was successfully added to your cart.

Quando vemos que o mundo está como está é um sinal que talvez seja uma boa ir para dentro, digo, Fora da Caixa!

E nessa escapada André, Sushi e Corraini batem um papo sobre o mais novo filme do Ridley Scott, Alien: Covenant; retornam ao terror social de Corra! (Get Out) e algumas esquete do Key & Peele e pagam promessa comentando o especial da Netflix com o Felipe Neto.

Tem algum feedback, sugestões de filmes, músicas, séries, apresentações de balé ou qualquer outra coisa? Deixe-a nos comentários abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para contato@jogabilida.de.

Links:

Escutar

Adicionar à Playlist Baixar

Trilha do Podcast

  • “First Crush”, por Saberpulse
  • “Last Surprise”, de Persona 5
  • “Nature Boy”, por Aurora
  • “End of the Road”, por Sentenced

Blocos do Podcast

  • Corra! e Key & Peele: 00:03:45
  • Felipe Neto: 00:27:00
  • Alien: Covenant: 00:46:17
  • LcY

    “[…]pagam promessa comentando o especial da Netflix com o Felipe Neto.”

    Oh.
    Boy. https://uploads.disquscdn.com/images/73e391e27d62c7af23d1fa53807a17409a5beaee4a980333dc50f2087d436225.jpg

  • MarcusVss

    Engraçado que a minha impressão sobre Key and Peele é o contrário do que o Sushi comenta que parece besta mas quando assiste é engraçado. Desde que vcs comentaram sobre o filme da outra vez e consequentemente sobre essas esquetes eu fui procurar no Youtube e assisti várias mas não achei graça de quase nenhuma =/. Daí ouço vcs comentando os vídeos e acho engraçado, aí vou dar outra chance e assistir os vídeos e não acho de graça de novo haha

  • Diogo Freire

    basicamente, o Ridley Scott desaprendeu a ter noção de roteiro ruim, e todos os filmes modernos que ele fez que sairam bons, como Perdido em Marte, são bons devido a sua base, ser baseado em algo já existente, etc. O proprio prometheus, teve uma primeira versão de roteiro que era INFINITAMENTE melhor que a final, mas ai ele pediu pro Lindeloff(Lost) dar uma olhada, e recebemos aquilo.

  • Snake

    Em qual fora da caixa vocês falaram de get out antes desse? eu acabei de voltar do cinema, e achei um filmaço, é uma pena que o trailer estragou ele pra mim, seria 1000x melhor ter ido ver ele sem ter visto o trailer. mostra tudo

    • André Campos

      Foi no #39!

  • FoodPoisoning

    O meu vídeo favorito do Key e o Peele é o do militar aposentado. Eu acho foda o quão bem eles fazem os clichês de filmes do tipo, como a fotografia azulada, a música e as ações do personagem(o “wasn’t supposed to be”, ele falando com alguém atrás dele sem ver, usando uma faca para cortar uma fruta, enfiando a faca na mesa…).

    https://www.youtube.com/watch?v=Ezg4sr67OGA

  • Machisto opressor 2.0

    Problema do ridley scott é que ele é um diretor de assinatura, no sentido de que, ele só assina o nome dele nos filmes, pra vocês entenderem o que eu tou falando, façam uma busca bem rapida ai no google e vejam quantidade projetos nos quais ele está envolvido… Não é como se ele fosse um Scorcese da vida que se envolve pessoalmente com cada projeto, que acompanha cada pequena etapa da produção. Se você der um trampo pra ele junto com uma excelente equipe e excelentes roteiristas ele entrega, mas não vai ser ele que vai transformar um roteiro ruim num grande filme.

    Ele não é um Zemeckis ou david fincher da vida, que não importa o que você jogar na mão deles, eles vão extrair o maximo de tudo e todos.

    • Diogo Freire

      eu discordo um pouco. ele tem um estilo proprio, e até em filmes considerados ruins como prometheus, você percebe a mão dele no que tange ritmo e visual. Mesmo com seus problemas, Prometheus tem uma pacing primorosa.
      Concordo no sentido que ele sozinho não consegue entregar algo, e precisa de uma equipe.

