was successfully added to your cart.

Mais um ano chega ao fim e, com ele, é hora de reavaliar o que aconteceu nos últimos doze meses.

São muitas as abordagens possíveis e, como esse ano listaremos e argumentaremos sobre os melhores do ano em vídeo no nosso canal do YouTube, decidimos nos focar nos esquecidos: tanto aqueles que, por algum motivo passaram desapercebidos ou que deveriam ter recebido mais atenção, quanto aqueles que deveriam cair no esquecimento.

Para isso, André Campos, Eduardo Sushi e Caio Corraini se reúnem uma última vez em 2016 para listar algumas surpresas, decepções, números de venda e, por que não, discutir qual foi o tema de 2016, algumas das modas que identificamos no ano e claro, nossas expectativas para o futuro próximo.

Um feliz fim de ano e um 2017 foda pra todo mundo! <3

Tá No Seu Turno!

Nossa discussão continua com você: comente abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de. Concorda conosco? Discorda? Dissemos algo herético? Sua opinião e feedback são muito importantes! Os melhores, mais relevantes e/ou mais aleatórios e-mails serão lidos na próxima edição do DASH.

Links:

Trilha do Podcast

  • “My Only Chance”, por Toxic Avenger
  • “Divide”, por Magna
  • “Dragon Song”, por Harmony
  • “Electronica in Velvet Room”, por Shoji Meguro
  • “Pwntera”, por OA
  • “Go The Distance”, por Sixto Sounds
  • “Wild Wind”, de Yu Yu Hakusho
  • “The Unholy Wars”, por Dhsu & Sixto Sounds

Blocos do Podcast

  • 00:00:00 – Introdução
  • 00:03:52 – O Tema de 2016
  • 00:08:54 – Enter the Gungeon
  • 00:13:11 – Hyper Light Drifter
  • 00:16:59 – Rise of the Tomb Raider
  • 00:21:45 – Zero Time Dilemma
  • 00:26:44 – Mirror’s Edge Catalyst
  • 00:30:48 – The Division
  • 00:36:10 – O Hype
  • 00:37:52 – Hitman
  • 00:39:48 – Tokyo Mirage Sessions
  • 00:43:52 – Stardew Valley e Garden Warfare 2
  • 00:48:09 – Devil Daggers
  • 00:51:17 – Pac Man Championship Edition 2
  • 00:53:54 – Mafia III
  • 01:01:45 – Firewatch
  • 01:08:46 – Owlboy
  • 01:11:43 – Event 0, Virginia e Quadrilateral Cowboy
  • 01:16:58 – Quantum Break
  • 01:21:03 – Headlander
  • 01:24:54 – Oxenfree
  • 01:26:59 – Salt & Sanctuary e Pony Island
  • 01:30:31 – Expectativas para 2017
  • 01:41:10 – E-Mails
  • Lucas Vinicius

    Acho que Va-11 Hall-a e Shantae Half Genie-Hero talvez fiquem esquecidos mas veremos.Os 2 vão ter mais coisas sendo lançados para eles no ano que vem vamos ver se as pessoas vão voltar para jogar o prologo refeito de Va-11 Hall-a e os DLCs de Shantae.

    • Sushi0

      Eu acho que eles são pequenos demais para serem lembrados, infelizmente. E também que Shantae é um jogo que quase nunca é falado na mídia e eles resolveram lançar um jogo numa época em que a cobertura de jogos é muito ruim, mas tomara que venda bem ao menos.

