Linha Quente #17: Totoro não é Atriz

2016-05-04T10:40:04+00:00 4 de maio de 2016|Linha Quente|23 Comentários

[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”3/4″][vc_column_text]Você que procura a iluminação ante as diversas mazelas da existência, que anseia por trilhar caminhos menos tortuosos em busca de uma presença confortável neste plano astral, que suplica por uma migalha de sabedoria no átimo mais importante de uma rotina desregrada… Você veio ao lugar certo.

No Linha Quente, este nosso novo canal de sapiência e muita streetwise (todos tiramos vinte no dado e somos os Lordes das Ruas), responderemos todas as suas questões sobre qualquer assunto.

É sério. Qualquer um.

Neste décimo sétimo episódio, recebemos a passarinha Ana Duarte e oferecemos um pouco de nossa extrema erudição sobre assuntos que passam por um casting improvável para uma série de TV, como fazer membros da sua família serem atropelados, partes peludas do corpo e muito mais.

Abunde-se em um lugar confortável e esteja preparado(a) para expandir os horizontes de sua mente!

Tem alguma dúvida insaciável?

Basta clicar aqui e enviar sua pergunta.

Links:

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/4″][vc_column_text][fap_track url=”http://audio.jogabilida.de/linhaquente/linha_quente_17.mp3″ title=”Linha Quente #17:” share_link=”http://jogabilida.de/2016/04/linha-quente-15″ cover=”http://jogabilida.de/wp-content/uploads/2015/11/lqcapa.jpg” meta=”Totoro não é Atriz” layout=”grid” enqueue=”yes” auto_enqueue=”yes”][/vc_column_text][vc_raw_html css=”.vc_custom_1449180476769{margin-top: 30px !important;}”]JTNDZGl2JTIwaWQlM0QlMjJmZWVkLWJ1dCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIydGV4dC1hbGlnbiUzQSUyMGNlbnRlciUzQiUyMiUzRSUzQ2ElMjBzdHlsZSUzRCUyMmRpc3BsYXklM0ElMjBibG9jayUzQiUyMGNvbG9yJTNBJTIwJTIzZmZmJTNCJTIyJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZuYW9nYW1lcy5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1yc3MlMjBmYS0zeCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIyZGlzcGxheSUzQSUyMGlubGluZS1ibG9jayUzQiUyMG1hcmdpbiUzQSUyMDAlMjAxMHB4JTNCJTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUyMCUzQ3AlM0VGZWVkJTIwUlNTJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0UlMEElM0NkaXYlMjBpZCUzRCUyMml0dW5lcy1idXQlMjIlMjBzdHlsZSUzRCUyMnRleHQtYWxpZ24lM0ElMjBjZW50ZXIlM0IlMjIlM0UlM0NhJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwYmxvY2slM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGaXR1bmVzMi5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1tdXNpYyUyMGZhLTN4JTIyJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwaW5saW5lLWJsb2NrJTNCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwMCUyMDEwcHglM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUzRSUzQyUyRmklM0UlMjAlM0NwJTNFSXR1bmVzJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0U=[/vc_raw_html][vc_raw_html css=”.vc_custom_1448870206131{margin-top: -25px !important;}”]JTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGeW91dHViZS5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJ5b3V0dWJlLWJ1dCUyMGZhLXlvdXR1YmUtcGxheSUyMGZhLTJ4JTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUzQyUyRmElM0UlM0NhJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZmYWNlYm9vay5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJmYWNlLWJ1dCUyMGZhLWZhY2Vib29rJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRSUzQ2ElMjBocmVmJTNEJTIyaHR0cCUzQSUyRiUyRnR3aXR0ZXIuY29tJTJGam9nYWJpbGlkYWRlJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIydHdpdC1idXQlMjBmYS10d2l0dGVyJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRQ==[/vc_raw_html][divider line_type=”Full Width Line” custom_height=”20″][toggles][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Trilha do Podcast”][vc_column_text]

  • “Tiger Balm” por Bob Bradley/Noel Dennis
  • “Early Summer” por Miami Nights 1984
  • “Last Embrace” por Makeup and Vanity Set
  • “Dust” por M.O.O.N.
  • “Elevator of Love” por Miami Nights 1984
  • “Turing Sequence” por Makeup and Vanity Set
  • “Plus Four” por M.O.O.N.
  • “On the Run” por Miami Nights 1984
  • “Memory Cycle” por Makeup and Vanity Set
  • “Delay” por M.O.O.N.
  • “Sunset Cruise” por Miami Nights 1984
  • “Senses Dynamics” por Makeup and Vanity Set

[/vc_column_text][/toggle][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Blocos do Podcast”][vc_column_text]

  • Pergunta 1 – 3:35
  • Pergunta 2 – 8:09
  • Pergunta 3 – 17:46
  • Pergunta 4 – 23:01
  • Pergunta 5 – 29:59
  • Pergunta 6 – 46:27

[/vc_column_text][/toggle][/toggles][/vc_column][/vc_row]

  • Gabriel Guimarães

    kkkk adoraria ter o poder de mandar um comentário ao vivo kkkk # é só doar no tier de 15 dólares #

  • Gabriel Guimarães

    hahaaha essa de se tornar o inventor de algo, vocë teria que viver naquela época? Não ia querer viver no passado nem ferrando rs

  • Dariecão

    “Não tem ninguém muito bonito em curso de história”
    Apesar de ser verdade, essa doeu…

    • Mikael de Freitas

      Acho que vocês ainda não me conhecem 😉
      AHEOIHOIEA mentira, é doloroso mas é verdade.

