Vértice #108 (J): E Veja No Que Deu!

2017-09-05T16:40:42+00:00 20 de julho de 2017|Vértice|18 Comentários

André, Sushi e Corraini se juntaram para falar sobre jogos e veja no que deu! (Zero reais)

Nesse novo encontro para discutir os lançamentos de jogos, nossos jovens youtubers discutiram o jogo que deixou o André pistola, Serial Cleaner; o polêmico remake Crash Bandicoot N. Sane Trilogy e o mais novo jogo de plataforma masoquista que desgraçará sua existência, The End is Nigh.

E nos vemos na semana que vem para o episódio de notícias.

Tem alguma dúvida, questionamento ou tópico de discussão sobre games, a vida, o universo e métodos de ganhar dinheiro? Deixe-a nos comentários abaixo ou envie seu e-mail pelo formulário de contato ou para vertice@jogabilida.de.

  • “Late Nite Funk Squad”, por David Tobin, Jeff Meegan e Malcolm Edmonstone
  • “Sheer Heart Attack”, por Queen

  • Crash Bandicoot N Sane Trilogy: 00:04:01
  • Serial Cleaner: 00:46:55
  • The End is Nigh: 01:02:36
  • Lançamentos: 01:26:27

  • DanCoutoS

    Essa sessão de jogos Retro e jogos que lembram jogos Retro, me deram vontade de jogar Brutal Doom.
    Por algum acaso eles já jogaram/falaram deste famigerado MOD de Doom?

  • Caio_RB

    Gente, vocês falaram coisas um pouco erradas e vou dar uma corrigida aqui. A Activision só começou a ter envolvimento com Crash lá pra 2008, não no início dos anos 2000 e a Sony teve a licensa da franquia dada pela Universal Interactive (que era dona da franquia e distribuidora no caso). Um resumo do que aconteceu foi isso aqui:

    A Universal Interactive era a dona original. Eles licensiaram Crash e Spyro pra Sony publicar os jogos no PS1 que contratou respectivamente pra cada jogo a Naughty Dog e Insomniac.
    Depois do PS1, Naughty Dog, Insomniac e Sony decidiram parar com ambas as IPs. Todos os direitos voltaram pra Universal (Que sempre foi dona de ambas as IPs).
    Mais ou menos nesse mesmo período a Vivendi comprou a Universal Interactive e renomeou pra Vivendi Universal Interactive e as duas franquias viraram multiplataforma na geração PS2/GC/XB.
    Em 2006 a Vivendi Universal Interactive foi renomeada pra Vivendi Games onde eles colocaram a divisão da Sierra pra publicar ambas as Ips.
    Em 2008 a Vivendi Games se fundiu com a Activision formando a Activision Blizzard (Vivendi Games era dona da Blizzard). Ambas as Ip’s então são transferidas para a Activision Blizzard/Activision.
    Em 2013 a Activision Blizzard compra as próprias ações da Vivendi, vira uma empresa independente da mesma e agora completamente dona de tudo o que era da Sierra/Vivendi Games e das próprias franquias.

    Ou seja, só houve uma mudança de dono que foi a partir da separação da Activision Blizzard da Vivendi lá pra 2013 já que a Universal acabou virando a Vivendi Games. Em relação ao desenvolvimento, o único Crash feito pela Activision foi o Mind Over Mutant, ao menos considerando só jogos de console pq depois teve dois de mobile. Enfim, era isso, espero ter explicado direito como tudo aconteceu.

    • André Campos

      Valeu pelos esclarecimentos!

  • Gabriel Azmodam

    Eu tava começando o desenvolvimento de um jogo de limpeza de cena de crime (assisti o John Wick e gostei muito da galera que limpava as paradas, desculpa) E agora essa ideia de limpeza de cena de crime já não é mais nova… Puta merda, nunca posso criar nada novo, toma no cu… Já tava com uns 25% dos Assets do jogo pronto.

  • Erick Fernandes

    Sushi, quando você falou que não conhecia jogos na época do PS1 lineares
    como o Crash, eu lembrei de um jogo do Lilo and Stitch e do Scooby Doo
    que uma prima jogava, que é um clone do estilo do Crash com algumas
    implementações, talvez tenham surgido outros…
    https://www.youtube.com/watch?v=wFRj_Go873c

  • Eduardo Silva

    Qual o jogo que o Sushi disse que não esperava muito e mesmo assim se decepcionou? Fala aqui pro pai.

  • Fernando Savio

    @disqus_pbk2QKrEoC:disqus, tu diria que a missão do Serial Cleaner é negar as aparências e disfarçar as evidências?

  • Renan

    O Corraini ligando pra polícia parece o Louco do Saco

  • Vassago

    André, os episódios do Nowloading estão fora do ar. Poderia reupar eles? vlw

  • Esquerdopata

    Sushi fez uma ótima crítica ao game, perdi a vontade de joga-lô. Triste que não tenham feito um polimento que crash merecia =/

  • GotToGetBack, back to the past

    Deu pra perceber que o André quer muito um jogo de Breaking Bad mas tendo o Mike de protagonista.

  • Adriano Lopes

    Sushi, sobre as variações de fases no Crash 1: tbm têm duas fases do escuro, q dão uma variada no gameplay.

  • Caio Favero

    Eu vim perguntar qual é a música de encerramento

X