Sejam bem vindos à mais um encontro do grupo de mais garbo e elegância do mundo da discussão da arte da animação japonesa!

No encontro da vez Superintendente Rick, Barão Sushi, Califa Corraini recebem mais uma vez o convidado Ditador Ivan Mizanzuk e se reúnem para dissertar sobre os dramas adolescentes, os dilemas de se tornar uma defensora do fracos e oprimidos, os perigos de lutar contra o mal e de se deixar levar pelos sentimentos…

E o quão efetivo é tudo isso em Puella Magi Madoka Magica, uma história sobre um grupo de estudantes que decidem tornar-se garotas mágicas para batalhar inimigos fantásticos, mas descobrem que nem tudo é um Sailor Moon.

Como sempre, é recomendado o consumo prévio da obra, pois todos os seus detalhes e minúcias serão expostos em completude.

Ao final do debate, um dos outros membros será sorteado e escolherá o tema da próxima reunião. Mas caso já queira saber de antemão, clique aqui.

O que achaste?

A sessão do clube continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes!

Links:

Escutar

Adicionar à Playlist Baixar

Trilha do Podcast

  • “Moonlight Blues”, por Bruce Maginnis
  • “Magia”, por Kalafina

Blocos do Podcast

  • Menininhas sofrendo: 0:00:00
  • Ayana

    Wow, o anime de Tokyo Ghoul é horrível… É sério que vocês vão ver isso?

    • Gabriel Macena

      Pensei a mesma coisa, quero ver o que eles vão achar.

      • (Amari)yuzurity

        né? quero só ver no que vai ser isso ai!

    • Diego Prado

      Tokyo Ghoul é excelente, a primeira temporada segue quase fielmente o mangá, da 1º em diante só o mangá mesmo.

      • Ayana

        Segue fielmente o manga? Tipo mudando os arcos de lugares e cortando o desenvolvimento de Kaneki? E isso sem falar na animação horrível.
        A segunda temporada era pra ser algo diferente do manga, mas no final tem a mesma conclusão.

    • Caio_RB

      Pois é, achei que seria o mangá. Quando vi que era o anime, nem acreditei. Aquele troço é muito ruim e não tem nada a ver com o original.

  • JΞFF OLIVΞЯ

    Tive o mesmo pensamento sobre o kyubey qnd assisti. Ele é o satanás encarnado. hahahah

  • Bakunin

    A Mami morre por que a Soul Gem dela vira um laço de cabelo. Quando a bruxa come a cabeça dela, ela destrói a Soul Gem, no caso, a Alma.
    O dano que o corpo vazio sofre não importa muito desde que a soul gem fique intacta. Você pode até ficar incapacitado, mas se a soul gem da Mami não ficasse no cabelo, mesmo perdendo a cabeça, ela teoricamente sobreviveria.

  • Obrigado, Jogabilideiros.

    Gen Urobuchi finalmente ganhando seu devido espaço tendo sua obra falada por vocês, me sinto muito gratificado, ainda mais se falando de um trabalho dele que eu gosto bastante, perdendo somente para o que ele fez em Psycho Pass onde sua narrativa me agradou infinitamente mais, apesar de não tornar seus trabalhos anteriores em algo inferior.

    • Ayana

      Psycho Pass e Madoka juntos não chegam perto da maravilha que é Saya no Uta.

      • Pedro Guilherme

        Eu particularmente ainda prefiro Fate/Zero, por mais que o universo que ele tenha trabalhado ali não seja dele, ele fez o melhor dele com aquilo que foi dado para ele.

        • Sushi0

          Nossa, Fate/Zero é absurdamente melhor que Madoka. O que me lembra que tenho que indicar ele ainda

          • 55555

            Fate/Zero é maravilhoso. Fate/Unlimited Blade Works 2014 é muito bom também. <3

          • Pois é,só eu não é melhor por motivos de SHIROU SEU MERDA!

          • 55555

            Eu amo o Shirou :^3 é meu protagonista de desenho favorito. Não acho que o animu o retrata bem, tho, na VN o acho legal e no UBW acho ele muito legal mas não tanto.

          • Nisso eu concordo pra caralho,tanto em questão de roteiro e construção de personagem Fate/Zero é sensacional. Aguardando mt você recomendar
            E não posso perder a esperança pra um JACK de Evangelion kkkkkk

          • Fate/Zero foi a primeira coisa que eu vi relacionada a feitos do Gen Urobuchi, ele é incrível de tantas maneiras – a forma como ele te constrói um seguimento de roteiro e arcos de personagem, eu sou muito fã dos trabalhos dele em Fate e especificamente Psycho Pass, meu grande xodó.

