Fora da Caixa #18: Guerra Civil, Horace and Pete, Munchkin

2016-05-12T12:23:22+00:00 12 de maio de 2016|Fora da Caixa|55 Comentários

[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”3/4″][vc_column_text]Após várias aventuras, escaladas, granadas e passadas de mão nas paredes do mundo, os aventureiros André, Rick, Sushi e Corraini esforçam-se para sair um pouco da caixa e desbravar outros tipos de mídia.

E nessa empreitada André comenta sobre Horace and Pete, a misteriosa nova série de Louis C.K., Sushi conta como é ter e perder amigos jogando The Resistance e Munchkin e todos também discutem sobre a nova onda do outono, Capitão América: Guerra Civil, com spoilers!

Tem algum feedback, sugestões de filmes, músicas, séries, apresentações de balé ou qualquer outra coisa? Deixe-a nos comentários abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de.

Links:

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/4″][vc_column_text][fap_track url=”http://audio.jogabilida.de/foradacaixa/Fora_da_Caixa_ep18.mp3″ title=”Fora da Caixa #18:” share_link=”http://jogabilida.de/2016/05/fora-da-caixa-18/” cover=”http://jogabilida.de/wp-content/uploads/2016/02/fdc-capita.png” meta=”Guerra Civil, Horace and Pete, Munchkin” layout=”grid” enqueue=”yes” auto_enqueue=”yes”][/vc_column_text][vc_raw_html css=”.vc_custom_1449180476769{margin-top: 30px !important;}”]JTNDZGl2JTIwaWQlM0QlMjJmZWVkLWJ1dCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIydGV4dC1hbGlnbiUzQSUyMGNlbnRlciUzQiUyMiUzRSUzQ2ElMjBzdHlsZSUzRCUyMmRpc3BsYXklM0ElMjBibG9jayUzQiUyMGNvbG9yJTNBJTIwJTIzZmZmJTNCJTIyJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZuYW9nYW1lcy5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1yc3MlMjBmYS0zeCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIyZGlzcGxheSUzQSUyMGlubGluZS1ibG9jayUzQiUyMG1hcmdpbiUzQSUyMDAlMjAxMHB4JTNCJTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUyMCUzQ3AlM0VGZWVkJTIwUlNTJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0UlMEElM0NkaXYlMjBpZCUzRCUyMml0dW5lcy1idXQlMjIlMjBzdHlsZSUzRCUyMnRleHQtYWxpZ24lM0ElMjBjZW50ZXIlM0IlMjIlM0UlM0NhJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwYmxvY2slM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGaXR1bmVzMi5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1tdXNpYyUyMGZhLTN4JTIyJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwaW5saW5lLWJsb2NrJTNCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwMCUyMDEwcHglM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUzRSUzQyUyRmklM0UlMjAlM0NwJTNFSXR1bmVzJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0U=[/vc_raw_html][vc_raw_html css=”.vc_custom_1448870206131{margin-top: -25px !important;}”]JTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGeW91dHViZS5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJ5b3V0dWJlLWJ1dCUyMGZhLXlvdXR1YmUtcGxheSUyMGZhLTJ4JTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUzQyUyRmElM0UlM0NhJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZmYWNlYm9vay5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJmYWNlLWJ1dCUyMGZhLWZhY2Vib29rJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRSUzQ2ElMjBocmVmJTNEJTIyaHR0cCUzQSUyRiUyRnR3aXR0ZXIuY29tJTJGam9nYWJpbGlkYWRlJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIydHdpdC1idXQlMjBmYS10d2l0dGVyJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRQ==[/vc_raw_html][divider line_type=”Full Width Line” custom_height=”20″][toggles][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Trilha do Podcast”][vc_column_text]

  • “First Crush”, por Saberpulse
  • “Trust Me”, de Devil’s Carnival
  • “Civil War”, por Gun’n’Roses
  • “Gaslight”, por Emilie Autumn

[/vc_column_text][/toggle][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Blocos do Podcast”][vc_column_text]

  • Horace and Pete: 00:02:48
  • The Resistance e Munchkin: 00:26:15
  • Guerra Civil: 00:47:02

