was successfully added to your cart.

Você que procura a iluminação ante as diversas mazelas da existência, que anseia por trilhar caminhos menos tortuosos em busca de uma presença confortável neste plano astral, que suplica por uma migalha de sabedoria no átimo mais importante de uma rotina desregrada… Você veio ao lugar certo.

No Linha Quente, este nosso canal de sapiência e muita streetwise (todos tiramos vinte no dado e somos os Lordes das Ruas), responderemos todas as suas questões sobre qualquer assunto.

É sério. Qualquer um.

Neste quadragésimo primeiro episódio, recebemos Fábio Catena e oferecemos um pouco de nossa extrema erudição sobre assuntos que passam por fetiches bizarros, o fim dos carros, a mentira dos globistas e Sandy nua pelada.

Abunde-se em um lugar confortável e esteja preparado(a) para expandir os horizontes de sua mente!

Tem alguma dúvida insaciável?

Basta clicar aqui e enviar sua pergunta.

Links:

Trilha do Podcast

  • “Tiger Balm” por Bob Bradley/Noel Dennis
  • “Early Summer” por Miami Nights 1984
  • “Last Embrace” por Makeup and Vanity Set
  • “Dust” por M.O.O.N.
  • “Elevator of Love” por Miami Nights 1984
  • “Turing Sequence” por Makeup and Vanity Set
  • “Plus Four” por M.O.O.N.
  • “On the Run” por Miami Nights 1984
  • “Memory Cycle” por Makeup and Vanity Set
  • “Delay” por M.O.O.N.
  • “Sunset Cruise” por Miami Nights 1984
  • “Senses Dynamics” por Makeup and Vanity Set

Blocos do Podcast

  • Pergunta 1 – 2:46
  • Pergunta 2 – 12:09
  • Pergunta 3 – 20:20
  • Pergunta 4 – 36:55
  • Pergunta 5 – 49:19
  • Gabriel Macena

    Alguém joga esse podcast na comunidade da terra plana.

  • AnaniasJr

    Certeza que o que dá problema no Benflogin é a lactose

  • LyC

    Quanta estapafúrdia, façam-me o favor. Estes indigentes até mesmo ousaram inferir que Deus carrega a Terra Plana nas costas, quando a inebriavel verdade é que ele a roda nos dedos tal qual um pizzaiolo bem maneiro faria.

  • Gabriel Macena

    Muito bom esse Um Jogo Um Tema, realmente. https://youtu.be/vn9i7VQWefw

    • AnaniasJr

      Rapaz, isso foi rápido. E ficou bom, parabéns.

    • André Campos

      Hahaha que excelente!

  • Brenno Arruda

    Sou só eu que fico muito incomodado com o descaso que vcs falam sobre drogas? Parte do incomodo é por questões pessoas, mas mesmo assim… Quando vcs falam que não é uma coisa boa e tem que ter cuidado, falam com a mesma casualidade como uma pessoa avisa outra sobre os perigos da diabetes se consumir muito açúcar.

    • Vinicius Taborda Duarte

      Sou só eu que fico muito incomodado com o descaso que vc fala sobre diabetes?

    • Creativezr

      Mano eles falarem com descaso ou não, não muda o fato de que quem quer usar vai usar ué…

    • Victor Hugo Faria

      Sim.

  • Diogo Freire

    falando rapidamente disso do pouso da lua, tem um video bem legal de um cineasta falando de como seria impossível na época fazer algo falso:
    https://www.youtube.com/watch?v=_loUDS4c3Cs

  • SmokeE3 .

    Sobre a discussão da Loli, eu tenho uma teoria… O André chegou á mencionar os jogos violentos que não influenciam diretamente a violência á menos que já estava pré-disposto á isso, mas o caso de conteúdo visual é algo que vai bem além. Em um jogo existe uma linha muito visível de certo e errado, e o porquê que as pessoas não viram violentas: É simples você colocar uma bala na cabeça ou atropelar um boneco com Inteligencia artificial, ou assaltar um banco em GTA, á todo momento você sabe que aquilo não é Real ou errado e não faz mal a ninguém. Mas ver um vídeo pornográfico tbm não faz mal á ninguém, certo? Nem tanto, pq quando vc ta consumindo esse tipo de conteúdo, você ta procurando um prazer diferente, “aquele” prazer. e é nesse momento que real fica distorcido, a pessoa tenta se imaginar naquele cenário mesmo que seja um universo paralelo e isso é maléfico, a curto prazo não. Mas agora, imagina o seguinte, mensagens subliminares (JEQUITI) afetam tanto as pessoas e normalmente é algo parecido com manipulação, você está sendo alterado mas vc não consegue perceber. E aquele sentimento de “estou fazendo algo errado” passa para “Isso não é tão errado” e é nesse ponto que tantos abusadores em série aparecem, eles tomam uma iniciativa de crime, ou nem chegam á isso, mas começam á se tornar “Creepy guys” ou, “Caras esquisitos”. Pode parece um pouco absurdo de início, mas nos EUA existem centros de “pedófilos anônimos” onde pessoas que não são verdadeiramente pedófilas (pq não chegaram á cometer o crime) conversam, pq elas sentem/sabem que se elas não tomarem cuidado, algo ruim pode acontecer. E acho que é nesse ponto que esse amigo ouvinte está: “Será que deveria mudar?” se você está se questionando já é bom sinal.