            Jack sobre o mestre Gen Urobuchi. (Que deu a louca de fazer uma ”animação” de fantoches agora… Vamos ver ai, né. xD)

          • Jonathan

            O Cara é autor de Fate/Zero… Agora dei mais valor ainda!
            E Psycho-pass tabm é bem legal. E ele também tá envolvido no bem mais ou menos Chaos Dragon (q tem pontos altoas, mas daquele jeito…)

          • Gen Urobuchi é o Hideo Kojima dos animes.

      • 55555

        Aquela tristeza de que nunca vou ouvir falarem de Saya no Uta num Podcast. Uma vez o Mucioli (finado Daimyo Tengu) comentou que tava jogando acho que num Amigos do Fórum e só deu aquela piscadela pra quem sabe do que se trata.

      • Superkei

        Saya no Uta me pertuba até hoje, mas é uma puta historia boa.
        Acho que as melhores coisas do Urobuchi é Saya no Uta e Kikokugai

      • Totalmente de acordo, por mais que eu prefira Psycho Pass, Saya no Uta é fantástico.

  • Gabriel Macena

    Passando pra avisar que o link pra abertura do anime no post está direcionando para a de Barakamon.

  • Manteiga No Biscoito

    Não consegui entender o que esse anime tem de especial.

    • Ayana

      É uma desconstrução™ do gênero mahou shoujo feito pelo mestre literário Gen Urobuchi!

      • Manteiga No Biscoito

        Sim, eu sei. Mas achei muito fraco, achei essas adoração por ele muito exagerada.

        • Ayana

          Eu tava zoando cara.

        • Bem… Pessoas diferentes,opniões e gostos diferentes

  • Rook

    O pedido da Madoka no final do anime, pelo menos na tradução que eu vi, foi que todas as bruxas em todas as realidades e tempos fossem mortas pelas mãos dela, então sim, ela escolheu ser um “Deus” e as garotas magicas continuam a se transformar em bruxas (coisa que fica mais clara no filme).

  • William Dorneles

    Gente, parabéns o cast ficou muito bom.
    Mas eu preciso reforçar, assistam o filme 3. Ele completa o anime de uma maneira maravilhosa.

    Quanto a alguma das dúvidas que vocês colocaram, elas são bem explicadas no filme mas eu dou uma resumida aqui do que não for muito spoiler. Mas, caso queira ver o filme indico parar de ler aqui.

    O pedido de Madoka instituiu uma nova lei no universo, a lei do ciclo. Que significa que a soulgem das garotas mágicas vai ainda ser poluída, mas em um ritmo mais lento. Mas quando elas iriam entrar em desespero a madoka vem e salva elas.

    Todos no universo esqueceram da existência da madoka, tirando a Homura, e é a conversa dela com o kiubey que ela fala da Madoka que da ignição ao terceiro filme. Que reforço, assistam.

    • Crow

      Infelizmente acho que ninguém vai fazer isso por falta de tempo :/
      Mas sem duvida é uma pena, pois acrescenta bastante a história que ficou meio incompleta apenas com o anime.

    • Jonathan

      Acabei de assistir o terceiro filme e confesso que foi uma viagem. f****….
      Tem bastante coisa que não entendei e que entendi melhor quando olho em relação ao anime.

  • Nacib Véio

    A trilha do anime é muito boa mesmo. Uma das melhores sacadas pra mim foi logo no inicio (acho que nos 2 primeiros epis), que fecham com um encerramento padrão e feliz de mahou shoujo, mas o próximo epi fecha com a morte da Mami e com o novo encerramento e aquela música fantástica, reforçando o tom que a história seguiria dali pra frente.

  • Pedro Guilherme

    O cast ficou muito bom. Vi que explicaram aqui como o universo passa a funcionar depois que a Madoka altera ele, mas gostaria de reforçar o pedido para que assistam o terceiro filme. Ele apenas acrescenta a Madoka e talvez dê uma nova perspectiva para coisas que estavam ali, mas talvez não fossem tão visíveis. No mais, um amigo tinha me recomendado Tokyo Ghoul, mas eu estava demorando para assistir, irei aproveitar a oportunidade do JACK para vê-lo.