[/vc_column_text][/toggle][/toggles][/vc_column][/vc_row]

  • Pingback: Fora da Caixa #18: Guerra Civil, Horace and Pete, Munchkin | Podflix()

  • Fabricio Santos Roncarati

    Acho que vocês são as primeiras pessoas que vejo falando não tão bem do filme, foi bom ver outra opinião.
    Eu gostei, mas em algumas horas senti aquela sensação de “tá legal, mas tá na hora de acabar já”.
    E concordo com o Corraini, puta pé no saco o Capitão.
    Edit: achei melhor tirar o spoiler que tinha escrito.

    • Henrique Tavares

      Masoq, então eles acharam tão ruim quanto BvS?

      Falando sério, no rapadura eles criticaram bastante também. Foi estranho no final ouvir eles dando de 8 pra cima.

      • Johnnyzinho

        Mas os amigos jogabilideiros aqui fizeram críticas objetivas e inteligentes, lá no Rapaduracast os caras estavam de birra.

      • slashrick

        Não mesmo! hahahah a gente fala que a parte da justificativa da divisão de ideologias é fraca – como no BvS. Mas o filme inteiro é infinitamente melhor que o BvS, nem tem como comparar.

  • Daniel Assis

    Ótimo episódio. Qual é aquela música usada no encerramento?

    • Sushi0

      É a Gaslight da Emilie Autunm.
      Dá uma conferida no post que agora a gente coloca as músicas que tocam no programa lá.

      • Daniel Assis

        Valeu!

  • Anderson Paranhos

    Qual é a música da abertura do Fora da Caixa?

    • Sushi0

      É a First Crush do Saberpulse.
      Dá uma conferida no post que a gente coloca as músicas que tocam lá

      • Anderson Paranhos

        Obrigado Sushi! Eu não vi no post.

  • Johnnyzinho

    No meu entendimento abrir mão de uma liberdade para ter segurança é um tiro no pé, porque você sempre vai acabar sem as duas coisas. Numa situação como a do filme por exemplo, se os heróis abrissem mão da liberdade deles e se sujeitassem ao registro, estariam entregando ao governo todo esse poder, que poderia ser usado para fins políticos, e ainda estariam limitados pela burocracia, isso tudo sem tornar o mundo um lugar mais seguro; pessoas poderosas continuariam por aí causando problemas e os próprios agentes do Estado são falhos e poderiam colocar pessoas em perigo. No fim das contas isso só favoreceria o Estado.
    Mas enfim, curti bastante desse produto audiofonico, grande abraço para vocês.

  • José Verissimo

    ***SPOILER GUERRA CIVIL***
    ***
    ***
    Team Corraini. ò_ó
    O Cap merecia muito tomar umas porradas no sorriso perfeito. A defesa incondicional ao Bucky não fazia sentido! “Ele foi atrás do Bucky primeiro porque o governo tava indo atrás dele pra matar” – Isso é o que o Cap ficou dizendo enquanto conversava com o Bucky no ap e o Falcão por comunicador, porque depois de toda a pancadaria (essas coreografias de luta estão cada vez melhores ou eu que não assistia Marvel faz um tempo?) e da perseguição, o WarMachine chega lá junto com UM MONTE de agentes especiais com fuzis, prendem todo mundo e ninguém mata o Bucky, levam preso pra interrogatório (ponto pra ONU, porque faz muito mais sentido, prende o cara, interroga o cara, julga o cara e só então, se for o caso, mata ele). Depois da prisão do Soldado Invernal, a instalação de segurança máxima sofre um atentado e O VILÃO É RESGATADO, ARROMBA A CELA DE DENTRO PRA FORA, MATA UNS GUARDINHAS E NOCAUTEIA O FALCÃO NA FUGA, dá porrada no Tony Stark, na Viúva e foge. Ok, a gente sabe da lavagem cerebral e que o cara voltou a ser o Bucky e que voltou pro modo Soldado Invernal de novo, mas o Cap não sabia, defendeu o cara só pelo amor incondicional mesmo. Depois o Cap não explica nada pra galera (acho que só pra Viúva), porque “Tony não vai entender”, ~só eu entendo meu amor pelo Bucky, somos incompreendidos~.
    A política de supervisão da ONU faz algum sentido sim. Eu sei que os Vingadores evitaram merdas muitíssimo maiores, mas mesmo assim, acho justíssimo que eles estejam sujeitos a consequências. E não foi só o Tony Stark que precisava ser condenado, ele também criou o Ultron pensando em defender o planeta, só que deu errado. A Viúva e o Arqueiro pelo que consta têm um passado condenável, os caras perderem justo o Hulk e o Thor toda hora e não saber nunca exatamente o quê eles podem fazer também é muito vacilo. Quem garante pro civil do universo Marvel que os Vingadores têm agido da melhor forma possível? Podiam mesmo ter explorado bem mais a parte civil ao invés dos militares…
    O lado do Cap é “Eu sou a polícia, o juiz, o juri, o carrasco” + “Aos amigos tudo, aos inimigos a Lei”.