    • DK

      Cara, na minha visão não tem muita diferença de vc jogar algo em que mata pessoas do que jogar algo em que rouba, tortura, estupra, desmoraliza, desmembra uma pessoa viva etc.. São todas coisas erradas e que não vamos fazer no mundo real por valores morais que temos. Eu mesmo estava ouvindo o cast enquanto jogava CSGO e me soou hipócrita quando eles falam que são coisas diferentes, poxa cara eu estou matando pessoas aqui. eu gostaria de matar pessoas no mundo real? talvez, mas não vou fazer isso porque eu julgo errado(com exceção de casos como defesa pessoal).Mas agora se ao invés de CSGO eu estivesse jogando um jogo hentai sobre abusar de uma loli faria diferença? pra mim não, ambas são coisas que estão ali só pra me entreter enquanto estou no PC, vida real é outra coisa.

      • SmokeE3 .

        É, o que eu quis enfatizar é exatamente essa diferença, certos conteúdos adultos que a gente consomem não vão nos alterar, mas certos conteúdos, vão. Do contrário pornografia infantil seria legalizado ( além do mais não é crime no Brasil ficar com meninas de até 15 anos) e seria o maior hit dos red tubes da vida. E na minha opinião? Acho que aumentaria sim os casos de pedofilia.

        • DK

          Oque eu estava falando era de jogos e animes brother, pornografia infantil é outra coisa completamente diferente. pois ela fere diretamente a pessoa que vai participar do vídeo. Pornografia “live action” é algo completamente diferente de vc desenhar e animar algo, um personagem de anime ou jogo não é real por isso não sentimos culpa quando matamos alguém em um jogo. E isso da pornografia infantil ser legalizado, pra mim cai na mesma caixa de vídeos de pessoas matando outras. É um crime e foi cometido no mundo real, logo não pode e não deveria ser entretenimento de ninguém.

  • BrunoArce

    “Olha só, o Jogabilidade lançou um novo Linha Quente, vou escutar enquanto eu faço arte no Corel.”
    André:”Tem que acabar com Corel Draw…Hoje em dia quem tem Corel?”
    “…Eu acabei de sofrer bullying de Podcasters?…”

    • Eu tô rindo muito, perdoa.

    • André Campos

      Hahahah desculpa!

    • Gabriela Souza

      a minha infelicidade de trabalhar com iOS é não ter corel =(
      ps: juro que li Bruno Acre

  • Victor HorugoSsauro

    eu queria que deixassem lincado o video do transito e carros autônomos que o Caio Corraini mencionou. eu me interesso por essas coisas.

  • migrano

    Opa, sobre a questão do cara de 19 anos, eu estou meio que no mesmo barco, só que me entendo melhor. 19 anos, bissexual, tenho umas parafilias com animais, abuso físico e etc. Loli não, mas já tive.

    Eu fui introduzido ao conceito de sexo com uns 11 anos, e basicamente em questão de 2 anos eu fui bombardeado todo dia com parafilias malucas. Tipo, muito. Inclusive parando pra pensar, meio que sendo vitimado por pessoas com mais de 17 anos que queriam fotos e coisa e tal. Até hoje eu tenho de fato gratificação sexual por atenção de gente mais velha e dominadora por meio de roleplays, principalmente na internet. EU SEI MUITO BEM O QUÃO ESTRANHO É. Muitos chans, muito hentai, por aí vai. Eu derivo um prazer esquisito dessa culpa sexual, e me identifiquei com sinais de pessoas abusadas sexualmente, então né.

    Mas pelo menos eu acho que eu sou bem analítico, e acho que grande parte disso foi justamente ter sido apresentado à coisas tão extremas e nervosas cedo assim, sendo que parando pra pensar sempre que eu via algo eu me identificava com o lado que “recebia”, por mais que hoje em dia eu seja completamente confortável em ser dominante, ser bem mais convencional nas práticas sexuais e tal.