  • madoka é muito foda, imagina se um dia rola um jack de suzumiya haruhi

  • Caio_RB

    Vou ser sincero, desde o início achei que teria sido melhor ter assistido o terceiro filme junto ao anime. Muitas das coisas que vocês viram como erros ou que não souberam explicar, são totalmente explicadas no filme.

    No geral e por causa disso, não curti tanto o cast.

    • slashrick

      Talvez tivesse ficado melhor, mas decidimos olhar só o anime.

      E olhando só o anime, tem vários furos e coisas sem explicação. Quem sabe um dia a gente não faz um sobre os filmes?

  • Chico

    CARALHO
    FINALMENTE ALGUEM INDICOU TOLYO GHOUL
    mas o mangá é melhor

  • Lucas Sant’Ana

    Pessoal, o desejo da Madoka não foi “acabar com todas as bruxas”, mas sim “que ela pudesse acabar com as bruxas com as próprias mãos”. Ela faz esse desejo justamente porque assim ela pode purificar ela mesma todas as bruxas e “se certificar” que nada dê errado.
    E faço coro com os outros que comentaram: o terceiro filme é fan-tás-ti-co. Vale a pena assistir.

  • Gabriel Bittencourt

    Primeiramente fora Temer.

    Segundamente eu queria agradecer, porque se não fosse pela indicação de vocês eu NUNCA assistiria madoka, e toda a quebra do status quore desse tipo de anime, e ainda mais o loop no tempo que pra mim é sempre algo incrível de se assistir, não teriam sido degustados pela minha pessoa. Agora vamos ao que eu entendi do final, o que acontece com a Madoka é que ela passa a ser a senhora deusa fodona, o Kyubey fala isso, e na hora que o desejo dela vai se realizar ela tem uma reunião meio que espiritual com as outras meninas onde a Mimura fala isso, que ela vai continuar lutando pra todo o sempre, assim ela se torna como se fosse a morte, as gemas ainda são corrompidas mas na hora em que a bruxa vai nascer a madoka chega lá, e mata ela, isso é visível quando a Himori depois de ficar naquele suco de luz abraçadinha com a madoka, volta pra uma realidade e é bem na hora que aa… aaaaa… esqueci o nome, a espadachim merdeira vai morrer, que você vê a Madoka conversando com ela e falando, a sinto muito por você e não sei o que, sei que não era isso que você queria e blá blá blá, emo, blá blá e ela morre, aí quando você volta pra Mimura ela fala que o que aconteceu é que ela usou muita energia e deixou de existir, aí você nota que as regras mudara.
    Uma outra cena que explica isso, é a cena final da Himori no topo da torre com o Kyubey, ela explica tudo aquilo pra ele e ele não sabe de nada, e fala que não tem como comprovar nem desmentir, porque o que aconteceu foi que o universo inteiro foi reescrito, e a única pessoa que sabe de alguma coisa é a Himori, pelos poderes de viagem no tempo dela, ela ainda teoriza que os fantasmas são uma outra forma do desespero criado pela corrupção das gemas, ou seja, não existem mais bruxas porque a madoka mata elas antes delas nascerem, mas a “energia de bad vibe” delas ainda existe, e se materializa na forma dos fantasmas. Mas aí se existe ainda uma forma de limpar as gemas das meninas mágicas não é digo na série, talvez no terceiro filme que vocês citaram.

    É isso que eu entendi.
    Adios

    • Lucas Sant’Ana

      Mimura/Himura = Homura
      “garota espadachim” = Sayaka

      O terceiro filme é mais uma história extra que criaram e acrescenta várias coisas bacanas. (mas não explica mais nada, necessariamente)

  • Pingback: JACK #17: Puella Magi Madoka Magica – Podflix - Jogabilidade - Podcast()

  • Punpun

    Pelo menos o próximo cast vai ser curto:
    “é uma merda que pensa que é original copiando outros mangas antigos, vlw flw”

  • Superkei

    Vocês realmente precisam ver o filme depois.
    Forçando um pouco a barra nas comparações, é como Uncharted, podia terminar no 3? podia sim! Foi bom ter o 4? Foi maravilhoso ter o 4

  • LcY

    Olha, sobre Tokyo Ghoul: se você assistir só o anime é possível que não passe raiva e até consiga aproveitá-lo um pouco. Mas pra quem já leu o mangá…..

    O mangá foca muito nos dilemas, nas relações de amizade e na psique do Kaneki (personagem principal) e.. nossa… o anime faz isso de uma forma tão porca que, Jesus, o Kaneki é realmente representado como um idiota lá. A empatia e a torcida que você tem para com os personagens no mangá não é traduzida pelo anime em 1%. A história realmente é bem lenta nos quadrinhos mas eu, pessoalmente, achei extremamente envolvente.