  • Ayana

    m-mas 999 é kusoge…

  • Márvio

    Ainda não terminei de ouvir o cast, mas dois jogos coincidentemente citados pelo Corraini, eu tenho sentimentos conflitantes. Rise of the Tomb Raider me fez comprar o Xone ano passado, e foi uma grande decepção. Não sei exatamente o que foi, sendo que eu amei o reboot, e TR é uma franquia muito querida por mim, mas ele não funcionou. Odiei a história e a idéia de metroidvania mais me irritou do que tudo. Esses dias estava vendo um vídeo falando sobre os desafios que os jogos antigos tinham e que faltam no novo, talvez seja isto que me faz falta. Para quem quiser assistir, segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=lQRr3pXxsGo

    Plants Vs Zombies Garden Warfare 2, eu estava ansioso da mesma forma. O primeiro foi o que me abriu as portas para multiplayer online. Ele é o jogo que mais tenho horas jogadas na vida, platinei no PS3, PS4 e xbox One. Mas ao testar o Beta, tive um sabor meio que agridoce. Utilizei minhas 10 horas de teste no EA Access e mesmo assim demorei muito para usá-las por completo. As pequenas “melhoras” no gameplay me fizeram desgostar do jogo e nem hoje em dia que eles está no Vault eu jogo muito. Reconheço que o primeiro tem seus problemas, mas a melhor expressão que define para mim a série é “menos é mais”. Enfiaram tanta coisa para inflar de conteúdo, que no final pouco importa, todos jogarão os mesmos modos de jogo sempre. Por isto até hoje acho acertada a maneira que a Nintendo lançou Splatoon, limitando cenários e modos de jogo em um rodízio de horas. Corrigindo duas coisas no que foram faladas no cast: Plants Vs Zombies Garden Warfare, nunca saiu na Plus, ele foi dado pela EA na primeira PSX em 2014. É possível encontrar jogadores no PVZ 2, mas você terá que mudar a sua região.

    • Redator do Republika Pop

      Márvio, eu acho que isso anda acontecendo muito ultimamente por culpa de as continuações ultimamente terem se tornado expansões do game original, onde a única coisa que muda é a história. E sobre os jogos antigos, isso não é nem indo para o caminho da nostalgia, mas qual foi a última vez que você jogou alguma coisa e teve aquele momento “uau”? O que eu acho que acontece atualmente é que perdemos aquela sensação de mistério que tínhamos com os jogos antigamente, pois quanto mais jogos você joga, mais você pensa “eu já vi isso antes”, mesmo que subconscientemente. Pode parecer meio negativo, mas ficamos cada vez mais críticos com o passar do tempo. Uma criança de hoje em dia provavelmente terá Rise of Tomb Raider como seu jogo preferido daqui a 5 anos.

      Acho que desses últimos 5 anos, o único momento “uau” que eu lembro de um jogo foi pular de um carro para o outro em Sleeping Dogs.

      • Márvio

        Eu acho que chega ser mais uma homogenização dos jogos do que um senso crítico. Pelo menos o que eu vejo, é que jogos maiores tendem a copiar jogos de sucesso, aí tudo fica parecendo igual.

    • SmokeE3 .

      Também fiquei um pouco desapontado, esperava alguma mudança na série, mas o jogo pareceu muito com o anterior. Estranho q não tive essa sensação com Uncharted 4.

      • Márvio

        Uncharted 4 eu só gostei devido a como eles lidaram com todos os personagens e como eles se desenvolvem durante o gameplay. Pois o shooter em si dele, eu acho chato.

    • leoleonardo85

      Nossa, eu adorei o jogo, mais que o primeiro, o que achei que não ia acontecer.

      Gostei da história ser mais pé no chão, as puzzles estavam gostosos de fazer, o gameplay achei excelente (só aquilo de flecha na parede pra escalar que ficou zuado).

      Comprei até a DLC de 20 anos, a missão na mansão é bem legal, já que a mansão é toda um grande puzzle.

      • Márvio

        Acho curioso este desgosto meu, pois eu tinha amado o primeiro devido a sua vibe Lost nos tempos áureos. Mas acho que já joguei tanta coisa desde então, que aguardava algo melhor.

        • leoleonardo85

          As vezes não clicou com você ou você não jogou no momento correto, acontece 🙂

  • Punpun

    alguém pode colocar uma lista dos games citados?

