também enviar sua pergunta pelo nosso Jogabilitumblr!

Links:

Trilha do Podcast

  • “Late Nite Funk Squad”, por David Tobin, Jeff Meegan e Malcolm Edmonstone
  • “Passion”, por Utada Hikaru

Blocos do Podcast

  • Dark Souls 3: 00:03:00
  • Hitman: 00:29:04
  • A Lenda do Herói: 00:38:47
  • Quantum Break: 00:53:01
  • God of War: 01:06:59
  • Controle do NX: 01:14:52
  • Nintendo de volta ao vermelho : 01:23:12
  • Alison Rapp: 01:25:49
  • Final Fantasy XV: 01:36:53
  • Igor Deschamps

    Mal posso esperar pelo Acertar Homem pra lançar

  • Pingback: Vértice #71: É Hitman de Festa | Podflix()

  • Singham

    Ouço segunda. Programa show… Esperando o proximo Jack tbm… Abraços, amigos.

    • Omelete Box

      Pelo ritmo dos JACKs, um novo só daqui a seis meses.

      • Singham

        Nada… Vai ser One Punch agora antes de Hokuto no Ken… Dei valor… E depois de Hokuto no Ken, fico aguardando outra análise de um clássico da animação nipponica… Tipo Yu Yu Hakusho, Ranma ½… Trigun talvez? =D

        • Omelete Box

          O André quer fazer um podcast sobre YuYu desde o NowLoading. Só que eles só gravam os JACKs depois de assistirem o anime, e como YuYu tem 112 episódios… aí você já viu. OPM tem só 12 episódios, daí é bem mais fácil.
          Veja alguns dos episódios passados:
          – Baccano: 16 episódios
          – FLCL: 6 OVAs

          – Shigatsu: 22 episódios

          • Singham

            Mas tipo, basta por o yu yu como o que encerra o ciclo, o ultimo da rodada, aquele que eles tem tempo para ver durante toda a temporada do jack, durante as outras escolhas, sacoeh… E bem, Trigun é muito genial, acho que vale muito a pena. Já que aqueles meus gostos exóticos nunca vão pipocar ali… Tipo bakemonogatari, Durarara ou School Rumble.

            Trigun ou Hellsing… Muito bons, podeiam aparecer por ali. E sei la… um Akira num dos de escolhas podia ser show tbm.

          • Omelete Box

            Saquei. Não sei se você assiste o canal deles no YT, mas lá eles já disseram que só gravam um JACK depois de assistir todo o anime, e eles tem trocentos podcasts por mês para lançar, daí sobra pouco tempo para fazer qualquer outra coisa.
            Eu também gostei um bocado de School Rumble, acho que foi o único anime escolar que não me encheu o saco. Eu comecei a assistir pensando que seria um harem seboso estilo Love Hina, mas me surpreendi. Eles têm uns 20 personagens, e todos são bem desenvolvidos. Mesmo nos episódios de brincadeira, como aquele onde eles gravam um filme na escola, os personagens se mostram únicos. Confesso que quando comecei a assistir, não saquei que os três caras da outra turma eram paródias de personagens do Gundam (o loiro, o do rabo de cavalo e a garota morena).

          • Singham

            Sem sacanagem… A série era da Tenma… Mas pqp, o Harima é muito bom cara… Eu chorava de rir com aquele fdp e porra, eu nunca gargalhei nesse nível… Muito Nonsense… Sobre os Jacks, bem, técnicamente deveria ser mensal, segundo o Patreon deles… Resta aguardar para saber. Nem assisto os vídeos n lek… Se não n ia ter muito tempo para todo o resto. 30 podcasts semanais, ta foda.

  • Madson Cortez

    Tenho que concordar, o layout desse site é o melhor! Se não, pelo menos é o que eu mais gosto dentre os que visito.

  • Artur Oliveira

    Me assustei com o que o Sushi falou sobre Dark Souls 3. Um amigo meu que comprou a versão japonesa jogou e disse que achou o melhor ja feito da série Souls, então estava bem hypado com o jogo. Mas como o principal fator pra eu estar tão animado pelo jogo é a lore, talvez eu me decepcione um pouco.