    BTW Corra, você leu o mangá até onde? Realmente fiquei bem “putz, sério?” quando disse que não curtiu muito.

  • Thiago Santos

    Eu não assisti aos filmes, é bom deixar claro, mas o final do anime me deu a impressão de que o pedido da Madoka, que é que todas as bruxas sejam apagadas antes de surgirem, fez com que ela absorvesse toda a dor de todas as mahou shoujos.

    Elas continuam acumulando aquela energia negativa, mas quando elas vão virar bruxas a existência delas é apagada, que foi o que aconteceu com a própria Madoka. E aquela cena dela voltando mostra ela purificando as soulgems com a dela própria.

  • Tairon

    Tem spoilers sobre os filmes também, ou só o anime?
    É que não vi os filmes ainda, e não quero tomar spoilers deles..^^

    • Sushi0

      Só do anime mesmo, nenhum de nós viu o filme.

      • Tairon

        Vlw, irei escutar agora..^^

  • Vitor Neves

    Tokyo ghoul demora bastante pra engatar, mas é um mangá muito bom. Mas é uma pena que o anime corta e altera muitos detalhes da história que me fizeram desistir de assistir. A segunda temporada ficou parecendo filler. Bem esse é o problema de ver o mangá primeiro.

  • Shini

    A ideia do desejo da madoka é que ela mate todas as bruxas que já existiram ou irão existir “com as próprias mãos” e foi exatamente o que aconteceu. As garotas ainda viram bruxas por um momento e desaparecem logo em seguida, inclusive mostra isso no final do último episódio, com a sayaka morrendo de novo (se tornando bruxa por um segundo e logo depois desaparecendo). E as souls gems ainda ficam negras, obviamente, na cena dos “quadradinhos” mostra a homura botando a soul gem dela no chão e os quadrados negros em volta “sugando” uma energia negra dela.
    Achei o cast bem legal, mas senti falta de vocês comentarem do terceiro filme, que é o melhor filme baseado em uma série de anime que eu já vi.

  • Lumpemproletariado Latino

    Favor respeitar os idosos e colocar animes dos anos 90 (tb conhecido como “aqueles que valem”) ou pelo menos as coisas pré crise da indústria nos anos 2000.

    Tem Monster tb….Monster é legal

    AK-ZA AGRADESCE

    • Sushi0

      Já fizemos do Cowboy Bebop, Gundan e Hokuto no Ken…

      • Lumpemproletariado Latino

        Eu sei e por isso meu S2 é um lugar mais feliz, continue assim, é o caminho correto e o único aprovado por Jesus and seu amigo de parquinho, Tatanáis.

    • Lucas Santana

      Depois dos anos 2000 tem Steins; Gate 🙂

      • Kirano

        Steins;Gate é um que eu espero muito. Meu anime preferido.

    • akht rukanta

      É mesmo é? Dá pra ele então.

      • Lumpemproletariado Latino

        Só se ele me pagar um sorvete, levar no cinema e se apresentar pros meus pais..tá achando que é festa é

  • Irado! Minha namorada viu, e me fez assistir, eu com meu preconceito torci o nariz, mas depois de alguns episódios, comprei totalmente a história, é um anime excelente!

  • Lucas Santana

    Vim dizer que Gen Urobuchi fez Kamen Rider Gaim também, onde ele acabou criando o Rider mais forte da história e uma história meio Game of Thrones na série Kamen Rider rs

  • Antonio Cassio Justino Santos

    Bem, não acrescentarei muito ao que já foi comentado neste espaço, mas apenas reforçar o que já indicaram de vocês verem Kamen Rider Gaim, pois todo o cerne do estilo de escrita do Urobouchi está lá, inclusive resgatando a linearidade e clima mais pesado que Kamen Rider tinha na era Showa.

  • losk

    Guris eu tenho uma dica para o Jack, pq no inicio cada um de vcs já não dá a suas opiniões finais sem spoiler?
    “Eu terminei com um saldo positivo e acho q as pessoas deveriam ver” algo assim, bem rápido, e ai comecem o papo normal.
    Eu ia gostar muito se fizessem isso, e não acho que afetaria o cast.
    Excelente programa.