    • Gabriel Macena

      Se você for na parte direita da página, logo abaixo dos links para o Youtube, Twitter, etc… Existe uma sessão designada para os blocos do podcast, lá você pode encontrar os nomes dos jogos citados.

      • Punpun

        te amo <3

  • FHC

    o/
    Aliás, ainda vai ter um cast Adeus Jogo Velho Feliz Jogo Novo ano que vem?

    • Márvio

      O Sushi se enganou, o PvZ 1 foi dado na Playstation Experience em 2014 pela EA para PS4, juntamente com Mirror’s Edge para PS3 e NFS para PS Vita.

  • André Oliveira Rielo

    Espera aí: Plants vs Zombies Garden Warfare saiu na plus quando?!?

    • Lucas Santana

      Na verdade não saiu na Plus, em 2014, eu acho, ele e Mirror’s Edge foram disponibilizados de graça para TODOS os usuários da PSN 🙂

      Eu lembro porque eu peguei os dois na época rs

      • Márvio

        Mirror’s Edge (PS3), Plants vs Zombies Garden Warfare (PS4) e NFS (PS Vita) foram disponibilizados gratuitamente pela EA durante o fim de semana da primeira Playstation Experience em 2014.

      • Sushi0

        Nossa, verdade, tem isso. Eu nunca ia lembrar disso sozinho auhauhaua

  • Redator do Republika Pop

    Ainda não ouvi o podcast, só passei aqui para desejar um Feliz Ano Novo para vocês. Que em 2017 as coisas finalmente entrem nos eixos.

    • Sushi0

      Obrigado <3
      Assim eu espero também

  • Lucas2099

    I’m just happy.

  • Anderson

    Concordo demais com Firewatch sendo decepcionante. E digo mais, nem achei os personagens tão bons assim. Dou credito mais ao ator e a atriz pelo ótimo trabalho com o que tinham.

  • Gradash

    No programa de esquecidos, esqueceram XCOM-2 e Total War: Warhammer (atualmente melhor jogo do universo Warhammer já feito) e olha que ambos venderam PRA CARALHO.

    • Sushi0

      Exatamente, eles venderam pra caralho, eles não foram esquecidos. Acho que eles tiveram uma cauda curta na mídia, mas venderam bem e foram bem falados por um tempinho.

      • Gradash

        Não é que tiveram uma calda curta, é que são jogos de estratégia e com foco em PC, ai o pessoal que não curte ambos acaba deixando de lado. Pelo que parece XCOM 2 não vendeu nada bem nos consoles (assim como o 1 vendeu muito mal). Total War: Warhammer é o badalado para quem curte tanto o universo Warhammer como jogos de estratégia, a Creative Assembly está fazendo um ótimo trabalho em manter ele na mídia relacionada ao seu nicho. Eles sabem que não é jogo para público geral então nem se importam em anunciar em mídias de público geral.

  • samuel losan

    Não acho que todos os jogos de cartas mencionados são horríveis. estou gostando bastante do Gwent.

  • ArcanoXV

    Olár. Qual o nome da música em 37:35? Shazam tá quase pegando fogo pq não acha.

  • Johnny Lapís

    Qual o nome que eles citaram que vendeu apenas 50k ?

  • Henrique Tavares

    Depois de ouvir em outro podcast que Alien Isolation é uma decepção, um jogo horrível e chato que é um “simulador de abrir portas”, fico feliz dele ser bem apreciado aqui.

    • Sushi0

      Que absurdo! Alien Isolation é um dos melhores jogos de terror que já joguei.

    • leoleonardo85

      Alien: Isolation é facilmente uma das melhores coisas que joguei nessa geração, original, lindo, gostoso de jogar.

      Unico porém pra mim, é que ele é mais longo do que deveria, mas por pouco.

  • Diego Prado

    Engraçado, justamente fiquei a madrugada inteira ontem procurando jogos underrated que eu perdi para jogar, ansioso para ouvir e que 2017 seja um ótimo ano para os games.