  • Thiago Nunes

    Hitman de festa que balança o carecão…

  • Henrique Tavares

    Sabem aquela equipe do FFX que foi criticada no Dash de Fashion? Visualmente mesmo, aquela trupe de circo bizarra me impele muito mais do que a equipe monocromática e monotemática e mono tudo que são esses quatro adolescentes forçosamente descolados e fodões e revolts que dá vontade de dar uns tapas na cara e mandar voltar pra casa e devolver o carro do papai. Diversidade, Square. Criatividade, Square. Pelo amor de deus, façam o mundo de vocês parecer que tem gente legal de se conhecer.

    http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2015/02/screenshots__13_.jpg
    BLEERGH

  • Omelete Box

    MRG tem jogo. 99vidas tem jogo. Youtuber tem jogo. Já não está na hora do Jogabilidade ter um jogo?
    Façam campanha no Kickstarter ou o que o valha, os fãs doarão milhões para que isso aconteça. O difícil é achar quem desenvolva. Aliás, eu achei o A Lenda do Herói uma bela bosta, embora finalmente possa jogar um jogo com o Felipe Neto.

    • Daniel Leidson

      O jogo não é uma bosta, cara. Os caras trabalharam 2 anos nesse jogo e deram o que tinham e o que não tinham para entregar um produto de qualidade. É muito fácil criticar um jogo só porque é brasileiro.

      • Omelete Box

        Isso não é argumento pra nada. Você pode trabalhar anos numa coisa e ainda assim sair uma porcaria. Se o jogo é uma bosta, ele é uma bosta. Fim. Não quero saber se os caras ralaram pra conseguir entregar o produto, o que me interessa é o resultado final. Não estou criticando o jogo por ser brasileiro, afinal tem muito jogo brasileiro melhor que A Lenda do Herói, que saiu em menos tempo e custou menos. Você há de concordar que ele tá caro demais (R$ 29,99), e a versão Premium ainda custa R$ 54,99. Saca, GTA V tá aí no Steam a R$ 60 semana sim, semana não. Será que essa versão Premium tem tanto conteúdo a mais assim? Creio que eles gastaram os tubos para fazer esse jogo, mais do que tinham, e colocaram esse preço nas alturas pra ver se conseguiam pagar os custos. Ou isso ou acharam que os fãs deles comprariam.

        • Daniel Leidson

          Sei lá, cara. Eu acho que é mais fácil criticar uma coisa do que ir lá e fazer. Que jogo bom tem no Brasil? Goste ou não, Lenda do Herói é um belo passo à frente. Não sei se você não gosta dos irmãos apenas por eles serem youtubers, mas não vejo como ter algo muito melhor aqui não. Que padrão você usa para classificar um jogo brasileiro?

          E sobre o preço, eu também achei caro. Onde você está vendo essa versão premium?

          • Omelete Box

            A versão Premium tá no site da Nuuvem. R$ 54,99 pela “Campanha Zumbis” e opção de jogar com Jovem Nerd, Azaghal, Felipe Neto ou seu youtuber favorito.
            O padrão que uso é o mesmo dos jogos internacionais, não tem porque ser diferente. Creio que você tenha dito isso querendo implicar que eu nunca joguei nada brasileiro, mas vou deixar aqui elencado uns jogos bons e ruins, aí você vai entender porque eu achei Lenda do Herói ruim.

            Jogos bons:
            – Odallus
            – Oniken
            – Knights of Pen and Paper
            – Chroma Squad (aqueles memes, porém…)
            – Toren (aquela jogabilidade, porém…)
            – Onlive
            – Outlive (ainda tem gente que joga o multiplayer até hoje)
            – Taikodom
            – Dungeonland
            – Dreaming Sarah

            Jogos ruins (é agora!):
            – Tormenta: mesmo esqueminha de Kickstarter. Recomendo que dê uma olhada no youtube. Pangaré feito de lego, as imagens das artes são totalmente diferentes dos retratos dos personagens (e ambos aparecem na mesma tela), aqueles efeitos, aquelas animações… pangaré de lego.
            – Aqueles jogos de celular que saíam no encartezinho da EGM. Todo mês tinham uns 20, então não lembro o nome de todos.
            – Aquele jogo de Capoeira que eu esqueci o nome

            – A Grande Bagunça Especial, que eu considero o Cho Aniki brasileiro. O jogo é ruim porque quer, e ninguém vai impedi-lo.