  • Rodrigo Okuyama

    Adorei o programa! Acho que a única coisa que poderia acrescentar sobre o anime “P. M. Madoka Magica” é que foi produzido pelo estúdio Shaft -me surpreendeu bastante na época este estúdio ter escolhido trabalhar com o tema “Mahou Shoujo”.

    O estúdio Shaft produziu algumas séries visualmente belas e temas interessantes, como “Arakawa Under the Bridge” ( Arakawa Anda za Burijji), “Sayonara, Zetsubou Sensei” e a adaptação das light novel “monogatari”.

    Se o Ivan Mizanzuk tiver interesse em conhecer uma boa história de assombrações japoneses, transposta para os dias atuais, recomendo a primeira temporada da série “monogatari”, a “Bakenomogatari” (o primeiro episódio faz uma montagem rápida, contando a história de vampiros contida no “Kizumonogatari”). Aqui o primeiro episódio (assista pelo menos os primeiros minutos iniciais, eles sabem criar uma tensão no primeiro capítulo):
    http://mais.uol.com.br/view/qfulp343hf7n/bakemonogatari–episodio-1-0402CC183568C4A14326?types=A&amp;

    E finalmente o estúdio Shaft lançou este ano o primeiro filme do “Kizumonogatari”:
    https://www.youtube.com/watch?v=LYPJoA9udJo

    • Pedro Guilherme

      Meu sonho ver eles falarem de Bakemonogatari, especialmente por que gostaria de ouvir também os comentários do Mizanzuk sobre os temas do anime, mas acho difícil que a indicação do Rick acabe sendo essa.

      • Rodrigo Okuyama

        Seria muito legal mesmo, Pedro… Acho demais a “Bakemonogatari” por causa do visual (que usaram do artista a light novel VOFAN -http://migre.me/uumUE), as aberturas e a história, principalmente com a primeira, do “Hitagi Kani”: o autor jogou um jogo de palavras para trabalhar a história das lembranças da Senjouhara.

        • Caio_RB

          Infelizmente acho bem impossível

    • Panino, o Manino

      Olha… vou reforçar a indicação por Bakemonogatari, pelo menos a primeira série.
      Não é fácil de assistir mas fiz um esforço para assistir a franquia inteira e valeu muito a pena. É bastante interessante. A arte é inconsistente, sendo sincero raramente ela acrescenta alguma coisa na história, mas é um diferencial de todo modo e ajuda a não dormir.
      Indico a série mais para ver do que seria capazes de falar e extrair da série, porque a escrita do Nisio tem seus méritos e tem um bocado de significados e simbologias. Quero ver se conseguem fazer isso sem ficar falando só de fanservice.

  • Kirano

    Eu tentei ver Madoka Magica em 2012, quando após gravar um podcast com o povo do JCast eles recomendaram isso. Eu tentei e parei no terceiro episodio por ser muito chato. Ai no JACK passado teve a indicação pra esse e eu voltei a assistir. Parei no 5 porque dessa vez tentei me esforçar mais.
    Mas não rola. Como o Rick falou os dramas me irritam muito e toda a narrativa lenta e tal. Eu entendi a desconstrução (até porque como eu ouvi a indicação do JCast primeiro eu já sabia dela), mas sei lá, não clicou pra mim nada. Eu não me importava. Quando a Mami morreu, aquilo não me afetou. Até porque a construção inteira da cena indicava que ela ia morrer. Ou talvez eu já esperava isso por terem falado de mortes e tal. Nada no anime me fisgou.
    Ao contrário de PsychoPass que é do mesmo cara, que eu vi, gostando. Mas porque eu me apaixono por premissas e construção de mundos e a construção de PsychoPass pra mim foi foda. Ai chega no episodio 20 e rola a grande surpresa do anime e pra mim aquilo cagou tanto, mas tanto, tudo que eu não consigo terminar PsychoPass e acho o anime uma merda.
    Tenho um amigo que é viciado no mangá de Tokyo Ghoul, mas não sei se ele gosta do anime. Tentarei ver.
    E embora eu não tenha gostado do anime, a discussão foi excelente. Continuem assim.

    • Panino, o Manino

      PsychoPass é bom, mas nossa, como me decepcionou. No início, já lá pelo episódio 5 estava me debatendo com as lógicas da série, e no fim o plano final do vilão me pareceu meio idiota. Se você queima uma plantação, não basta plantar novamente? E se ninguém fica sabendo que a plantação queimou você pode inventar uma desculpa para a queda temporária na quantidade de alimentos. Isso e muito mais, claro. Mas é um bom anime de todo modo, difícil ficar esperando obras primas sem defeitos em um anime.