  • Jabez Asafe

    Obduction também foi esquecido. Infelizmente não tive como jogar, mas vi o DST de vocês e curti muito. E o jogo entretém até o final? Os puzzles são no estilo mostrado no video ou tem uma variedade conforme vai progredindo?

    • Sushi0

      Infelizmente a gente não conseguiu terminar ele ainda. =(

  • SmokeE3 .

    Pra mim, um grande jogo esse ano foi Valley, da Blue Isle Studio, tem um mundo gigante, com um conceito de arte muito bacana, e inclusive há história muito bem narrada através de áudiologs e textos. A trama do jogo, é q vc chega em um vale fechado por montanhas muito pouco explorado procurando por uma antiga lenda da “Semente da Vida”, você entra nesse vale e descobre que há uma antiga civilização ali, há construções dos anos 40-50 mas não há ninguém, então você busca saber o que aconteceu com a população e sabe q está totalmente ligado com a Semente da vida.

    • Sushi0

      Esse é um que eu queria muito ter jogado no ano passado (essa lista está gigante =/) pra poder ter falado dele. Ouvi falar ótimas coisas dele e parece que vou curtir, se eu jogar eu devo tentar falar dele em alguma coisa.

  • Artur Antunes

    Stardew Valley realmente não foi esquecido para o público no geral. Toda hora vejo gameplays dele para todo lado e realmente vendeu bem de forma merecida, porque é um jogo muito bom. Acho que as pessoas apenas esqueceram de colocar ele na lista de melhores do ano. Sério, não vi nenhum site colocando esse excelente game na lista de melhores, sendo que ele conseguiu ser muito melhor do que qualquer jogo do estilo que veio antes. É assustador você reparar o escopo desse jogo e fica mais horripilante ainda quando descobrimos que foi feito por uma pessoa só.

    Enfim, espero grandes coisas para 2017. Não sei se vai bater 2016, mas tem bons jogos vindo por ai. Inclusive fiz um vídeo falando sobre eles no meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=HHZGGjw-I8g

    • leoleonardo85

      Stardew Valley chegou esses dias no ONE, um amigo pegou ele pra testar, resultado? Largou tudo que tava jogando só pra ficar mais tempo no Stardew Valley. hahaha

  • leoleonardo85

    Sobre o que o Corraino disse de Tomb Raider ter sido lançado exclusivo pro ONE e isso ter ofuscado o jogo.

    Eu vejo muito isso, o jogo sai exclusivo pra PS4, booooom, todo mundo falando dele, jogo sai exclusivo no ONE, nota de rodapé.

    Digo isso pra exclusividades temporárias, como foi o caso do Rise of the Tomb Raider.

  • leoleonardo85

    Sushi, um dos meus amigos colocou Hyper Light Drifter como GOTY de 2016, não foi esquecido por todos, ehehehe

    https://www.youtube.com/watch?v=FCncCI0UcjM

  • Gabriel Valente

    Eu sempre imagino que o mais incrivel pra Half Life 3 seria o Gabe Newel organizar uma conferência ao vivo, entrar no palco e dizer “Half Life 3 está disponível agora para compra. Atualizem o Steam.” E sai do palco. Sem trailer, sem anúncio meses antes, nada. Ia explodir a internet (e o Steam junto)

  • Jefferson Almeida

    Eu não participo do patreon. Mas eu gostaria de pedir um dash do chrono trigger se não fosse pedir muito e queria que vcs falassem sobre trilha sonora os criadores encolvidos o team dream. e Sobre a filosofia do jogo. Sou inscrito do canal de vcs e acho que vcs merecem um espaço melho no youtube br

  • Armoderic

    Olhando o meu comentário no Dash #59, os jogos que eu tinha mais expectativa: XCOM2, Total War: Warhammer, Hearts of Iron IV e Stellaris, foram realmente jogos excelentes, só o Romance of the Three Kingdoms XIII, que apesar de não ser ruim, e até fazer algumas coisas bem interessantes, foi o que talvez eu menos curti, não achei tão polido com Nobunaga´s Ambition: Sphere of Influence.