            – Gearcrack Arena

            Pode ver que tem mais jogos bons do que ruins aí. Se fosse colocar A Lenda do Herói nessa escala, ele seria melhor do que todos esses jogos ruins, mas pior do que todos os jogos bons. Sério, dê uma olhada no Tormenta. É de vomitar.

          • Daniel Leidson

            Peraí, Dungeonland é brasileiro? Boa parte desses aí eu nem sabia que eram brasileiros, só o KoPP e o Chroma Squad. Eu pensava que Taikodom era jogo de celular. Eu fui olhar esse Tormenta aqui, e ele é baseado no Holy Avenger? Tem aquela elfa peituda nele, e realmente o jogo parece muito ruim.
            Tirando por aí, eu vou te dizer que vou dar uma olhada melhor nesses jogos. Reconheço que eu mal sabia de jogos do mercado brasileiro, então desconsidere tudo o que eu disse antes.

          • Omelete Box

            Sim, o jogo é brasileiro. Procura no canal do Monark (…), tem uma entrevista lá com um dos desenvolvedores do jogo, na época que ele foi lançado. O Odallus e o Oniken são da Joymasher. Não sei se o Jogabilidade já entrevistou o desenvolvedor, mas outros podcasts já.

            Quanto à elfa peituda (Niele), realmente ela é do Holy Avenger, que se passa no sistema de RPG Tormenta. Eu achei que ela ficou a mais destoante, pois no retrato ela parece que tem uma cara de pão de batata, enquanto na arte ela parece ter um traço mais mangá. Aliás, vai sair um jogo de Holy Avenger. Vai ficar, ó…

            Se quiser se aventurar pelo mundo dos jogos BR, dê uma olhada no youtube, procure jogos da Green Land Studios. Eles lançavam jogos licenciados, como Casa dos Artistas, e até o jogo de uma novela! Mas sem dúvida, a maior pérola da empresa era o jogo do Acquaria. Se você nunca ouviu falar, era um filme de ficção científica, cujos protagonistas eram… Sandy & Junior. Se você sempre quis jogar com a Sandy em sua fase áurea, essa é a sua chance! Ela aparece no “Acquaria: O jogo” e no “Sandy & Junior Aventura Virtual”. Este último é um Metal Gear Sandy.

            Tinha um jogo do Big Brother que imitava o The Sims, mas sinceramente nem lembro mais o nome.

          • Thiago Nunes

            Claramente Casseta & Planeta em Noite Animal supera tecnicamente todos esses aí.

  • Omelete Box

    Agora que eu vi que até o MdM já tem um jogo. Jogos de podcast, um novo nicho?

  • Colosso de soldadismo

    Não !

  • afonsilho

    Duas telas no DS não era novidade já era uma repetição do Game & Watch.

  • Marcio Florindo

    me apresentaram voces, dizendo que era super legal, gente nao consigo, as opnioes nao bateram, voces parecem nao entender nada de games, que pena..fico por aqui mas boa sorte com os podcasts que nunca mais ouvirei

    • Bruno Oliveira

      Comeu cocô cara?

    • Volte sempre, amigo hater <3

      • Marcio Florindo

        Olá Caio, nao sou Hater nao, na verdade nunca tinham me chamado disso na vida, foi a primeira vez, sabe eu estou adorando dark souls 3, achei que começar a justificativa dizendo, “estou enjoado disso” me fez desconsiderar a opniao dele, dizer que o Hitman Go é melhor que Absolution, foi o que mais achei estranho, ( é como dizer que Plants vs zombie é melhor que zelda ou Last of us, tamanho absurdo)e o fato de Kratos Matar Jesus, apesar de cristão, só achei “too much”…mas nao gosto de julgar mal, já que voces foram tao rapidamente defendidos, vou ver os episodios antigos e tirar uma segundo opniao…

        • Marcio, falando sério agora, ESSA crítica eu gostei. Não a primeira. Essa aqui. Se tu tivesse mandado ESSA primeiro, eu teria totalmente entendido a sua motivação por não ter curtido o programa e levando em consideração as reclamações. Continua nessa 😉

          • Marcio Florindo

            Estou aqui cumprindo minha palavra #01 Portal 2…

    • Felipe Martins

      Gostei da parte em que você diz que as opiniões não bateram e consequentemente como a sua opinião é sempre a certa, eles não entendem nada de games

    • Gustavo Sant’Anna

      Só olhar o comentario dele no Braincast e vão entender o pq ele não curtiu o programa 🙂

  • Bruno Oliveira

    Gente, por favor consertem esse servidor! Já parei de ouvir no site por conta disso, nos agregadores o problema persistiu, e hoje eu não consigo ouvir de jeito nenhum velho! O único podcast que tem isso é o de vocês, que by the way é o meu favorito. Testem o soundcloud.