  • Verônicaㅤ ‏

    Assisti Corra e me surpreendeu até onde ele foi meio que da mesma forma que A Cura, porque tu acha que sabe bem ou tem uma idéia do que tá acontecendo, mas o filme vai além e wow
    E falando nisso, vocês viram o final alternativo? http://www.dailymotion.com/video/x5msq6s_get-out-alternate-ending-horror-2017_shortfilms
    O diretor tinha gravado esse antes, mas a crítica não gostou e ele regravou o que vimos no cinema. Eu gostei dos dois, acho que na verdade esse do vídeo também se encaixa com o racismo tratado do filme (ainda mais pela cor das parades e tudo mais do local final). Acho que esse ficou mais “Black Mirror”, mais pesado comparado com o do cinema que termina com o alívio cômico (que eu achei meio sem timing mas mesmo assim gostei)
    O que vocês acharam?

  • Snake

    Gente que injustiça com o alien covenant, o filme apesar da tripulação ser burra, ele é bom, assusta, dá medo… eu sempre com o cú na mão quando algum alien aparecia. o cgi fez muito bem pros aliens, pq eles ficaram muito mais rápidos, agressivos e imprevisíveis. A penúltima parte do filme que uma personagem luta contra um alien fora da nave, é maravilhosa. Acho que como filme de terror e até ação, ele funciona.

  • Like a stone[r]

    Minha esquete favorita de K&P. Deve ser pq eu gosto muito de Whose Line is It Anyway hahah
    https://www.youtube.com/watch?v=2EtalOOS-eM

  • Felipe Augusto

    Aparentemente alguém voltou a ouvir sentenced, também tenho algum receio do sentimento que as músicas trazem

  • Marcelino Pinheiro

    Caras… sabem quando vocês descobrem uma coisa muito legal e que existem trocentos videos dela? Valeu por indicarem Key & Peele!

    https://www.youtube.com/watch?v=DWO1pkHgrBM

  • David Balotin

    Caras, eu cheguei atrasado nos cometários, e não sei se já falaram isso, mas quando vocês descrevem um enredo onde as situações são muito mais sobre algo visual do que sobre a história em si, vocês meio que dão uma matada na parada, saca? Não me levem a mal, o episódio é ótimo, mas quando falaram sobre Key & Peele, parecia eu tentando explicar Monty Python pra minhã mãe. Ela não entendia muito bem a graça, e mesmo que eu explicava pra ela, ela ficava mais sem graça do que rindo, saca? Aí vocês explicaram o enredo das melhores esquetes, e aí meio que ou a gente idealiza, e não curte, ou a gente acha meio sem graça, porque o cerne da piada não esteve bem no relato (porque é mais sobre a situação, e não a história em si, saca?) Acho que talvez fosse melhor citar, comentar sobre como funciona, indicar algumas, explicar mais ou menos sobre algo, sei lá, mas evitar narrar situações como essas, porque sei lá, não passa tão bem a ideia, manja? É tipo quando você conta uma história mega empolgado pra alguém, e a pessoa fica “ah, tá… legal… então… “… e você pensa “po, mas foi tão engraçado no dia”…

    Mais uma vez, não estou falando que o episódio ou programa é ruim, não são, apenas essa parada que ficou meio estranha na minha opinião. Pode ser também que seja só eu, ou ainda que eu esteja errado, porque isso acontece frequentemente, mas se mais alguém disser, ou sentir isso, deixo aqui o meu relato pra somar.

    Forte abraço, e valeu, caras 🙂

  • Gabriel Valente

    Gosto da 1a metade de Corra por tudo que já foi dito, mas odiei a metade final, o rumo todo de virar um filme da familia Frankenstein, me perdeu completamente. Pode ser uma comédia? Pode, mas uma ruim. Daria uma nota 6 e olhe lá.

  • GotToGetBack, back to the past