    Alias o ano de 2016 foi extremamente bom para jogos de estratégia, muita coisa boa foi lançada além dos mencionados, teve Banner Saga 2, Civilization VI, várias excelentes expansões para vários jogos…. esse ano e houve até bem mais “cobertura” deles em sites de jogos (digo cobertura em site mais mainstream e não só nicho).

    Agora pensando em jogos que acabaram esquecidos – um que passou batido foi o Master of Orion que foi uma tentativa de wargaming de ressuscitar/dar um reboot essa franquia antiga, morta desde o Master of Orion 3 (2003), mas passou super batido. Alguém também tentou trazer Cossacks, uma série antiga de RTS, que também passou batido.

    • Sushi0

      Verdade, Banner Saga 2 podia ter entrado na lista de esquecidos numa boa, uma pena que ainda não consegui terminar o 1 pra jogar ele, tinha curtido muito o que eu tinha jogado.

  • ArcanoXV

    Pra vcs que curtem uma vergonha e coisas cringe https://www.reddit.com/r/tifu/.

  • Guilherme Tenório

    Sério, nem uma menção a DarkSouls 3, ou a sua DLC? Shusi tá 2000% putasso com a franquia ou é alguma treta com a Konami ?

    • ogeid

      Acho que é porque o jogo não foi esquecido na opinião eles.

    • Sushi0

      Exatamente como o Ogeid disse no comentário dele, Dark Souls 3 tá longe de ter sido esquecido.

      • Guilherme Tenório

        Mas tbm não entrou no seu top 5 rs ( Nem menção de honra, pelo “final” da série )

        • Sushi0

          Porque eu não achei ele bom o suficiente pra entrar no top 5, mas não quer dizer que to putaço com ele ou que não gostei do jogo, só achei que tem jogos melhores esse ano e que ele não é excelente.

          • Guilherme Tenório

            Não veja isso como uma crítica,só achei curioso, pq conheci a série através de vcs e esperava ver ela nos seus comentários.

  • Henrique Alves

    Ahhhhhhh se eu tivesse escutado que virginia era tipo thirty flights of loving…só não dei refund pq a trilha sonora é boa.

  • O que é esse cavalo trotando?

  • Fábio Guedes

    Citaram muitos jogos que parecem interessantes, mas faltou uma listagem com o nome dos jogos mais recomendados. Teve vários que eu queria pesquisar depois que chegasse em casa, mas a preguiça de ficar procurando em qual minutagem do podcast pronunciaram o nome do jogo me desanimou. Vou caçar pelo menos o primeiro sobre inimigos são as próprias balas.

    • Sushi0

      Se você for no post e clico no “blocos do podcast” vai ter a lista de todos os jogos com o tempo em que começamos a falamos deles.

      • Fábio Guedes

        Vixi, fiquei até envergonhado 🙈! “Blocos do podcast” é novidade para mim e atende perfeitamente o queria. Obrigado pela resposta. Agora para eu continuar sendo o reclamão, se possível, adicione futuramente esses detalhamentos direto no feed, para que possamos ver no próprio gerenciador de podcast. No caso, uso Podcast Addict.

  • JoaocomJ

    Alguém lembra em qual streaming eles realizaram que a meta da jogabilicasa foi batida??

  • Gabriel

    Galëre, vocês possuem um canal oficial no Discord???

    • Sushi0

      Oficial não, mas acho que os ouvintes criaram um, só não conseguirei te passar ele porque eu não uso discord =/

  • nome da musica de encerramento please

    • Sushi0

      A gente tem colocado as músicas da trilha no post, só clicar no “trilha do podcast” no canto =D (está na ordem que aparecem, então a do encerramento é a última)

      • uops , perdão, eu só ouço pelo itunes e não tava familiarizado com os links do post, valeu!