Linha Quente #27: Musiqueiros do Zodíaco

2016-09-20T18:25:28+00:00 20 de setembro de 2016|Linha Quente|33 Comentários

[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”3/4″][vc_column_text]Você que procura a iluminação ante as diversas mazelas da existência, que anseia por trilhar caminhos menos tortuosos em busca de uma presença confortável neste plano astral, que suplica por uma migalha de sabedoria no átimo mais importante de uma rotina desregrada… Você veio ao lugar certo.

No Linha Quente, este nosso novo canal de sapiência e muita streetwise (todos tiramos vinte no dado e somos os Lordes das Ruas), responderemos todas as suas questões sobre qualquer assunto.

É sério. Qualquer um.

Neste vigésimo sétimo episódio, oferecemos um pouco de nossa extrema erudição sobre assuntos que passam por maneiras de destruir a humanidade, a convivência entre casais no mesmo apartamento e… o limite do humor?

Abunde-se em um lugar confortável e esteja preparado(a) para expandir os horizontes de sua mente!

Tem alguma dúvida insaciável?

Basta clicar aqui e enviar sua pergunta.

Links:

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/4″][vc_column_text][fap_track url=”http://media.blubrry.com/bilid/content.blubrry.com/bilid/linha-quente-27.mp3″ title=”Linha Quente #27:” share_link=”http://jogabilida.de/2016/09/linha-quente-26/” cover=”http://jogabilida.de/wp-content/uploads/2015/11/lqcapa.jpg” meta=”Musiqueiros do Zodíaco” layout=”grid” enqueue=”yes” auto_enqueue=”yes”][/vc_column_text][vc_raw_html css=”.vc_custom_1449180476769{margin-top: 30px !important;}”]JTNDZGl2JTIwaWQlM0QlMjJmZWVkLWJ1dCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIydGV4dC1hbGlnbiUzQSUyMGNlbnRlciUzQiUyMiUzRSUzQ2ElMjBzdHlsZSUzRCUyMmRpc3BsYXklM0ElMjBibG9jayUzQiUyMGNvbG9yJTNBJTIwJTIzZmZmJTNCJTIyJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZuYW9nYW1lcy5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1yc3MlMjBmYS0zeCUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIyZGlzcGxheSUzQSUyMGlubGluZS1ibG9jayUzQiUyMG1hcmdpbiUzQSUyMDAlMjAxMHB4JTNCJTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUyMCUzQ3AlM0VGZWVkJTIwUlNTJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0UlMEElM0NkaXYlMjBpZCUzRCUyMml0dW5lcy1idXQlMjIlMjBzdHlsZSUzRCUyMnRleHQtYWxpZ24lM0ElMjBjZW50ZXIlM0IlMjIlM0UlM0NhJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwYmxvY2slM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGaXR1bmVzMi5qb2dhYmlsaWRhLmRlJTJGJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIyZmElMjBmYS1tdXNpYyUyMGZhLTN4JTIyJTIwc3R5bGUlM0QlMjJkaXNwbGF5JTNBJTIwaW5saW5lLWJsb2NrJTNCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwMCUyMDEwcHglM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZiUzQiUyMiUzRSUzQyUyRmklM0UlMjAlM0NwJTNFSXR1bmVzJTNDJTJGcCUzRSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0U=[/vc_raw_html][vc_raw_html css=”.vc_custom_1448870206131{margin-top: -25px !important;}”]JTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwJTNBJTJGJTJGeW91dHViZS5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJ5b3V0dWJlLWJ1dCUyMGZhLXlvdXR1YmUtcGxheSUyMGZhLTJ4JTIyJTNFJTNDJTJGaSUzRSUzQyUyRmElM0UlM0NhJTIwaHJlZiUzRCUyMmh0dHAlM0ElMkYlMkZmYWNlYm9vay5jb20lMkZqb2dhYmlsaWRhZGUlMjIlMjB0YXJnZXQlM0QlMjJfYmxhbmslMjIlM0UlM0NpJTIwY2xhc3MlM0QlMjJmYWNlLWJ1dCUyMGZhLWZhY2Vib29rJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRSUzQ2ElMjBocmVmJTNEJTIyaHR0cCUzQSUyRiUyRnR3aXR0ZXIuY29tJTJGam9nYWJpbGlkYWRlJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTNFJTNDaSUyMGNsYXNzJTNEJTIydHdpdC1idXQlMjBmYS10d2l0dGVyJTIwZmEtMnglMjIlM0UlM0MlMkZpJTNFJTNDJTJGYSUzRQ==[/vc_raw_html][divider line_type=”Full Width Line” custom_height=”20″][toggles][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Trilha do Podcast”][vc_column_text]