    • Antonio Pimenta

      “Ok, a gente sabe da lavagem cerebral e que o cara voltou a ser o Bucky e
      que voltou pro modo Soldado Invernal de novo, mas o Cap não sabia” O Cap sabia sim. Ele tinha acabado de conversar com um Bucky sóbrio e ele notou a diferença durante a fuga do Bucky, tanto que a primeira coisa que ele pergunta depois que o Bucky acorda é “Com qual Bucky eu estou falando?”
      Sobre o “Tony não vai entender”, não é questão de entender. Ele diz que não sabe se o Tony vai ter autorização de ajudar(Lembre-se q agora ele é subordinado do governo).
      Os vingadores precisam sim de supervisão, mas esse acordo não só impede que eles ajam , como tbm os obrigam a acatarem a ordem de atacar alguém que eles não consideram como inimigo(o que seria perigosíssimo durante uma guerra ou caso alguém queira usá-los como arma política). Acho que um documento que apenas exige que eles peçam autorização antes de agir seria mais efetivo.

  • MarcusVss

    Haha, na comunidade de jogos de tabuleiro as pessoas geralmente ODEIAM Munchkin (seria tipo o Candy Crush dos jogos de tabuleiro). Eu nunca joguei, mas pelo que falam não tenho vontade de jogar. Criticam o fato de o jogo ser exageradamente longo, com alguns citando que tiveram partidas que duraram mais que 3 horas, e não ter sustância pra durar esse tempo todo e que as piadinhas uma hora perdem a graça.

    • Henrique Tavares

      Pra uma comunidade acha que divertido são jogos de gerenciamento de energia elétrica em um país, não é de se espantar que odeiem Munchkin. E não sei, mas nunca joguei uma partida longa assim de Munchkin. Pela lembrança sempre eram coisas de 30m~1h.

      • MarcusVss

        Mas a comunidade é bem diversa. Jogos de porrada e de bastante interação também são considerados divertidos, o próprio Resistance é bem respeitado. A verdade é que Munchkin é mais antigo e não se encaixa bem com o que se conhece hoje como jogo de tabuleiro “moderno”. Não tem nada de mais gostar do jogo, mas é meio que um consenso que vc consegue substituí-lo por outros melhores e mais curtos (e com duração fixa, que é importante pra muita gente).

        • Hector Bonilla

          O melhor é Colonizadores de Catan!

      • Nem quero saber o que vc vai achar se eu falar que amo boardgames 4X, tais como Twilight Imperium 3, Civilization, Eclipse, etc. que duram horas e que tem muito gerenciamento e tals 😛 hahahaha
        BTW, se vcs jogaram o Munchkin em 30-60 min jogaram até a validade de diversão dele. Eu tive a fase que curtia o jogo, agora só acho cansativo e burocrático, mas democraticamente falando todo mundo pode gostar do que quiser, se seu grupo se diverte GG WP

        • Henrique Tavares

          Não acho nada demais, cara. Até curto às vezes também. Só acho chato quando tem jogadores que passam a sentir superiores quando começam a jogar esses que são ultra-complexos.