      • Kirano

        – spoiler pra quem não viu PsychoPass-
        Então, como eu disse, o que me motivou a ver foi toda a questão do sistema Psycho Pass. A ideia é foda, eu me amarrei. Então quando eles explicam que na real o sistema é feito por um “processador de cérebros humanos” essa merda CAGA TUDO pra mim. Porque tira a fodacidade do sistema e faz ele ser na real um sistema de “humano julgando humanos”. Porque alguém tem psychopass alto? Porque alguém julgou assim. E isso destruiu completamente a premissa lógica da parada. Não é mais uma união de dados é simplesmente julgamento, e com isso todo o resto perdeu interesse e eu desisti. Foi raiva mesmo, porque tinha algo tão foda pra trabalhar ali e eles cagaram foda simplesmente colocando que quem julga são outras pessoas. Não esperei sem defeitos, o problema é que o que me fez gostar da parada foi completamente cagado.

        • Panino, o Manino

          Mas essa é justamente a premissa da coisa toda.
          Já é questionável se for um julgamento frio, ele em si é questionável. Para você espectador que não está sujeito a lavagem cerebral daquele mundo e vê de cara que há falhas óbvias naquele julgamento e em sua execução, mais ainda.
          Descobrir que quem julga são mentes humanas, torna duplamente, triplamente questionável e ainda mais propenso a falha.
          Essa é a premissa da série, questionar o sistema, então essa critica sua é meio furada.
          No meu caso é como episódios que são feitos para vermos como o sistema funciona e falha e como os personagens operam com o sistema que me incomodaram mais, como o episódio da fábrica. Ali todos puderam ver como de forma óbvia um grupo inteiro estava usando um deles para enganar o sistema e ninguém criou problema com isso.
          Outros problemas que tenho é com a racionalização de alguns personagens, como a Yayoi, que teve uma história bem retardada (IMO).

          • Kirano

            Não a premissa é de um sistema que de alguma forma não explicada consegue catalogar níveis de estresse e indicar criminosidade. O sistema estava em teste só no japão (segundo o próprio anime) e estava sendo um sucesso lá. Com isso eu em minha mente, até por estar vendo outras obras parecidas ao mesmo tempo, coloquei ele junto de lá. Era um misto de um sistema com uma capacidade de análise tão alta e uma sociedade com alto nivel de vigilância/compartilhamento de dados que tornava possível através dessa big data toda indicar propensões. Porque é isso que ele vende, que o sistema analisa tudo e com isso ele consegue dar probabilidade e as escalas de probabilidade foram traduzidas pra cores. Era isso que eu estava esperando da parada, lógica. Ai falam “foda-se a lógica” o que na real dita a cor é simplesmente pessoas. Tem lá as pessoas que por devaneios pintam alguém de criminoso e ele vira criminoso porque o sistema é assim. Faz parte da crítica ao sistema? Faz. Me agradou? Não. Fora toda a parada do “se você não tem psychopass é porque a gente achou que você pode se juntar a nós nesse mega “computador””. Me desse qualquer outra justificativa que não tornasse o Psycho Pass algo subjetivo a julgamento humano que eu aceitava.

  • Heider Mesquita

    Caraca ta na hora de umas obras boas aqui,tipo um Berserk,Ichi the Killer,koko no hito,Shamo,Annarasumanara etc etc etc

  • André Toshio Freire Miyamoto

    Cara, eu ainda não terminei de assistir o anime, mas eu estou absolutamente sem palavras (e sem tempo de pensamento) para lidar com os últimos episódios.
    Mano, não tem NADA que não é usado no anime. Acho que esta é uma das primeiras (senão a primeira) que vejo algo que TUDO tem algum tipo de relevância para a história e para a construção dela.
    10/10
    Ainda não tenho moral pra assistir outras coisas, vou ficar uma semana sem ver nada, pelo menos. Não estou sabendo lidar com isso tudo.

    Nem quando eu vi Battleship Yamato 2199 ou Knights of Sidonia eu fiquei TÃO chocado/interessado na história.

    Obrigado pela recomendação!

  • Matheus Schroeder

    Segundo entrevistas do escritor / diretor do anime, a Homura voltou no tempo mais de 100 vezes.

  • Jhonathan Vieira

    Gente, o pedido da Madoka foi:
    “Eu desejo que cada Bruxa seja apagada antes de sequer nascer. Cada bruxa de todos os mundos paralelos, do passado e do futuro, COM ESSAS MÃOS.”
    Não foi um truque malvado do Kyubey, foi um fardo que ela tomou.