  • “Tiger Balm” por Bob Bradley/Noel Dennis
  • “Early Summer” por Miami Nights 1984
  • “Last Embrace” por Makeup and Vanity Set
  • “Dust” por M.O.O.N.
  • “Elevator of Love” por Miami Nights 1984
  • “Turing Sequence” por Makeup and Vanity Set
  • “Plus Four” por M.O.O.N.
  • “On the Run” por Miami Nights 1984
  • “Memory Cycle” por Makeup and Vanity Set
  • “Delay” por M.O.O.N.
  • “Sunset Cruise” por Miami Nights 1984
  • “Senses Dynamics” por Makeup and Vanity Set

[/vc_column_text][/toggle][toggle color=”Extra-Color-1″ title=”Blocos do Podcast”][vc_column_text]

  • Pergunta 1 – 9:17
  • Pergunta 2 – 20:19
  • Pergunta 3 – 25:13
  • Pergunta 4 – 35:30
  • Pergunta 5 – 44:46
  • Pergunta 6 – 54:56

[/vc_column_text][/toggle][/toggles][/vc_column][/vc_row]

  • FoodPoisoning

    Alguém lembra em que episódio terminou com o Caio dando a benção aos leitores?

    • Patrick

      Do 7 pra trás, tenho certeza. Dá uma olhada nos posts desses antigos que certeza deve ter algo relacionado na descrição ou nos comentários.

  • Daniel Neves Araujo

    Só queria dizer que essa ideia de levar remédio pro passado tem grandes chances de acabar com a humanidade também, e não salvar, por causa de superpopulação.

  • Brenno Arruda

    Eu quero deixar por escrito que, muito mais do que 24h de stream seguidos, ter um calendário com todas as datas de lançamento dos conteúdos do Jogabilidade, me influenciaria a fazer parte do Patreon!

    • slashrick

      Quem sabe um dia? =]

      Mas acho uma pena que vc prefira saber QUANDO vai sair um conteúdo do que TER o conteúdo.

      • Brenno Arruda

        Cara, eu prefiro ter o conteúdo. Mas acho que os streams é a parte mais fraca do Jogabilidade. E espero que seja foda, mas 24h parece… uma maluquice! XD

  • Thiago Nunes

    Desafio pra pergunta dos medos, pro André: tranca ele em um lugar separado. A chave pra sair da sala está no fundo de um fosso de aranhas.

  • Crow

    Só queria dizer que na vida real eu deixaria mesmo um bebê no microondas por 10 segundos por 10 milhões facilmente.

  • Crow

    Eu pagaria a pledge mais alta no patreon só para ouvir essa edição sem o bip.

  • Clayton Soares

    Carioca por cento!

  • Gabriel Ventura

    O que é dito: Jogabilidade não incentiva pessoas a terem filhos
    O que o pessoal do mimimi entende: Jogabilidade é pró aborto, casamento gay, zoofilia e contra a família tradicional.

    • Ícaro Melo

      Ué, mas pelo o que eu sei eles são a favor de boa parte do que foi dito aí, tirando zoofilia (eu acho). se você acompanha eles a algum tempo, fica claro que os participantes tem um posicionamento mais de esquerda, e esse é um dos motivos pelo qual eu mais me identifico com eles.

      • Gabriel Ventura

        Ícaro, vc não pegou o sarcasmo, a graça é que uma frase pode ser interpretada dependendo do ponto de vista.
        Eu separei o comentário em duas partes, o que foi dito e o que os extremistas entendem. Esse posicionamento mais de esquerda que vc gosta não é bem de esquerda, tá mais pra idéias humanas sem demagogia política; a questão é que o grupo de pessoas que se ofendem com comentários simples feitos em um programa (que não é veiculado em midia mainstream e de audiência facultativa), que eu chamei de “galera do mimimi” tende a problematizar e tentar justificar coisas simples e entendem um simples “eu não pretendo ter filhos” como um ataque a toda a sociedade e tende a tentar associar a essa afirmação uma conotação negativa que já associam a outros grupos sociais.
        É uma associação lógica forçada, gerando grupos que se encaixam naquela condição para tentar justificar a afirmativa.
        Tipo uma pessoa x afirma “Não pretendo ter filhos”
        O conjunto A é composto de homossexuais, que biologicamente não podem gerar filhos entre si.
        Então, nessa lógica doentia dos extremistas, x está contido em A!
        Mas x afirma estar contido em B, um conjunto de pessoas que optaram por não ter filhos por motivos diversos.
        Quanto na verdade não existem conjuntos e ninguém está contido em nada.