  • Michell Mendonça

    lindos e gostosos

  • leonnn1

    Pulei a parte chata do dark souls(nhé que cara chato) e adorei o cast!

    • Sushi0

      <3

      • leonnn1

        <3 2

  • Fábio Guedes

    O sistema do patreon também não ajuda. Quando tentei assinar ano pasado, nem sequer havia campo de CEP, endereço, nome igual consta no cartão. Muito tosco. Resultou no bloqueio do meu cartão Itaú. Não desisti e fiz a assinatura por meio do do PayPal, cuja expertise está anos luz a frente do amadorismo do Patreon. Recomendem para o pessoal fazer o mesmo.

    • Omelete Box

      Pode crer, aconteceu comigo também.

  • Ana Augusto

    Só um detalhe sobre a funcionária demitida da nintendo: o contrato dela não proibia ter outro emprego, proibia ter um emprego que fosse conflitante com a política da empresa. Daí a importância do emprego dela ser algo do tipo “modelo sensual” (sei lá o que era de verdade), o que deu margem pra reprovarem por não se encaixar com o aspecto “família” da nintendo. Muito bom esse vértice!

  • tiagocartum

    Acho que sou um dos únicos que gostou do God of War: Ascension. Não tem o início ÉPICO dos outros (principalmente o 3) mas depois de um tempo engrena. Acho q ele possui melhor sistema de combate e armas da série.

  • Omelete Box

    Quando criarem a lojinha do site, lancem uma Jogabilibox. R$ 99,90 por mês.

  • Wees Souza

    Jogabilodosos seus lindos, coloquem os nomes das músicas de encerramento no post.
    Curti a maior bad vibe voltando pra casa de onibus encostado com a cabeça na janela ouvindo esse encerramento e não faço ideia de que música é ):

  • Gordeta do Mal

    Mano, qual é o nome da música do final do podcast… achei do caralho, lembra Kalafina

  • Hector Bonilla
  • Hector Bonilla

    Silvio Santos – 1994 (full album)

  • Anderson B. Lima

    Não concordo com a opinião do sushi em relação a Dark Souls 3, mas respeito o que ele achou do jogo ( já zerei 2x e estou na 3a, e amei o jogo. ) Mas tem alguns pontos que acho muito estranho, como a duração do jogo. Falar que o jogo é o mais curto, acho que é a mesma duração que os outros. Sushi falou que zerou o Dark Souls 2 em 80hrs! não consigo ver como, a primeira vez que joguei fechei em 25hrs com todos os chefes, e sem olhar guia. E olha que não sou nenhum especialista em Souls, começei pelo Bloodborne (mesmo sendo o 1o souls que joguei, fechei em 33hrs com todos os chefes ). Fechei o 3 em 24hrs, o que acho na média da série, isso pra quem joga sem parar pra ler tanto as descrições dos itens e tal. ou seja, se for jogar pela mecânica, a série toda tem uma média de 25-30hrs.

    Só acho que o sushi talvez tenha rushado um pouco o Dark Souls 3 porque não estava interessado no lore do mundo, dae não teve tanto interesse em se aprofundar mais, diferente dos outros dark souls, que gastou horas procurando entender a história do jogo, por isso foram bem mais longos.

  • Cleber Pena

    Sempre que posso estou ouvindo e realmente sinto uma vontade muito grande de jogar assim que começa o papo de vocês. Estou com vontade de jogar Dark Souls novamente mas falta coragem rssss. Parabéns e continuem falando sobre os detalhes e o que cada um sente nos jogos. Acho que como diretor de arte gostaria de mais comentários em relação a arte nos games e tal. Abraços ai pra toda galera.