  • Diego Gomes de Oliveira

    Senhor Corraini, venho aqui humildemente dizer que fui realmente surpreendido. Pensei que eu ia achar o Mandioka mágica(sim, assim como o mizanzuk eu também pensei nessa piada) uma porcaria. Mas estou feliz de ter achado que é um bom desenho. Fico feliz em ter vencido o meu preconceito nessa. Assim como o Rick e o Sushi, eu também não gostei muito da arte, mas curti os labirintos e a música que tocava durante varias conversas e outras cenas ao longo do anime.
    Ah, também achei que o gato era belzebu.

  • Rodrigo Okuyama

    Ah, lembrei-me sobre uma coisa: na época que o “Puella Magi Madoka Magica” foi exibido, os últimos episódios tiveream que ser adiados por causa do terremoto e tsunami na região de Sendai. (Achei que o adiamento seria pelo anime fazer referência a destruição do japão e tiveram que refazer cenas, mas revendo o anime vejo que não tem nada a ver essa ideia…)

  • Panino, o Manino

    Estou atrasado, por isso vou escrever isso enquanto ainda estou no começo do Cast porque é algo que já escreveria de todo modo, depois posso complementar.
    Madoka Mágika não é assim tão diferente e desconstrutor como é vendido por aí, não mesmo. Anime/Mangá de menina mágica não é tão inocente e fofo quanto as pessoas parecem acreditar. Existem histórias mais dramáticas e nada inocentes nesse gênero faz décadas, é até algo comum, por exemplo, não sempre tem aquela menina antagonista que tem uma história complicada envolvida com o grupo do “mal” e mais tarde muda para o grupo do “bem”? Sempre tem no mínimo algo do tipo, então Madoka Mágika ser “dark” não é nenhuma novidade, o diferencial da série é ser curta e com um roteiro conciso. No início citaram Rayearth, essa série já é um bom exemplo disso pouco disso. O roteiro se faz de inocente, as meninas vão para um outro mundo para salvá-lo, e para salvar a princesa… e então é revelado que elas foram levadas para lá para matar a princesa colocando em discussão o papel das meninas na história. É só um exemplo, mas entendem o que quero dizer?
    Dito isso, não estou desmerecendo a série de modo nenhum.
    Sobre a série ter feito tanto sucesso inesperadamente isso é uma grande controvérsia. O autor já era conhecido por ser um escritor de histórias bem dark/obscuras/gore/hardcore, de verdade, e além dele escrever esse tipo de história ele é reconhecido como sendo de fato um bom escritor. Daí ele junto com o Shinbo em um projeto original… sobrancelhas já estavam erguidas. E você vê a capacidade dele para escrever nos episódios iniciais que disfarça um pouco a série, tentando enganar que seria um pouco mais inocente. Então, apesar de Madoka Mágika não ser essa desconstrução toda que alegam, ele faz mais uso de tropes ao invés de desconstruir, e no meu entendimento ele reconstrói no fim. Mas como disse e repito não estou desmerecendo, ele tem uma boa história, com umas boas influências e criatividade. É basicamente Fausto. E como deixar de mencionar o terremoto? Que adiou os episódios finais quando a expectativa da série estava no auge.

    Fora esse contexto não sei bem o que acrescentar, porque não vejo muito o que discutir na série.

  • Ainda não ouvi o cast por falta de tempo mas….. perguntinha:

    O Tokyo Ghoul pro próximo programa a discussão vai ser com base no mangá ou no anime? Só pra saber o que eu vou consumir antes (e torcendo pra ser o mangá).

    • Kirano

      Anime. Somente primeira temporada.

  • Guilherme Brito

    Pessoa, uma dúvida. Vi que tem no Netflix, vocês assistiram algo mais que aqueles episódios? Existe algo mais?

    • Kirano

      VELHO! Fui até ver, e não achei nada de Tokyo Ghoul na netflix o.O É a brasileira?

  • Bruno

    Primeiramente ótimo cast, continuem assim.

    Algumas dúvidas já foram respondidas nos comentários, mas quando a nova realidade, no episódio 12 do anime aos 18min50s mostra a Akemi limpando a gema dela transferindo a energia negra para aquele cubinhos de açúcar. Então as gemas continuam a serem sujas com o tempo e ainda podem ser limpas, cada cubinho deve ser a recompensa que dropa dos fantasmas, cuja a origem nunca é explicada no anime.