        • Ícaro Melo

          Entendi 😀

          • Gabriel Ventura

            Desculpa pelo textão, eu tava desocupado aqui e escrevi demais kkk

          • Ícaro Melo

            Haha, capaz! deu pra expor bem seu ponto de vista.

  • Gabriel Ventura

    Sobre destruir a humanidade com um objeto atual, dá um headset Vr com porn pro Pasteur e tá td certo

  • Ícaro Melo

    Acho que se o Linha Quente seguir um padrão mais “politicamente correto” (odeio utilizar desse termo), irá perder o propósito e boa parte do humor. mais uma ressalva, a risada do Corraini é muito contagiante, obrigado Caio <3

  • Rafael Junio

    Rick: -bayonetta
    Essa é a melhor prova de que da pra jogar video game com uma mão hahahahhaa

  • Lucas Santana

    Não faço ideia alguma do que foi ditos no BIIrlIIP, dá dica aí

  • SmokeE3 .

    Acabar com a humanidade com algo de hoje enviado pro passado: eu fiquei o tempo todo pensando “eles vão falar PC da Nasa”, mas não… imagina se na segunda guerra, alguém recebesse dados dos dias de hoje? (Liga da Justiça retratou isso)

  • Anderson Paranhos

    Sério que alguns ficaram ofendidos com a história do bebê e o microondas? Será que agora vão ter que fazer um mega aviso antes de responder com piadas qualquer das perguntas absurdas que são feitas para eles?

  • Nícolas Dias

    Pessoal gostaria esclarecer algo relação a pergunta do microondas… q, da minha parte, não foi uma reclamação e sim apenas um desabafo. O André tem razão ao dizer q depende do limite do humor de cada um, até por que tenho certeza de que ninguém acreditou que algum de vocês faria o que foi dito, como o Corraini pensou. no meu caso não deu para levar para o lado do humor a situação proposta, por ser uma situação extremamente perturbadora, ainda mais que lembra relatos de situações reais nos quais bebês que tiveram um fim horroroso. E isso me atinge muito mais por ser pai, como deduziu o Sushi.

    Rick, acho q ninguém vai te odiar pelo fato de não querer ter filhos (pelo menos não devia odiar). Temos q respeitar isso seja qual for a sua motivação, seja por não querer assumir uma responsabilidade dessas ou simplesmente por não querer fuder seus planos de vida (se seus planos não incluírem um filho).
    Tudo bem, pra mim, ser comparado com o avô de alguém heheh. eu mesmo faço essa comparação com frequência. Acho que envelheci cedo demais. Tenho 30 anos, mas parece q tenho 50 desde os 20. Inclusive acho q passei pela crise de meia idade aos 19…

    Pra finalizar, quero dizer q em nenhum momento eu quis que vocês deixassem de fazer as brincadeiras da forma que fazem. Acho q a autenticidade e sinceridade fazem esse programa ser tão bom. Linha Quente é o meu podcast favorito (não só do jogabilidade). É o único cast q eu escuto e deixo guardado para escutar novamente outras vezes. Por gostar tanto é q eu quis expor esse ponto q me deu um certo desconforto.
    Um abraço a todos vocês (abraços virtuais já q não sou muito de abraçar [a menos q eu esteja alcoolizado]).
    (Seria muito legal se lessem isso. Escrevi com tanto carinho. Até diminui o texto pra não dar preguiça.)

    • André Campos

      Obrigado pelo comentário e pelo carinho, Nicolas! =D

  • Gabriel Azmodam

    Se você ficou ofendido com a parada do bebe, sério cara, se mata, você é só um lixo que pesa na humanidade.

    • Henrique Tavares

      E é necessário você ter ficado tão agressivamente ofendido com alguém ter ficado incomodado com algo?

    • Pedro Guilherme

      O que pesa na humanidade é esse seu comentário cheio de ódio. Reflete um pouco sobre o que você tá fazendo cara, que desnecessária essa sua atitude. A gente tem que ter um pouco mais de empatia para entender os limites do próximo também, não adianta você só problematizar a situação.

  • Henrique Tavares

    Eu também achei que o engraçado da parte do bebê foi justamente ser tão ridiculamente extrema, mas eu entendo que pessoas diferentes se incomodam com coisas diferentes. Achei meio pisada na bola do Rick falar que a pessoa não ter gostado disso tem que “ser muito chata”.