          • Isso é verdade Tanto que minha coleção atende de tudo, desde jogo que dura 10 minutos a outros que duram 10 horas

  • Marcelino Pinheiro

    Se a polícia mata um inocente trocando tiros com bandidos ela é responsabilizada.
    Se um doente morre na sala de cirurgia o médico tem que responder, mesmo querendo salvar a vida da pessoa.
    Quem dera se as pessoas realmente se sentassem e conversassem… não haveriam guerras mundiais, violência por ideologias diferentes…

    O plot do filme funcionou tanto que até vocês se dividiram!

    • André Campos

      Não sei se eu diria que nos dividimos… A única pessoa contra o Capitão América era o Corraini…

      • Marcelino Pinheiro

        Yep! Não disse mesmo que foi divisão por 2! 😀

        • André Campos

          Mas deveria ser próxima disso pra suportar o argumento de que o plot do filme funcionou, não?

          • Marcelino Pinheiro

            Não me preocupo em convencer se o plot funcionou ou não. Afinal cada um tem sua opinião. Agora falando comercialmente, foi o suficiente para o estúdio ganhar alguns milhões e se eu fosse um dos sócios estaria muito feliz!
            Plots simples como “fazer testes com portais por que fui programado para tal” e “recuperar a princesa” estão lá mais pela jornada do que pela sua própria essência.
            Outra coisa que notei foi que, para muitos, quanto menos se conhece de quadrinhos, mais se gosta de um filme de heróis.

          • André Campos

            Sim, o filme como um todo funcionou muito bem, acho que isso é indiscutível!

  • HuntaKilla

    Diferente do que é dito no início pelo Sushi e apoiado pelo Maajin, que o filme não tem consequências, eu acho que teve sim. Ao final do filme, apesar de terem dito que o Capitão América ganhou, a vitória dele se resume apenas na questão de salvar o Bucky. De resto, o acordo foi assinado e validado, os Vingadores estão sob o julgo da ONU. Capitão, Bucky e o resto da galera que estava presa e foi solta pelo Capitão, são todos foragidos e estão sujeitos a serem presos. Não sei como eles irão lidar com isso nos próximos filmes, mas a divisão dos vingadores é real após o filme.

    • Henrique Tavares

      Ah, também o Steve abandonou a identidade de Capitão América, além da dica que essa equipe “clandestina” está refugiada com o Pantera Negra.

    • Márvio

      Eles nem terão que lidar com isto nos filmes, já que o próximo reencontro marcado será na Guerra Infinita.

  • Sushi, tenta o Coup, cada partida demora de 1 a 5 minutos. Super rapinho.

    Se tiverem um grupo grande, também recomendo o Bang!

    Munchkin é insuportável com 3 ou mais jogadores. O jogo é quase que todo aleatório, você não pode fazer estratégia (dentro do jogo) nenhuma e só resta discutir e brigar com os outros jogadores.

    • Bang! é uma boa, recomendo o Bang! Dice Game (3-8 players)

    • Sushi0

      Aí que eu descordo de você, no munchkin sempre tem uma estratégia, ao menos pra mim. E discutir faz parte da graça do jogo pra mim.

  • Munchkin tem validade de diversão: 1h depois só fica irritante e penoso até o final da partida (tbem vale para war/monopoly), mas é engraçado reparar que muitos que ingressam nos boardgames modernos tem um contato inicial com o Munchkin hhahha

    Sobre o Battlestar Galactica Boardgame: JOGUEM!! É um dos melhores boardgames que conseguem unir temática com mecânica, e mesmo que vc não conheça a série é muito bom, mas fica melhor para quem viu.

    O Corraini precisa de uma boa experiência COOP nos boardgames, mas talvez curta o Arcadia Quest, por ser PVP e PVE ao mesmo tempo. Outro que ele vai adorar, COM CERTEZA, é o Zombicide Black Plague (que sai agora em Julho pela Galápagos).

    Outro party-games que eu sugeriria são: Coup, Codenames, Space Cadets Dice Duel, Bang! Dice Game.

