was successfully added to your cart.

Você que procura a iluminação ante as diversas mazelas da existência, que anseia por trilhar caminhos menos tortuosos em busca de uma presença confortável neste plano astral, que suplica por uma migalha de sabedoria no átimo mais importante de uma rotina desregrada… Você veio ao lugar certo.

No Linha Quente, este nosso novo canal de sapiência e muita streetwise (todos tiramos vinte no dado e somos os Lordes das Ruas), responderemos todas as suas questões sobre qualquer assunto.

É sério. Qualquer um.

Neste trigésimo oitavo episódio, oferecemos um pouco de nossa extrema erudição sobre assuntos que passam pela conduta ao encontrar um estranho em casa, rivalidade entre coxinha e pão de queijo, a busca por fãs bilionários do site e a pior mensagem que você pode enviar pelo Whatsapp.

Abunde-se em um lugar confortável e esteja preparado(a) para expandir os horizontes de sua mente!

Tem alguma dúvida insaciável?

Basta clicar aqui e enviar sua pergunta.

Links:

Trilha do Podcast

  • “Tiger Balm” por Bob Bradley/Noel Dennis
  • “Early Summer” por Miami Nights 1984
  • “Last Embrace” por Makeup and Vanity Set
  • “Dust” por M.O.O.N.
  • “Elevator of Love” por Miami Nights 1984
  • “Turing Sequence” por Makeup and Vanity Set
  • “Plus Four” por M.O.O.N.
  • “On the Run” por Miami Nights 1984
  • “Memory Cycle” por Makeup and Vanity Set
  • “Delay” por M.O.O.N.
  • “Sunset Cruise” por Miami Nights 1984
  • “Senses Dynamics” por Makeup and Vanity Set

Blocos do Podcast

  • Pergunta 1 – 6:01
  • Pergunta 2 – 11:01
  • Pergunta 3 – 17:24
  • Pergunta 4 – 23:58
  • Pergunta 5 – 28:51
  • Pergunta 6 – 36:09
  • MarcusVss

    Respawn de desodorante poderia ser útil. Aliás, no banheiro tem várias coisas que seria bom ter respawn: sabonete, papel higiênico, toalha…

    • slashrick

      Caraleo, como não pensamos nisso??

      • Porque comida é sempre o que pensamos primeiro (Não sempre, não vou generalizar), e partindo dela, cria-se uma bifurcação de opções que nos impede de pensar em higiene pessoal. (EU ACHO…)

    • Raryson Pereira Rost

      Papel Higiênico é algo a se pensar mesmo.

  • João Gabriel Soares Silva

    Eu iria contribuir com o padrinho. Mas como o Caio falou que se ele ganhasse dinheiro iria parar com o jogabilidade eu não vou mais.

    hehe

    • Jony Ribeiro

      Em outros episódios, eles já disseram que iriam aproveitar a grana bastante, mas no final iria continuar gravando apenas deixando a parte chata da edição para outras pessoas. A verdade é que por mais que a gente sempre pense sobre isso (no meu caso todos os dias), nunca vamos saber o que realmente faríamos na situação.

  • O minuto final dessa edição foi hilária.
    Rique, Obrigado por isso, sinceramente.

    Eu acho que eu nunca ri tão alto na minha vida. Sabe aquela risada que você não consegue escutar mais nada ao seu redor? Pode estar uma pessoa morrendo do seu lado, você não consegue parar de rir? Então. Foi essa.

    Obrigado por isso, cara.

    • slashrick

      <3 <3

      • Eu juro que se o Jogabilidade existir até lá, eu vou tornar esse momento realidade, gravar um vídeo com as reações tanto da amiga quanto da filha e mandar pra vocês. Eu quero tornar isso real.

        • André Campos

          PFV NAO

  • Mateus

    Sobre ficar bilionário e incentivar o podcast: Eu acho que a apple já faz isso com o aplicativo nativo e mesmo assim o podcast não ~estourou~. Como um evangelizador de podcast que sou, me dói dizer isso, mas talvez esta mídia não seja do gosto das massas.

    • André Campos

      Eu não acho que podcasts vão estourar tipo YouTube, mas acho que a mídia tem um potencial ainda não atingido.

    • Crow

      A época que a apple tentou fazer isso não foi muito boa, tentar enfiar na goela baixo não da em nada.

  • Luiz Guilherme Silva

    Esse foi um dos melhores linha quente da vida! Queria ser bilionário pra dar milhões pra vocês kkkk

  • Everardo Feres

    Não sei se vocês repararam na última pergunta, mas o cara disse que 1) Minha filha namora um cara 4 anos mais velho. 2) Ambos são menores de idade.

    Logo, ela tem, no máximo 13 anos (levando em conta que o cara teria no máximo 17).

    Nem fudendo (ba dum tss) eu daria permissão pra minha filha de no máximo 13 anos (potencialmente menos) dar pra um garoto dentro de casa.

    • Everardo Feres

      Não tinha escutado o final… hahaha.

  • El Luchador

    Deveriam vender pipoca de açúcar queimado derretido (é caramelo?!) e Leite Ninho.

    Melhor pipoca do mundo.

    Mas acho que o Sushi iria passar uns dois ou três dias sem comer depois.

  • Carlos Eduardo Galvani Nascime

    Sobre a questão do cara com 17 e a menina com 13, o único questionamento que faria seria “que dia é seu aniversário?”. Marcaria na minha agenda e o presente de aniversário dele seria a polícia batendo na porta.

    Sim, eu seria um pai horrível 🙁

  • David Balotin

    Só eu que me incomodo com o termo “street wise” no meio da abertura? Não acho ruim a inclusão de termos em inglês, mas a introdução toda bem redigida parece que destoa um pouco dessa expressão. Pensei em uma versão “brasileira”, mas a melhor que tive foi “sapiência marginal”, e não sei se ficaria bom também…

    Enfim, forte abraço.

    • Lucas Santana

      Você quis dizer: Malandragem, Malandro?

      • David Balotin

        Sei lá, malandragem também destoa, porque o texto de abertura é mais polido e tal, por isso que acho que eu sinto esse conflito com a palavra em inglês.

  • Almighty

    Excelente título do podcast, alegrou minha alma quando descobri o motivo ouvindo o podcast ^^

  • Peraí, se o cara tem 4 anos a mais que a filha do outro, e ambos são menores, ele no máximo tem 17 e ela tem 13. Não é questão de “deixo ou não deixo”. É crime! Legalmente um adolescente só pode ter relações sexuais a partir dos 14 anos, e mesmo assim se os pais concordarem. Se um qualquer flagrar e denunciar, o garoto pode ser detido e os pais acusados de exploração sexual de menor. Mas se o adolescente já fez 14 e os pais dizem “tá de boa”, a lei não pode fazer nada à respeito, se o cara não for muito mais velho (não lembro qual a relação máxima de idade, nesses casos)