  • Lafaiete. O francês trapalhão.

    A respeito do cara que tava tristinho com a namorada; Isso pode ser o peso da rotina cara! Compra uma cueca de texugo e umas velas com aroma neutro pra agrada-la. Sempre funciona !

  • Então, é como Rick disse: Existe uma interpretação rasa sobre a vida pós a morte no Cristianismo. Por muitos anos, da minha vida (por viver em uma família onde o pai era pastor) entendia que estávamos fadados ao fato de fazer o bem ou fazer o mau e receber a nossa paga por isso (inferno ou céu).

    Me aprofundando mais no assunto, depois de deixar de ser católico apostólico evangélico, e seguir as ladainhas que faziam com a bíblia, comecei a pesquisar alguns assuntos. e um deles é esse brevemente citado por vocês, e se me permitem gostaria de expresar aqui =).

    De fato (segundo relatos bíblicos, estaríamos fadados em não viver no “céu” Cristão por Deus ser descrito como um ser justo e extremamente bondoso. Não podemos morar no céu pq Adão e Eva escolheu viver em pecado, que está simbolizado na árvore do conhecimento do bem e do mau onde Adão e eva comeram do fruto. Desde então, recebemos tipo como herança a morte. Que é morrer fisicamente na carne e o espírito ir para o inferno.

    Deus só colocou a árvore do conhecimento do bem e do mau no Édem pq ele não queria criar bonecos pra se relacionar, mas sim seres parecidos com ele onde poderia escolher o que queria ser, e iriamos “reinar” com ele, assim como relata a bíblia. A palavra “reino” provavelmente foi usada, por um fato histórico…Se fosse hj em dia, talvez seria usado outros termos. Mas pode-se dizer que seriamos donos de galáxias planetas e etc…teríamos poder criativo assim como Deus. Sendo assim, talvez ele já soubesse que o homem iria escolher a árvore do bem e o mau e não a árvore da vida. Não tinha como deixar o homem sem escolher isso (eu acho). Não seria justo. A bíblia não relata que ele já sabia disso…Mas ela diz que ele é Onipresente, Onipotente, Onisciente. Então pode ser que ele já sabia…Só que ele deu poder para o homem escolher entre duas árvores.

    Veja, não é cometer o pecado é que nos leva para o inferno já que somos destinados a morte por causa da tal árvore do bem e mau. Se fosse pelo fato de cometer o “ato pecaminoso” ninguém conseguiria voltar a se relacionar com Deus e todo mundo iria para o inferno. Então segundo a bíblia já estamos fadados ao inferno entende como? E não que temos a escolha de ir para o céu e ir para o inferno e fizermos algo bom ou ruim. Sabe aquele ditado popular, “de boas intenções o inferno tá cheio”? Isso descreve melhor que o bem não te leva para o céu e o mau te leva para o inferno. Segundo a bíblia já estamos indo para o inferno. A morte física é a sequela disso, pois a bíblia relata que nunca precisaríamos morrer se tivéssemos escolhido além de conhecer o bem e o mau. Só que não quero entrar no fato de explicar sobre a morte física pra ir pra outra vida pq isso é outra história (só que dentro dessa rsrsrrsrs).

    Mas enfim, o fato é que a bíblia diz que somos mortos e que só nos tornaremos vivos se escolhermos a Deus. Não é nada demais. é só isso. Escolher Deus. E não é por cometer pecados =). Bom é isso…espero ter sido conseguido esclarecer e se não consegui tudo bem…pois são assuntos muito profundos e filosóficos e leva tempo pra poder expressar tudo o que queremos de fato. Tb não sou especialista em divindade cristã e nem cristianismo rssrsrrs. Mas é isso, Obrigado pessoal do jogabilidade! Amo vcs todos! Caio adoro seu programa da revista! Rick obrigado por levantar essa questão de uma forma curta mas com muito bom senso!

    Bjos!

  • Patrick

    Cara, não me lembro quem falou, sushi talvez? que seria louco se entre vidas você tivesse uns 15 minutos de consciência. Eu acharia MUITO FODA. um paraíso muito louco, onde tem tudo que o caio quer, inclusive piscina de bolinhas, mas ai tu tem um challenge de em a cada período de 30 deusions (não se chama anos no paraiso e si deusions) vc tem que ir lá e viver uma vida. Seria zica, brother.

  • Guilherme Gondin

    Mano, o Corraini falou que ia levar uma bíblia naquela hora?

  • Robson Pereira

    Alguém sabe o nome do podcast que eles comentam aos 14:50??

X