  • Jabez Asafe

    Até ia escutar agora, mas to no trabalho e isso não me parece uma boa ideia.

  • Mikael de Freitas

    “Uma roça com praia”
    É, mais ou menos isso mesmo. Mas sou Capixaba com muito orgulho :3

  • Pingback: Linha Quente #17: Totoro não é Atriz | Podflix()

  • Lucas Santana

    Sobre o cara que traiu a namorada, a mesma coisa que nossos casters, vc fudeu tudo. Mas na boa, eu faria o mesmo que o André, diria a verdade e seria sincero, mesmo que você perca as duas. Ou você pode escolher ficar com a amiga do trabalho, já que se gostavam tanto…

    • Thiago Nunes

      Ou você pode escolher a amiga do trabalho e trair ela com seu CHEFE.

      A promoção que você queria só depende de você!

  • André Gross

    Lol, eu tenho bunda peluda, não peluda pra car* mas puludinha e:
    1- Não amortece.
    2- De vez em quando dá trabalho para limpar.
    3- Sim, é uma merda…literalmente.

  • Pê Ê Vinte e Cinco Setenta

    Sobre essa história de pegar colega de trabalho, uma vez, uma colega de trabalho me disse com estas palavras: “Olha, só não rola nada entre nós porque a sua esposa é minha amiga”.

  • Lucas Vieira

    Melhor coisa, é quando se é criança e quando o semblante da mãe é o de ‘você vai apanhar os zoio fora tudo’ e você começava a chorar, daí o semblante muda para o de ‘coitado dele, deixa eu abraçar esse crianço’… É a melhor sensação, se livrar de uma surra garantida dessa forma 🙂 .

  • Bruner

    “Uma roça com praia” hahaah XD melhor descrição dessa terra aqui, só faltou um “Uma roça com praia E pó de minério” pra completar o pacote xD bjusLindona!

  • Omelete Box

    Essa história de pegar colega de trabalho é mais louca que a Carla Perez soltando Trovão Aurora. Confesso que já furei o olho de alguém, no sentido figurativo. Eu tinha uma colega de trabalho jeitosa, mas não sabia que ela tinha namorado. Acho que até estavam de casamento marcado. Bom, o resto é história.

    • Lucas Santana

      Carla Perez soltando Trovão Aurora

      • Omelete Box

        Mais louco que os Power Rangers no programa do Gugu

  • Ana /o/

  • Daniel Leidson #TRIGGERED

    Uma roça com praia.
    É.

  • Henrique Tavares

    Peraí, o Corraini falou sério na sugestão de como solucionar o problema do caso com colega do trabalho? Ignorar, deixar a pessoa transtornada e depois mentir e manipular a culpa pra cima dela? :O

    • Yep. Eu não faço merda, mas se fizer, eu vou sair dela sem me sujar.

  • Ricardog sem ervilha

    Discordo das soluções acerca da colega de trabalho. Mas entendo que a situação é difícil e que não tem uma solução única e certeira. No meu caso eu quaaaase passei pelo mesmo então fiquei na cabeça acerca das consequências. Nunca entendi essa coisa de fugir da pessoa que tu transou, sério mesmo, se já são amigos de longa data é só conversar e dizer pra deixar as coisas na amizade mesmo, que o cara tá em outra relação, mas ainda quer a mina como amiga. Pela minha experiência de situações que já passei, o sexo só serviu pra deixar mais forte a amizade. Devia ter traído a namorada? não, né? mas tem que trabalhar com o agora e com o depois, remoer não adianta, às vezes as coisas acontecem, não por acidente, tipo, tropeçar e “opa, transei aqui”, mas acontecem. No trabalho acho difícil que ela vá “ferrar” o cara, pensem bem, a mulher sempre sai prejudicada nessas coisas, se vazar na empresa, a “vagabunda” ainda vai ser ela, o ar do machismo nas empresas é sempre esse. Na pior das hipóteses a mina surta e conta pra namorada dele…. mas ela pode fazer isso se ele ignorar ela também, que acho pior ainda. No fim, ele tem que conversar com ela, dar a real, que gostou de tudo mas quer só amizade e que gosta muito dela, por isso ainda quer ela como uma amiga. As pessoas são escrotas? são, mas tente não ser uma pessoa escrota em transar com a mina e depois fugir ou manipular ela.

  • Jefferson Rodrigues

    O lance das imagens em movimento surgiu depois de uma aposta de que um cavalo, no ato de cavalgar em algum momento ficava com as 4 patas no ar. Alguém descordou e rolou uma aposta, para provar isso o cara colocou várias câmeras com disparadores por barbante, isso capturava as imagens a medida que o cavalo passava. Daí ele provou que o cavalo ficava com as 4 patas no ar e percebeu o movimento das imagens em sequência… Ganhou a aposta…

    😀

  • Wendell Wallace

    Pera, o André disse que comeria o Corraini? Lá pelos 10 minutos?! Oh gosh.

X