    Acho que o que foi culpado por esse lado esquisito foi a exposição extrema muito mesmo antes de eu ter qualquer contato sexual pessoal, criei ideias de dinâmicas de poder, comportamentos sexuais (e sociais) muito distorcidos por conta dessa exposição precoce. O melhor que eu fiz foi me forçar uma sepaaração disso e procurar me relacionar bem com as pessoas, conseguir analisar e atuar socialmente bem.

    Uh, ok, eu meio que dei sorte por estar namorando uma pessoa que gosta que eu me vista de menina, então as coisas lá de cedo não se perderam inteiramente.

    Mas a dica que eu dou é: MALUCO, POR FAVOR VAI PRO MUNDO. FECHA O NHENTAI, TE IMPLORO. ABRE AS VEZES. PUNHETINHA. MAS NÃO PUNHETONA.
    E por favor dá uma cuidada em você mesmo porque sentir um 3D vale a pena sim. E não, eu não abandonei o 2D, mas eles podem coexistir.

    Paz, maneire na punheta, e quando você for descer pra um fetiche mais bizarro, por favor se questiona antes. Eu quase comecei a entender scat, cara. Quase. Ew.

  • Machista Opressor

    Em nifomaniaca pt 2 tem uma parte em que a protagonista se torna uma torturadora sexual, num lembro lá as circunstancias mas em algum momento ela aceita a identidade pscicótica dela e passa a usar o corpo dela como arma de de estorção, e tem um trecho no meio desse arco em que ela encontra um cara pedofilo, só que qual que era o conflito desse trecho?
    O cara não alimentava esse impulso, ele não colecionava pornografia infantil, se eu não me engano nunca abusou de ninguém, ele tinha uma filha que aparentava ser normal, só que de alguma forma a ninfomaniaca encontrou esse impulso dele e usou isso pra tirar dinheiro do cara, no final da cena o cara se mata, por que ela joga esse fato na cara dele coisa e tal. Dai esse negócio botou uma coisa na minha mente, o cara que tem o impulso, mas que nunca realmente deixa esse impulso florecer é tão mal quanto o cara que vai lá e pratica o ato perverso? Mesmo esse cara nunca tendo feito mal a ninguém, sabendo dos impulsos dele vocês aceitariam que ele entrasse na sua casa e convivesse com o seu filho, seus amigos, trabalhasse com você?

    Agora vai todo mundo pensar que eu sou um doentão da porra… Mas fica a pergunta ai pru 6.

    acho que isso daria uma excelente pauta de video ou podcast, fikdik

  • Artur Antunes

    Para mim as tecnologias que poderiam sumir são:

    – Som automotivo com potencia que você pode ouvir fora do carro mesmo com os vidros fechados.
    – Caixinha de som portátil para celular.

  • Gabriela Souza

    Trabalho com design e não só vocês mas a maioria das pessoas reclama do Corel. Eu não entendo esse ódio todo, porque eu AMO o corel. No 1o. de abril surgiu um rumor de que a Adobe havia comprado a Corel, nunca fiquei tão feliz. Pena que era mentira.
    No mais, eu acho o Illustrator bem bom e tal mas ele não é exatamente funcional, eu acho ele muito mais artístico. O corel, tirando todas as travadas e ferramentas inúteis é bem PÁ PUM, hahaha. Just my opinion.

    • WandersonSantana

      …tirando as travadas, ferramentas inúteis, erros inesperados, force closes absurdos, bugs na hora de imprimir… é bem PAPAPUM mesmo. Gosto dele mas não é a melhor dos aplicativos HAUHAUHAEHHUAE

    • André Campos

      Na real eu nunca usei o Corel e minha única birra com ele era a de ter que tê-lo instalado no PC pra converter o que vinha em formado CDR.

  • O áudio do Catena ficou bem ruim.

  • FoodPoisoning

    Eu estava ouvindo esse podcast no trabalho. 😐

  • Guilherme Tenório

    Esse cast me remeteu a fala de vocês sobre o Louis C.K, ou outra personalidade que é admirada até o ponto que você descobre algumas atitudes que ela faz, a ponto de você se perguntar se é legal continuar curtindo o trabalho da pessoa…esse papo sobre uso de droga no cast, foi bem tenso…sei lá, tem muita gente nova que acompanha vocês….sei que o Linha Quente é um papo descontraído e tals e que vocês falaram várias vezes “não usem”…mas por algum motivo isso me incomodou bastante. É só uma opinião.

  • Henrique Tavares

    A voz do Catena fica quase irreconhecível com outro microfone D:

    • fcatena

      microfone bom né? hahhahahahahaha

  • Mends

    Cheguei um pouco atrasado mas aqui um vídeo muito interessante sobre terra plana
    https://youtu.be/VNqNnUJVcVs