    Sobre o The Resistance, falamos sobre ele num podcast que comecei recentemente, falamos dele e de nossas estratégias, que quiser conferir: http://www.ludopedia.com.br/topico/7042/jogatina-bg-podcast-turno-8-the-resistance

    • Eu não gosto de jogo competitivos em que um tá tentando foder o outro. Prefiro os que todo mundo se junta por um objetivo, como o Zombicide mesmo, que adorei.

      • MarcusVss

        Mas um jogo pode ser competitivo sem ser fura olho também. Não existem só esses dois extremos.

  • Hector Bonilla

    Com tudo o que foi dito, Guerra Civil ainda é melhor que aquele filme execrável que é BvS.

    • André Campos

      Nisso todos concordamos! o/

      • Hector Bonilla

        o/

  • –SPOILER GUERRA CIVIL–

    Alguns pontos esquecidos:
    – Os civis são representados pela mãe do garoto falando com o Iron na frente do elevador;
    – O Capitão está tão certo que na carta, ele começa pedindo desculpas ao Tony, pois ele sabia do que havia ocorrido;
    – O Ultron foi criado por causa da Jóia da Mente do cetro. O Stark não conseguiu decodificar. E se levar em conta que a criação do Utron foi devido ao pesadelo da retardada da Feiticeira Escarlate, a culpa pode ser no mínimo dividida em três.
    – O Homem Formiga teve a motivação quebrada neste filme. Todo o arco de querer ser um homem pela lei no primeiro foi jogada fora no momento em que ele dá de ombros ao Capitão dizer que ele novamente se tornaria um criminoso ao ajudá-lo.
    – Os times brigam no aeroporto e cada time tem motivo: o time Iron queria CAPTURAR (não matar) o Soldado Invernal, para que ele pagasse pelas mortes, enquanto o time Cap estava indo de encontro aos supostos soldados invernais que o Zemo poderia adquirir.
    – O Gavião Arqueiro e a Feiticeira escarlate NÃO TEM MOTIVAÇÃO. O Gavião diz que voltou pois cansou de jogar golfe, enquanto a Feiticeira foi para o lado do Capitão porque o Stark tinha pedido para ela não sair de casa para não fazer mais besteira do que já havia feito. Lembremos que A criação do Ultron e a morte do Mercúrio já estão na conta dela.
    – Faltou conversa. O Capitão diz “Farei o melhor para a humanidade, desde que seja eu que escolha o que é o melhor, já que eu sou um MILITAR que não aceita ORDENS vindas dos meus SUPERIORES. CARALHO”.
    – O Bucky tem sim que pagar pelas mortes, e não é ficar em suspensão, é cadeia, juiz e o caralho todo, e se considerado culpado, aceitar bem quietinho que a justiça seja feita.
    – O Tratado de Sokovia delimitava que OS VINGADORES deixariam de ser uma EMPRESA PRIVADA e começariam a responder à cúpula da ONU. Se o Capitão não concorda, beleza, não faço mais parte dos Vingadores.
    – O Iron ficou puto no fim do filme não só pelo Bucky ser o assassino dos pais como também o Capitão estar escondendo esta informação dele durante todo este tempo.
    – Stark, Rhodes e Viúva Negra são os únicos que durante todo o filme lutam pela legalização dos Vingadores. Acho que o Rhodes deveria ter morrido, mas também vejo valor na sua última cena, quando ele diz que faria tudo outra vez, pois sabia que havia feito o certo, JÁ QUE É UM MILITAR E SABE CUMPRIR ORDENS. CARALHO.
    – Nunca gostei do Capitão América, e depois deste filme quero que o Thanos parta ele em dois. Corraini is right, a motivação dele no filme era salvar um ASSASSINO das garras da lei que ele jurou proteger. FILHO DA PUTA.