  • arthur xicara

    Alguem pode me iluminar me falando qual o anime que eles disseram que iriam fazer um cast sobre? (me refiro ao outro, não o Tokyo Ghoul)

    • Jonathan

      Seria o supremo Nichijou?

  • Almighty

    Vou correr atrás do filme 3, gosto bastante da série, todo complemento é bem-vindo.

  • Victor Hugo

    Meninos por favor, assistam Steins;Gate e fazem um Jack sobre.

  • Calyane Collet

    Adoro Madoka, não assisti quando saiu porque ODEIO aquele traço de giz de cera mas depois falaram tanto que mesmo ja tendo ouvido uns spoilers eu vi e é show.

    Engraçado isso que falaram no fim (foi mals, nao decorei os nomes com as vozes ainda) sobre o enredo com dilema, porque pensei em One Piece. Tá que não é 100% sem motivo que ele sai de casa e sim pela pira de ser um pirata desde sempre, tem o Shanks e tudo MAS… os dilemas mesmo vão acontecendo ao longo da história né, não é bem a premissa.

  • Mário César San Felice

    Eu não entendi uma crítica de vocês. Como podem dizer que o drama da Madoka não faz sentido? Pra mim, um drama de escolha não faz sentido apenas quando uma das opções é nitidamente superior à outra. Depois que a Mami morre e a Sayaka vira garota mágica a Madoka fica numa sinuca de bico. Se ela não fizer o pacto vai dar merda pra amiga dela, se ela fizer pode dar uma merda muito maior. Me parece um drama bastante legítimo.

  • SR TETUDO

    pelamor

    falar de Tokyo Ghoul anime em vez do manga é um pecado quase tão grande quanto falar de Berserk e se focar só no anime.

  • Tairon

    Caras….CARAS!!!
    Madoka é uma das melhores coisas que eu já vi na vida. Brigado Corraini por compartilhar deste amor.

    Agora, quando assistir fico absurdamente inclinado na lógica de que a Homura já fez tudo que tu pensou, já voltou infinitas (umas 300 ta bom) vezes e cada vez fez algo diferente tentando mudar o final da história. E não acertando vez alguma.

    A Madoka quando pede pra que não exista mais bruxas no mundo, ela continua tendo o trabalho de uma garota magica por ter que “ir la matá-las”, pois a mesma em seu desejo diz “Com estas mãos”. Mesmo ela se tornando um deus, ela tem que ir em todos os mundos, em todas as dimensões e acabar com todas as bruxas.
    [Se quer uma coisa bem feita, faça você mesmo].

    E sobre o final, imaginei que as garotas magicas agora são Sailor Moon também, e os fantasminhas lá são pequenas fontes de energia do mal, onde não são fortes ainda o suficiente para se tornarem bruxas, mas fortes o bastantes para causar dano na sociedade, por isto existe as garotas magicas ainda. Mas nesta nova linha temporal as Soul Gem delas não ficam mais escuras por desgastes, logo elas não tem a loucura de ter que matar as bruxas para continuarem vivas, mas sim só para fazer o bem.

    Mas ao matar os fantasminhas, os mesmos dropan energia, que ao invés de serem usadas para purificar as Soul Gem (que isto não existe mais), são simplesmente alimento para o planeta (mundo/universo) do Kyubey (gato do capeta) como fonte de energia.

    Velho…ANIME DO CARALHO. 10/10.

  • Tairon

    Agora, tanto anime bom, cêis vão logo assistir Tokyo Ghoul… Tipo não é ruim, mas é…méh.
    Contando só os 12 episódios é bacana, com alguns erros, mas é bacana.
    Agora se tu coloca os 24 (da 2ª temporada), CARA….CARA, vira uma merda colossal.

    Vocês poderiam assistir Steins;Gate, Code Geass…s2

  • Jefferson Almeida

    GOSTARIA DE PEDIR DO FUNDO DO CORAÇÃO QUERIA VER UM PODCAST SOBRE O ANIME RE ZERO KARA HAJIMERU ISEKAI SEIKATSU O ANIME DO ANO 2016 QUE TA DANDO O QUE FALAR

  • Tairon

    Caras… Voltei aqui só pra dizer uma coisa.

    ASSISTAM O 3º FILME!

    Sérião… Só a serie o anime fica com 11/10. Depois do filme, vai pra 12/10. É impossivelmente bom.
    O filme merce um cast só dele, de tao foda.