    Estes são alguns dos pontos principais do filme. Não gostei da película, pois a estava esperando muito, e me decepcionei ao ver que mesmo tentando fazer um filme mais sério, as conjunturas finais foram fracas e covardes. Ainda prefiro o Andrew Garfield como homem aranha, já que o teioso neste filme foi CG o tempo todo, espero ver mais do ATOR no próximo filme. As lutas foram boas, mas nada demais. A cena do Homem Formiga foi sensacional, e a citação de Star Wars também, e só. A cena da perseguição do Bucky é fraquíssima, com muitos efeitos visuais e poucos práticos, o que deixa o filme muito bonito, mas totalmente irreal. E sobre o Capitão ter ganho no final: ser um procurado internacional, que invadiu uma sede do governo para “resgatar” outros criminosos extremamente perigosos, e que não respondem a ninguém além de si mesmos, é uma vitória estupenda. Parabéns, Steve Rogers.

    • Antonio Pimenta

      O problema é que o time do Stark realmente queria apenas capturar, mas o governo iria usar o Bucky como exemplo. Como todos os heróis do time Stark assinaram o acordo acaba que eles não tem autoridade pra decidir o que fazer com o Bucky. Mesmo que eles tivessem descoberto que ele não causou esse último atentado isso não faria diferença pq ele ainda é um “terrorista”

      • Mas os Vingadores não tem autoridade para julgar o Bucky. Por isso eu disse, o Bucky tem que ser PRESO e JULGADO, e se o julgo for cadeira elétrica, deve-se respeitar. O julgo deve ser feito levando em consideração provas, testemunhas, etc… Mas deve ser JULGADO, e não congelado escondido. Esta é a questão.

        • Antonio Pimenta

          O capitão(pelo menos esse do filme) nunca entregaria o Bucky ou qualquer outra pessoa inocente pra pagar o pato assim.

          • Bucky inocente? Tu vai numa festa, colocam boa noite Cinderela na tua bebida, quando tu tá voltando pra casa com o teu carro tu perde o controle do carro e atropela um inocente na rua. Quem será acusado, a pessoa que te drogou (que tu não sabe quem é) ou tu que estava no volante (mesmo sem se lembrar/ter controle das suas ações)?

          • Antonio Pimenta

            O que vc falou não serve pra dizer que ele não é inocente. Nesse caso é claro que eu seria acusado injustamente(como vc mesmo falou, alguém teria me drogado sem o meu consentimento), mas tentaria provar a minha inocência. A situação do filme é diferente pq o Bucky não teria chance de defesa. Ele morre pelas mãos do Pantera negra ou é preso e acusado por um crime que não cometeu. Até o próprio Pantera Negra entende isso.

    • Antonio Pimenta

      Ah, se o Bucky deve ser preso pelo q fez mesmo não podendo controlar o próprio corpo então o gavião arqueiro (ele foi controlado pelo Loki durante o primeiro filme dos vingadores e com certeza matou outras pessoas) tbm deveria estar preso.

  • Omelete Box

    Estou baixando Final Fantasy X/X-2 Remaster já tem mais de um dia, e este podcast veio bem a calhar. Já ouvi a parte de Guerra Civil duas vezes, pois devido a acontecimentos da vida, nem me animei de ver o filme. Provavelmente só vou pegar quando sair em DVD.

    • Daniel Leidson #TRIGGERED

      Ué, tá sumido. Nunca mais postou na comu.

      • Omelete Box

        Tomei um pé do emprego, estou na merda.

        • Daniel Leidson #TRIGGERED

          Sério? Mas tu não trabalhava na CGU? Pensei que tinha ficado de fora dos cortes.

          • Omelete Box

            Que nada, tesouraram uma galera lá. Pior foi que eu defendi a Dilma até o final, e nem pra me arranjarem uma comissão numa secretaria qualquer.

            Pelo menos a galera das xoxo media rodou também, muita gente lá odiava aquele povo, nem sei porque foram inventar de pagar essas merdas, não adiantou de nada no final das contas. Encheram a bunda de dinheiro e a militância virtual não adiantou de nada.

          • Daniel Leidson #TRIGGERED

            Que barra. Ô, chega lá na comu, tem uma galera lá.
            Ia te convidar pro MdM mas parece que te baniram lá.

          • Omelete Box

            Já é.

  • dinopron

    Eu quase nunca comento (dsclp) só vim p dizer q o sushi acertou a mão nas músicas dessa vez IMO, gostei de todas

X